Plano DF Sem Miséria: O que é? Quem tem direito? Saiba aqui!

cartão bolsa família

O DF Sem Miséria é um plano de superação da extrema pobreza no Distrito Federal. A iniciativa foi criada a partir da Lei nº 4.601, de 14 de julho de 2011. A legislação estabelece ações integradas e articuladas a políticas públicas que visam garantir direitos de cidadania.

Os cidadãos selecionados para o DF Sem Miséria terão acesso a serviços públicos, projetos de inclusão produtiva e geração de emprego e renda. Conheça um pouco mais sobre o novo programa do Governo Federal.

Publicidade

Publicidade

cartão bolsa família

Critérios de participação

Para se inscrever no DF Sem Miséria, os candidatos precisam estar dentro dos critérios de participação estabelecidos. Confira abaixo quem pode participar do programa:

  • Famílias com renda por pessoa de até R$ 85,00 mensais (situação de extrema pobreza);
  • Famílias com renda por pessoa entre R$ 85,01 e R$ 170,00 mensais, desde que tenham pelo menos uma criança ou adolescente de 0 a 17 anos.

Podem participar os beneficiários do Bolsa Família que, ainda após o recebimento do benefício do Governo Federal, apresentem renda por pessoa inferior a R$ 140.

Valores DF Sem Miséria

O programa irá suplementar a renda dos cidadãos com valores entre R$ 20 e R$ 1.045, até que a renda familiar somada aos valores recebidos pelo Bolsa Família chegue a R$ 140 por pessoa. 

Publicidade

Publicidade

Mas é importante frisar que os valores a serem recebidos dependem da composição e da renda de cada família. No site da Secretaria de Desenvolvimento Social do Distrito Federal é possível conferir mais informações sobre o programa. 

Agendamento DF Sem Miséria

É necessário agendar atendimento no CRAS para se inscrever no DF Sem Miséria. Tanto a inscrição quanto a atualização do CadÚnico devem ser agendadas pelo telefone 156.

O atendimento é sempre feito no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) de sua região. As agendas mensais para inscrições do programa são disponibilizadas sempre no primeiro dia útil de cada mês.

Documentação necessária

Para ser atendido e se inscrever no programa do governo, é necessário que o responsável familiar esteja com alguns documentos obrigatórios. Confira quais são:

  • CPF ou título de eleitor do responsável familiar e de todos os membros da família (é obrigatório ter pelo menos um documento de identificação por membro);
  • RG; CPF; certidão de nascimento/casamento; carteira de trabalho; título de eleitor.

Cadastro Único

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) é utilizado para identificar e caracterizar famílias de baixa renda. Além disso, o Cadastro Único também é pré-requisito para que o cidadão participe de mais de 30 programas e serviços sociais do governo. Confira abaixo alguns deles:

Podem participar do CadÚnico famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa e/ou com renda mensal total de até três salários mínimos, além de famílias que participem ou queiram participar de programas que exijam inscrição no Cadastro Único.

Natália SatlerJornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS. Repórter, apresentadora, roteirista e redatora, com experiência em rádio, televisão e online.
Veja mais ›
Fechar