Racionamento de água vai aumentar em novo calendário da Compesa

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), vai intensificar o racionamento de água em Caruaru. A crise hídrica na região foi tema de uma coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (20), na Estação de Tratamento de Água (ETA), no bairro do Salgado.

CONTINUA APÓS O ANUNCIO

A situação crítica em que se encontra a barragem de Jucazinho, em Surubim, e de outras barragens em colapso, foram destacadas pelo diretor regional do interior da Compesa, Marconi de Azevedo, e pela gerente da unidade de negócios do agreste central, Nyadja Menezes.

No encontro foram informadas as estratégias que serão implementadas pela Compesa para superar o quinto ano consecutivo de seca na região, a pior dos últimos anos. A quadra chuvosa já passou, e aconteceu entre 15 de Março até 15 de Julho deste ano, e poucas chuvas foram registradas.

O calendário de abastecimento de água de Caruaru foi modificado, atualmente os clientes da Compesa recebem água em quatro dias e ficam oito sem o líquido, e a partir do dia 28 de Julho, serão quatro dias com água e doze sem receber.

A cidade de Santa Cruz do Capibaribe não receberá mais água da barragem de Jucazinho, o município será abastecido pela água da barragem do Prata.

CONTINUA APÓS O ANUNCIO

Já o município de Surubim que atualmente é abastecida por Jucazinho, receberá água da barragem de Palmeirinha de Bom Jardim.

O Sistema Pau Ferro está em obra e quando estiver pronto, abastecerá as cidade de Quipapá, Lajedo e São Bento do Una.

As cidades de Tacaimbó, Belo Jardim e Sanhoró, estão sem água, em colapso total.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar