Pix: Você poderá desfazer transação em caso de suspeita de fraude! Entenda mais!

Com o lançamento da modalidade do PIX em território brasileiro, muitos procedimentos foram facilitados, principalmente as transferências monetárias, que antes demoravam algumas horas e até mesmo dias para caírem, sem falar na quantidade de taxas que eram inseridas.

Você sabia que agora há a possibilidade de desfazer a transação do PIX caso exista a desconfiança de um possível golpe?

Publicidade

Publicidade

Veja abaixo como é possível, quais são as formas de executar essa ação e muito mais. Fique por dentro.

PIX: Cancelamento de transação

ilustração cartão quebrado ao meio

Lançado pelo Banco do Brasil no mês de novembro de 2020, a modalidade ganha um reforço tecnológico durante os próximos meses.

Essa tecnologia tem como a intenção melhorar a segurança desse sistema tecnológico durante os próximos meses, permitindo assim o cancelamento de uma transação em caso de suspeita de fraude.

Publicidade

Publicidade

Essa informação foi publicada pelo chefe da Divisão de Gestão do PIX, Breno Lobo, em entrevista concedida para a Rádio O Povo, da CBN.

Essa medida tem como foco melhorar a experiência dos usuários que costumam usar o sistema de pagamento, o que garante um aumento de segurança considerável durante o serviço que ali é prestado.

Conforme o próprio Breno diz, é diferente você cometer o erro de transferir para um destinatário errado do que ser efetivamente roubado, caindo em diferentes possibilidades de golpes.

Esse mecanismo ainda está sendo desenvolvido e tem como data de lançamento até o final do ano de 2021. O principal desejo da equipe que faz o manejo do PIX, é de que essa nova atualização possa ser colocada em ativa até o primeiro aniversário do sistema de pagamentos, ou seja, até novembro de 2021.

Ainda a promessa de que essa nova opção seja mais fácil para os usuários fazerem a constatação de transações indevidas, visto que a lógica do banco é de que, mesmo que exista contato direto com a pessoa que recebeu sua transação, nem sempre é tão fácil de receber de volta o dinheiro, visto que a processo já estará concluído de qualquer maneira.

O principal foco da atuação desse novo recurso são os casos em que há fraude e golpes detectados, garantindo assim que o indivíduo responsável pelo PIX possa ter seu dinheiro de volta, evitando assim que tenha que lidar com um crime financeiro.

Publicidade

Publicidade

A tecnologia será dividida entre duas etapas, onde a primeira, é a notificação feita pelo próprio usuário, do qual acredita ter sido vítima de um golpe diante do PIX realizado.

Essa notificação vai garantir de forma legal que o PIX faça a emissão de um alerta diretamente para o banco, assim como o banco irá verificar sobre o dinheiro enviado, abrindo a possibilidade de revogação do mesmo.

Dessa forma, caso você tenha a certeza que caiu em um golpe, seja vítima de um estelionatário ou diferentes possibilidades, deve-se informar o banco sobre a fraude, bloqueando assim os demais recursos de forma instantânea.

Com o bloqueio do dinheiro realizado, as instituições financeiras ou o banco em questão irá realizar uma análise mais profunda, verificando o histórico de ambos os envolvidos para se ter certeza da ação que está sendo tomada. Depois disso, as medidas mais indicadas serão tomadas de acordo com a decisão designada pela investigação em questão.

Publicidade

É interessante destacar que durante o tempo em que o processo durar, os recursos que estão associados a esta transação permanecem congelados, guardados pela instituição financeira responsável.

Publicidade

Essa liberação de verba acontece logo com o final da análise, da qual não costuma ser longa. A principal ideia é a de garantir que depois dessa avaliação, os recursos possam ser devolvidos o mais rápido possível para o emissor do dinheiro.

Cuidados com o PIX

Se você é um usuário assíduo do PIX, é indicado que tome alguns cuidados primordiais para não ter que enfrentar demais problemas, por isso, confira alguns deles abaixo:

  • Conheça a empresa: caso vá efetuar um PIX para uma loja ou instituição que nunca efetuou a compra, procure saber mais sobre o histórico da mesma, verifique avaliações e críticas;
  • Confira os dados: depois de ter certeza sobre a empresa, leia quantas vezes for necessário os dados antes de efetuar o envio dos mesmos;
  • Desconfie: caso a oferta pareça muito mais tentadora do que realmente é, não deixe de temer e em caso de dúvida, não efetue o pagamento.

Essas são algumas dicas simples de uso do PIX, portanto, tenha atenção!

Avatar
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário