500 mil professores receberão capacitação do MEC para ensinar educação financeira

Nesta quarta-feira, dia 16 de junho, o Ministério da Educação (MEC) comunicou que irá capacitar cerca de 500 mil professores em todo o Brasil, para que eles possam ensinar sobre educação financeira nas escolas.  

A iniciativa conta com a colaboração da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que se encarregou de desenvolver a estrutura do curso, além de disponibilizar recursos digitais para a transmissão das aulas. 

Publicidade

Publicidade

Já o papel do MEC neste projeto consiste em fazer a divulgação e incentivar a participação dos docentes. Vale lembrar que a capacitação estará sendo ofertada tanto na rede de ensino pública, quanto nas instituições privadas.  

O início das aulas está previsto para julho e a jornada mínima é de 40 horas. Uma vez que todo o curso irá acontecer de forma remota, os professores só precisam ter um computador com acesso à internet.  

500 mil professores receberão capacitação do MEC para ensinar educação financeira
Estima-se que o conhecimento seja repassado para até 25 milhões de alunos. | Foto: Google Imagens

Professores que receberão a capacitação 

O Brasil hoje tem 2,3 milhões de professores trabalhando nas escolas, considerando os ensinos básico e fundamental. Desse total, pelo menos 25% deve participar do curso de capacitação. E no final, estima-se que o conhecimento seja repassado para algo em torno de 20 milhões e 25 milhões de alunos. 

Publicidade

Publicidade

Os pontos a serem tratados pelos mentores da CVM são: 

  • Consumo consciente 
  • Desenvolvimento de hábitos e atitudes que contribuam para o    bem-estar financeiro 
  • Formação de poupança 
  • Orientação para investimentos 
  • Proteção contra fraudes financeiras 

De acordo com informações do MEC, não há necessidade de implementar uma nova disciplina na base curricular dos alunos para ensinar sobre educação financeira. Ao invés disso, os professores podem estar abordando o tema de forma complementar, junto com as matérias já existentes. 

A necessidade de ensinar educação financeira nas escolas

O projeto lançado prevê que os educadores se tornem aptos para incentivar práticas de saúde financeira e empreendedorismo na juventude. Tais ações representam não só uma forma de evitar o endividamento, mas também um meio de promover a emancipação econômica. 

Apesar de a maioria dos jovens em idade escolar viver sob o financiamento dos pais, este também é o período em que eles começam a ganhar os primeiros salários, ao exercer atividades como vendedor, estagiário e aprendiz. 

O erro de alguns é que ao ver o dinheiro entrando passam a consumir mais do que antes, especialmente com itens supérfluos. Afinal, os jovens não querem se privar de ter uma roupa de marca ou de sair com os amigos para lugares diferentes. Trata-se de um fase da vida onde existe a necessidade de inclusão.

Portanto, um adolescente que nunca teve estímulo para poupar, tem total tendência a gastar tudo o que recebe no mês. Daí, a probabilidade de poupar, investir ou criar uma reserva de emergência cai significativamente. 

Publicidade

Publicidade

O curso de capacitação sobre educação financeira que será disponibilizado pelo MEC visa chegar na ponta e modificar esse comportamento impulsivo dos jovens em relação ao dinheiro, para que se construa uma sociedade mais bem estruturada e com menor índice de inadimplência. 

Você também pode se interessar: 

Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Antes de atuar como redatora, participei dos programas de estágio do Ministério da Justiça, da Defensoria Pública do Distrito Federal e da Câmara dos Deputados. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em Comunicação Organizacional e Estratégias Digitais no Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB).
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário