Quiq é lançado por redes de restaurantes contra apps de delivery: saiba como funciona

A pandemia do novo coronavírus afetou diversos setores da sociedade por conta das regras de isolamento social.

No entanto, alguns segmentos acabaram se beneficiando com essas mudanças, principalmente aqueles que oferecem serviços de entrega.

Publicidade

Publicidade

Novos hábitos

Para se ter uma ideia, os novos hábitos de consumo da população aumentaram cerca de 149% os gastos nos aplicativos Rappi, iFood e Uber Eats em 2020 de acordo com a Mobills.

Além disso, o Estudo Business Research Company apontou que o mercado global de serviços de entrega de alimentos deve passar de US$115,07 bilhões em 2020 para US$126,91 bilhões em 2021, representando um crescimento anual de 10,3%.

Diante do aumento no número de pedidos e de novos usuários nos apps, o monopólio dessas empresas está prestes a ganhar um concorrente, pois somente o iFood retém cerca de 70% dos usuários do mercado de delivery.

Publicidade

Publicidade

Outro dado interessante é que o uso de apps de delivery de comida cresceu 80% entre clientes acima de 60 anos, mostra pesquisa Ipsos e Datafolha.

Nova plataforma

Uma nova plataforma de integração de serviços de entrega contará com as redes Outback, Giraffas, Rei do Mate, Cia Tradicional do Comércio (dona de Braz Pizzaria, Pirajá e Lanchonete da Cidade, Ici), Grupo Halipar (Montana Grill e Jinjin), BFFC (Pizza Hut, KFC, Bob’s e Yoggi), Axiolong Uruguai (Logística).

Inicialmente a plataforma vai atuar com três mil restaurantes dos sócios, mas a meta é atingir 61 mil estabelecimentos até 2026.

Cerca de R$100 milhões dos sócios serão investidos pelos próximos cinco anos para que o objetivo seja conquistado.

A implementação da plataforma foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica e a decisão foi publicada no Diário Oficial da União.

O órgão é responsável por fiscalizar a concorrência do segmento no Brasil e garante que não haja problemas com outras empresas no futuro.

Quiq

Publicidade

Publicidade

Quiq será o nome da plataforma que terá como objetivo reduzir os valores e taxas cobradas pelas empresas que dominam o mercado aos estabelecimentos de alimentação.

Sendo assim, a chegada da nova plataforma poderá gerar competição no segmento de atuação, além de permitir que os restaurantes possam se organizar com apenas uma base de pedidos e entregas.

Soluções digitais

A plataforma foi desenvolvida pela 4all, empresa de soluções digitais comandada por José Renato Hopf (ex-Getnet) e Ricardo Galho.

A ferramenta vai permitir a integração de sistemas das indústrias, de operadores logísticos e ERPs (Sistemas Integrados de Gestão), bem como solucionar o acesso aos dados dos clientes para que os restaurantes conheçam a clientela.

Publicidade

Vale lembrar que as operações físicas das empresas seguirão separadas e não serão impactadas com as mudanças.

Publicidade

Responsáveis

De acordo com o diretor de desenvolvimento de plataformas digitais da 4all,Gustavo Schifino, “O número de deliveries subiu de 500 mil em 2019 para 2 milhões no ano passado”.

Por conta da pandemia, os responsáveis afirmam no documento encaminhado ao Cade que o lançamento da plataforma trará “evidentes efeitos pró-competitivos, por representar a criação de um novo player”.

O lançamento do Quiq estava previsto para o final deste ano, mas foi antecipado para o próximo mês. 

Nova plataforma promete reduzir custos para restaurantes e consumidores
Publicidade

Publicidade

O processo de aprovação levou sete meses e possibilitou que a plataforma chegasse ao mercado antes do esperado. 

Segundo Marcos Gouvêa de Souza, diretor-geral do Grupo GS & Gouvêa de Souza e especialista em varejo, a plataforma tem potencial de crescimento e pode proporcionar redução de custos, eficiência logística e trazer vantagens para o consumidor.

Fontes: Consumidor Moderno, O Globo, Terra, Poder 360, ABC do ABC.

Julia é formada em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e, no momento, atua como redatora para o portal NoDetalhe. Ao longo da carreira, a jornalista tem se especializado em produção de conteúdo otimizado para motores de busca e conversão, além de gerenciamento de mídias sociais e marketing digital.
Linkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário