Comparação de preço do combustível nas capitais brasileiras: onde pagar mais barato?

A desvalorização do dólar diante do real acumula perdas abaixo dos R$5. Tal valor não era registrado há praticamente um ano. 

Na última quarta-feira, 23, a moeda americana fechou cotada a R$4,96 se aproximando do valor registrado no mesmo período do ano passado. 

Publicidade

Publicidade

Queda do dólar não afeta preço do combustível

Apesar da queda do dólar e sua influência direta no preço do petróleo, os brasileiros não sentiram diferença na hora de pagar pelo combustível, bem como os derivados, já que o diesel chegou a R$6 e o GNV a R$5 em algumas regiões do país.

De acordo com Rafael Schiozer, professor de finanças da Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas, a variação do valor do combustível representa cerca de metade do preço do câmbio. Sendo assim, “Se o dólar cair 5%, vai cair aproximadamente metade (2,5%) disso na bomba”, afirma Schiozer.

Apesar do posicionamento do professor, especialistas apontam que tais valores não acompanham o dólar, pois diferentes fatores podem influenciar a cadeia de produção dos combustíveis. 

Publicidade

Publicidade

Compare os preços e veja qual região tem o combustível mais barato

Carla Ferreira, pesquisadora do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás e Biocombustíveis aponta diz que “Além da cotação internacional do petróleo, que também depende do câmbio em função de ele ser negociado em dólar, estão incluídos no preço final os custos com frete, distribuição do produto e também uma margem [de lucro] para remunerar a operação”.

Para além, dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis, demonstram que o litro da gasolina comum nas bombas aumentou 28,24% na primeira semana de junho, saindo de R$4,426 para R$5,676.

Foi possível observar no mesmo prazo que o dólar baixou cerca de 9,73%. Já o diesel passou para 7,05% entre 25 de abril a 1º de maio, ou seja, saiu de R$4,196  para R$4,492 na última semana.

Sudeste

Nas grandes capitais da região Sudeste do país há uma variação significativa de preços da gasolina.

Para que o consumidor tenha uma ideia, trouxemos dados de diferentes regiões de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Veja:

São Paulo (etanol)

  • Preço médio na capital – R$4,178.

Preço médio do etanol mais em conta em São Paulo

  • Jardim Aricanduva R$3,899;
  • Parque Maria Luiza R$3,904;
  • Ponte Rasa R$3,984;
  • Chácara São João R$3,997;
  • Parque Boa Esperança R$4.

São Paulo (gasolina comum) 

  • Preço médio na capital – R$5,486.

Preço médio da gasolina mais em conta em São Paulo

  • Quinta da Paineira R$4,600;
  • Chácara São João R$4,867;
  • Vila Santo Estéfano R$4,914;
  • Jardim Aricanduva R$5,059;
  • Vila Aricanduva R$5,076.

Rio de Janeiro (etanol) 

  • Preço médio na capital – R$5,408.

Preço médio do etanol mais em conta no Rio de Janeiro

  • Penha Circular R$4,801
  • Ilha do Fundão R$4,899 
  • Anil R$4,900
  • Acari R$4,901
  • Quintino Bocaiúva R$5; 

Rio de Janeiro (gasolina comum) 

  • Preço médio na capital – R$6,293.

Preço médio da gasolina mais em conta no Rio de Janeiro

  • Penha Circular R$5,910;
  • Acari R$6;
  • Cordovil R$6,064;
  • Andaraí R$6,080;
  • Engenho da Rainha R$6,080.

Belo Horizonte (etanol)

  • Preço médio na capital – R$4,579.

Preço médio do etanol mais em conta em Belo Horizonte

  • Cinquentenário R$4,364;
  • Dona Clara R$4,364;
  • Padre Eustáquio R$4,365;
  • Santa Efigênia R$4,397;
  • Barroca R$4,398.

Belo Horizonte (gasolina comum) 

  • Preço médio na capital – R$6,014.

Preço médio da gasolina mais em conta em Belo Horizonte

  • Cinquentenário R$5,723;
  • Padre Eustáquio R$5,739;
  • Nossa Senhora da Glória R$5,747;
  • Engenho Nogueira R$5,797;
  • Barroca R$5,809.

Os dados acima mencionados foram obtidos a partir da pesquisa realizada pelo Ticket Log na última semana. 

Publicidade

Publicidade

A empresa atua no ramo de logística e gestão de frotas e, para a pesquisa, visitou cinco bairros para encontrar o preço médio e comparar com o valor médio em toda a cidade.

Fontes: UOL, Click Petróleo e Gás e UOL.

Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo atuante na chamada "massa de mídias", trazendo mais um braço da pluralidade de opinião em detrimento do mito da imparcialidade.
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário