Professores tem até 30 de agosto para escolher os livros da educação infantil

Professores e gestores de escolas públicas devem escolher os livros e materiais didáticos para a educação infantil de 2022 até a próxima segunda-feira (30).

As obras devem ser escolhidas através do Guia Digital do Programa Nacional do Livro e do Material Didático, disponível no Sistema do Programa Dinheiro Direto na Escola Interativo/Simec.

Publicidade

Publicidade

A escola que não escolher os materiais receberá conforme escolha das entidades

De acordo com o Ministério da Educação, as escolas estaduais e municipais que ainda não possuem acesso ao sistema devem fazer a solicitação juntamente à Secretaria de Educação. 

Além disso, caso a escola não acesse o Sistema ou não grave a escolha dos materiais, serão encaminhadas obras selecionadas a critérios do FNDE.

Em relação às escolas federais, o acesso deverá ser aprovado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Publicidade

Publicidade

Entidades

É importante mencionar que é de responsabilidade do FNDE coordenar a compra e distribuição dos materiais.

A previsão é de que aproximadamente 30 milhões de estudantes de toda a educação básica tenham acesso aos livros e materiais didáticos no próximo ano.

No entanto, é dever do PNLD avaliar e disponibilizar as obras didáticas, pedagógicas e literárias, bem como outros materiais de apoio à prática educativa regular e gratuita.

Tais práticas são destinadas às escolas públicas de educação básica das redes federal, estaduais, municipais e distrital e às instituições de educação infantil comunitárias, confessionais ou filantrópicas sem fins lucrativos e conveniadas com o Poder Público.

Novidades

Uma das principais novidades é que no próximo ano o PNLD vai distribuir obras da educação infantil para estudantes e professores das escolas públicas de todo o Brasil. 

De acordo com o MEC, “Esta edição traz um ciclo próprio que inclui materiais para estudantes, professores e gestores. A grande novidade fica por conta dos livros didáticos direcionados aos estudantes da pré-escola”.

Publicidade

Publicidade

Além disso, a  pasta informou que a distribuição do material “busca assegurar o desenvolvimento social e cognitivo dos indivíduos, fundamental para a promoção da igualdade de oportunidades educacionais, conforme disposto pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional”.

Guia de escolha dos materiais

A fim de oferecer um apoio aos professores e gestores durante o processo de escolha dos livros e materiais didáticos, as entidades responsáveis disponibilizaram o Guia do PNLD.

O documento contém resenhas das obras aprovadas durante o processo de avaliação pedagógica feito pelo Ministério da Educação. 

Vale mencionar que a escolha dos livros deve ser realizada em conjunto pelos professores e gestores a fim de atender as necessidades e demandas das instituições de ensino ao longo do ano.

Publicidade

Entre as principais orientações na hora de escolher os livros estão:

Publicidade

  • As escolas deverão registrar escolha para creche e pré escola.
  • Os livros da creche são destinados somente aos professores.
  • Os livros da pré-escola são destinados aos estudantes e professores.
  • A escola poderá escolher obras com dois volumes ou obras de volume único. Caso a escola opte por escolher obras constituídas de dois volumes, deverá indicar qual o percentual de estudantes será contemplado com cada volume.

Essas e outras orientações sobre o processo de solicitação dos livros didáticos para a educação infantil podem ser acompanhados aqui.

Também é importante mencionar que é possível acompanhar o passo a passo do processo de solicitação dos livros por aqui.

Nesse caso, os professores e gestores devem utilizar um login e uma senha de acesso pessoal para ter acesso aos livros e efetuar a encomenda.

Publicidade

Publicidade

É importante que os responsáveis pelo pedido leiam o documento com atenção para não ter nenhum problema na hora de realizar o cadastro dos materiais e informar os procedimentos solicitados.

Outro detalhe importante é que se houver indício de fraude no registro, a direção da escola ou a secretaria de educação deve informar o ocorrido ao FNDE imediatamente.

Também será de responsabilidade dos dirigentes e professores realizar denúncias diante de qualquer violações às normas de conduta do PNLD por intermédio do e-mail: [email protected]

Fontes: Governo Federal, Agência Brasil, MEC.

Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo atuante na chamada "massa de mídias", trazendo mais um braço da pluralidade de opinião em detrimento do mito da imparcialidade.
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário