Programa Pro SP pretende gerar 200 mil vagas de emprego e investir R$ 45 milhões

João Dória, governador do estado de São Paulo, divulgou o lançamento do programa Pró SP.

O anúncio foi feito hoje e o programa prevê um investimento de aproximadamente R$47,5 bilhões em mais de oito mil obras.

Publicidade

Publicidade

Conheça as propostas do governo de SP

De acordo com Dória, a iniciativa deve gerar cerca de 200 mil empregos e diversas melhorias em diferentes setores.

O orçamento do estado para investimentos no próximo ano gira em torno de R$25 bilhões. Somente este ano estão sendo investidos R$22,5 bilhões.

Transporte

Das iniciativas previstas para o Pró SP o setor de transportes é um dos mais movimentados.

Publicidade

Publicidade

Conforme o governo do estado, o maior impacto será para a retomada da construção da Linha 6 – Laranja do Metrô com  investimentos de R$15 bilhões. 

A construção da Linha 17 do monotrilho, bem como as extensões da Linha 2 – Verde do Metrô e da Linha 9 – Esmeralda, pertencentes a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). 

Outras ações previstas no programa são as melhorias próximas à Rodovia dos Tamoios, além da concessão rodoviária Piracicaba-Pindorama, com cerca de 1.370 quilômetros (km) de extensão.

Asfalto

Ainda se tratando de melhorias no transporte, poderá haver a adaptação de rodovias diante das condições de tráfego recentemente impostas e às alterações ocorridas no seu entorno.

Também estão previstas a implementação de pequenas obras, a diminuição do tempo de percurso e de custo de transporte. Todas essas ações fazem parte do “Estrada Asfaltada”.

A licitação de R$1 bilhão em obras do programa Novas Estradas Vicinais foi publicada hoje, 15, no Diário Oficial do estado e prevê a recuperação de 456 quilômetros em 54 vias.

Saneamento

Publicidade

Publicidade

A Sabesp também está autorizada a captar cerca de US$500 milhões em financiamentos internacionais voltados para ações de ampliação relativas aos serviços de água e esgotamento sanitário do estado.

Fazem parte dessa ação o Novo Rio Pinheiros, o Projeto Tietê, além do Pró-Billings e do Programa Córrego Limpo.

Educação

Duas frentes estão sendo planejadas para melhorar a infraestrutura das escolas estaduais por meio do “Escola Mais Bonita” e do Programa Dinheiro Direto na Escola Paulista.

No Escola mais Bonita a previsão para as reformas de grande porte é de R$1,4 bilhão para 2.571 escolas estaduais.

Publicidade

Este ano e para o próximo estão sendo utilizados R$1,2 bilhão através do PDDE-Paulista, onde R$625 milhões foram para melhorias de infraestrutura nas escolas, como serviços de manutenção e obras para pequenos reparos. Outros R$275 milhões serão voltados para a climatização de salas de aula.

Publicidade

No site do PDDE-Paulista é possível consultar informações sobre o funcionamento do programa e valores oferecidos para as unidades escolares.

Dessa forma, a comunidade escolar pode reivindicar a aplicação dos investimentos conforme suas necessidades mediante a transparência do governo.

Habitação

O Governo do Estado de SP, por meio do programa Pró SP, também atua na realização do sonho da casa própria para famílias.

Publicidade

Publicidade

Atualmente, cerca de 28.091 obras estão sendo realizadas com um investimento de R$919,9 milhões. 

Os programas da Secretaria de Habitação do Estado também envolvem a construção de unidades habitacionais populares, a recuperação de casas em inadequação habitacional, parcerias para garantir a produção de unidades habitacionais em imóveis públicos, a regularização fundiária, melhorias habitacionais de reforma e ampliações, entre outras.

Desemprego

Apesar da alegação de Dória diante do aumento das oportunidades de emprego e renda com o programa Pós SP, é importante reforçar alguns dados sobre o desemprego no estado.

Houve estabilidade no primeiro trimestre enquanto a força de trabalho, mas os números foram reduzidos em 1,4 milhão de pessoas diante do mesmo período de 2020. 

A queda na taxa de emprego no estado foi motivada pela retração da ocupação gerada pela pandemia do novo coronavírus, bem como pelas restrições na busca de trabalho.

Além disso, dos 14,8 milhões de desempregados estimados no Brasil, cerca de 3,5 milhões se encontram em São Paulo, demonstrando um crescimento de 12,7% em um ano.

Destes, cerca de 1,9 milhão estão na região metropolitana, com 1 milhão apenas na capital.

Fontes: Agência Brasil, Rede Brasil Atual e ProSP.

Julia de Paula
Julia é formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e, no momento, atua como redatora para o portal NoDetalhe. Ao longo da carreira, a jornalista tem se especializado em produção de conteúdo otimizado para motores de busca e conversão, além de gerenciamento de mídias sociais e marketing digital.
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário