IR 2021: Quando e quanto você receberá de restituição? Tire suas dúvidas!

Assim que o contribuinte entrega a declaração do Imposto de Renda, ele já sabe se tem ou não direito à restituição.

Se o resultado informado for “imposto a restituir”, o valor será devolvido na conta bancária indicada para a Receita Federal.

Mas quando e qual valor vou receber de restituição? Continue lendo a matéria para descobrir!

ilustração de restituição de dinheiro
Restituição será paga a partir de 31 de maio

Restituição: quando será o pagamento e qual valor?

Mesmo com a mudança na data para envio da declaração de Imposto de Renda, que agora pode ser feita até 31 de maio, o calendário de restituição não mudou.

O primeiro lote está programado para o dia 31 de maio e o último lote para o dia 30 de setembro.

Pelas regras informadas, o valor da restituição é atualizado pela taxa Selic, acumulada a partir do mês seguinte ao prazo final de entrega da declaração até o mês anterior ao pagamento, mais 1% no mês do depósito.

Atualmente, a taxa básica de juros está em 2,75% ao ano, mas pela projeção do mercado financeiro, ela deve fechar o ano em 5,25%.

Calendário de restituições

Veja abaixo o calendário divulgado com as datas de restituições:

  • 1º lote: 31 de maio;
  • 2º lote: 30 de junho;
  • 3º lote: 30 de julho;
  • 4º lote: 31 de agosto;
  • 5º lote: 30 de setembro.

A prioridade para o recebimento é para os idosos, pessoas com deficiência, portadores de doenças graves e professores.

Como é calculado o imposto e o valor da restituição?

O Imposto de Renda é calculado com base na soma de todos os rendimentos tributáveis e na faixa de renda do contribuinte.

Já, a restituição é a devolução do montante a mais pago ou retino na fonte antes da declaração de ajuste anual.

É importante saber que os valores do imposto devido e da restituição depende em diversos fatores, como:

  • Total de rendimentos e das alíquotas;
  • Quantidade de fontes pagadoras;
  • Número de dependentes;
  • Total de despesas passíveis de dedução.

A tabela em vigor, sem correção desde 2015, diz que a mordida mensal retida pela Receita é calculada com base em alíquotas de 7,5%, 15%, 22,5% ou 27,5% sobre o valor dos rendimentos, descontada a parcela dedutível (desconto fixo) para cada faixa de rendimento.

Veja alguns exemplos citados pelo G1 sobre cálculos do Imposto de Renda, elaborados ela consultoria BDO:

Exemplo de cálculo de restituição para trabalhador com carteira assinada e salário de R$ 4 mil — Foto: Economia G1
Exemplo de cálculo de restituição para trabalhador com carteira assinada e salário de R$ 4 mil — Foto: Economia G1
Exemplo de cálculo de restituição para trabalhador com carteira assinada e salário de R$ 5 mil — Foto: Economia G1
Exemplo de cálculo de restituição para trabalhador com carteira assinada e salário de R$ 5 mil — Foto: Economia G1
Exemplo de cálculo de restituição para trabalhador com salário de R$ 6 mil de duas fontes pagadoras — Foto: Economia G1
Exemplo de cálculo de restituição para trabalhador com salário de R$ 6 mil de duas fontes pagadoras — Foto: Economia G1

Os contribuintes que contam com mais de uma fonte pagadora, devem saber que a declaração de ajuste anual pode resultar em mais um imposto a pagar em vez de restituição.

Isso ocorre, pois, ao somar todos os rendimentos anuais, o consumidor pode cair em uma faixa de tributação maior do que a aplicada nos descontos mensais de cada um dos empregos.

Cuidados na hora de declarar o Imposto de Renda

A Receita Federal paga os valores das restituições conforme os lotes, mas somente se não houver inconsistência na declaração.

Caso haja algum erro ou pendência, a declaração é retina em malha fina para verificação e só é liberada após correção, através de uma declaração retificadora, ou apresentação de documentos pelo contribuinte.

Vale saber que o contribuinte pode receber o aviso do pagamento de restituição pelo celular.

Para isso, é preciso instalar o aplicativo Pessoa Física e optar pelo serviço.

Dessa forma, quando a restituição for enviada para a conta informada na declaração, o dispositivo apresentará a seguinte mensagem: “Restituição enviada para o banco”.

Para consultar a restituição do Imposto de Renda clique aqui.

Bruna Santos
Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário