PIX ou WhatsApp: qual é o melhor método de transferência de dinheiro pelo celular?

Dentre os meios para transferir dinheiro via smartphone, os usuários podem utilizar os métodos PIX ou WhatsApp. Mas, qual das duas é a maneira mais eficiente?

Pensando em esclarecer essa dúvida, preparamos um post com os principais detalhes desses métodos. Saiba mais a seguir.

Publicidade

Publicidade

Como funciona o PIX

O usuário deve se cadastrar na fintech por meio do app ou pelo Internet Banking. Após o cadastro, é necessário cadastrar uma chave para que assim, as outras pessoas possam fazer transferências.

Para registrar essa chave, o cliente pode utilizar e-mail pessoal, CPF, número de telefone celular ou um número que o sistema PIX gera.

Quando tiver que realizar um PIX, é necessário possuir a chave da pessoa que vai receber a transferência

Publicidade

Publicidade

Pagamento pelo WhatsApp

O método de pagamento pelo WhatsApp é um pouco mais complexo. Para aderir a ele, torna-se necessário ser convidado por alguém que já o utiliza.

O valor que essa pessoa transferir servirá como um convite. Mas, para ter acesso à quantia transferida, o novo usuário vai precisar cadastrar seu CPF e o cartão do banco.

Além disso, vai ser preciso informar outros dados pessoais que vão servir para efetuar o cadastro, para que assim, seja possível realizar transferências por meio do app.

Vale destacar que logo que o novo usuário aceitar o convite, ele vai visualizar o ícone “Pagamento” no momento em que estiver em uma aba de conversa e clicar sobre o ícone em formato de clipe.

PIX ou WhatsApp: qual opção é mais segura?

Imagem com os ícones do WhatsApp e PIX
PIX ou WhatsApp: qual a melhor opção para transferir dinheiro? (imagem: Reprodução/site Canaltech)

Tanto o PIX quanto o WhatsApp são meios seguros quanto à transferência de valores. O PIX detém uma estrutura tecnológica centralizada em que a comunicação entre o Banco Central (BC) e os inúmeros adeptos se dá por meio de mensagens criptografadas.

O BC também permitiu que o WhatsApp disponibilizasse a função de pagamentos, que conta com dados criptografados com a finalidade de proteger as informações.

Publicidade

Publicidade

Apesar disso, não dá para afirmar que ambas as opções estão livres de perigos. Isso porque, grande parte dos roubos financeiros está atrelada aos vazamentos de senhas dos smartphones e PCs dos usuários.

Quando isso acontece, os sistemas de segurança não podem fazer muita coisa. Contudo, para precaver seus usuários quanto essas fraudes, na hora de confirmar a transferência, o WhatsApp tem apostado na biometria, dispensando o uso de senha numérica.

Qual é o melhor método: PIX ou WhatsApp?

Ao se fazer a pergunta “PIX ou WhatsApp?”, o primeiro método de transferência financeira sai à frente. Isso porque pelo WhatsApp não é possível efetuar pagamentos ou mesmo transferir dinheiro para empresas via app.

Outro fator que deixa o WhatsApp em desvantagem diz respeito à lista de instituições financeiras vinculadas a esse aplicativo, na qual, deixa de fora os bancos digitais que apresentam crescimento constante e atendem bem ao público jovem.

Publicidade

Além do mais, comparado ao PIX, o WhatsApp tem a quantidade de transferências e limites de valor mais restritivos.

Publicidade

Em vista disso, é válido informar que o PIX, desde seu lançamento, substitui transações realizadas via DOC e TED, o que contribui para a redução de transferências e quaisquer custos.

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante de leitura e apaixonado por música.
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário