Programa Luz Para Todos: Mato Grosso beneficiará mais pessoas do meio rural

O governo do Mato Grosso anunciou uma nova remessa de inclusões no Programa Luz para Todos. 

Serão 1.915 novas ligações elétricas, concedidas pelo governo federal em parceria com as concessionárias de energia. 





Ao todo, 55 municípios mato-grossenses serão beneficiados pelo programa. A data previsão para finalização é até dezembro.

Na lista de cidades que devem ser atendidas estão: 

  • Aripuanã
  • Juína
  • Cotriguaçu
  • Juara
  • Colniza
  • Nova Bandeirantes
  • Cuiabá
  • Paranatinga
  • Comodoro
  • Claudia
  • Rondolândia
  • Confresa
  • Apiacás

E ainda várias outras. 





Programa Luz Para Todos
Programa Luz Para Todos: Mato Grosso beneficiará mais pessoas do meio rural

O que é o Programa Luz para Todos

Iniciado em 2003, o Programa Luz para Todos veio para reduzir os índices de exclusão elétrica do país. A meta é levar energia elétrica de qualidade e gratuita a milhões de pessoas que vivem no meio rural.

Segundo o governo, o programa também contribui para: 

  • Redução da pobreza
  • Aumento a renda familiar
  • Facilita a integração aos serviços públicos e programas sociais 
  • Permite a melhoria no abastecimento de água
  • Facilita o acesso ao saneamento básico, saúde e educação
  • Fortalecendo o capital social das comunidades
  • Possibilita de compra de eletrodomésticos e outros equipamentos

Há também benefícios socioeconômicos como o aumento na produção agrícola, que gera empregos.

No momento, o programa Luz para Todos está em sua sétima etapa, que iniciou em 2017 e deveria ter terminado em 2020.  

Essa etapa está sendo conduzida pela Energisa Mato Grosso, com investimento de R$ 385 milhões e, até o momento, contabiliza 15.111 ligações, sendo 81 delas em terras indígenas. Para 2021 o aporte foi de mais R$ 51 milhões. 

Segundo Marcelo Pazoti, coordenador de Obras da Energisa Mato Grosso, o programa visa oferecer conforto e inclusão social: 





“O Programa Luz para Todos prevê a realização de obras e melhorias para levar energia a famílias que moram no meio rural. Fornecer energia para essas comunidades é contribuir com o desenvolvimento delas e oferecer às pessoas acesso a conforto, comunicação e melhorar a qualidade de vida, já que elas passam a ter condições para ter em casa ventilador, geladeira, televisão, computador e até internet. Energia promove a inclusão social”, comenta.

Para mais informações sobre o projeto, acesse o site do Governo Federal.

Amanda Lino
Jornalista com mais de 8 anos de experiência. Trabalhou como redatora, repórter e produtora na emissora Nossa Rádio FM e produtora na Metropolitana AM, depois foi diretora-geral do conhecido podcast Mamilos, passou por algumas agências de São Paulo e Rio de Janeiro e agora, além de colaboradora da WebGo Content, é Copy Content na In House da divisão agrícola da Bayer e Host/Criadora do podcast "Me Empresta Seus Óculos".
InstagramLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário