Bolsa Família: Casas com crianças de até 5 anos podem vir a ganhar bônus especial, segundo governo

O reajuste do Bolsa Família deve conceder bônus especial a famílias com crianças de até 5 anos. A informação foi divulgada pelo Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, em entrevista ao programa do Datena na Rádio Bandeirantes. Segundo o governo, o reajuste do Bolsa Família deve acontecer em fevereiro, trazendo um valor adicional a estas famílias.

A ampliação do valor de reajuste do Bolsa Família será destinada a famílias em situação de vulnerabilidade social que possuam crianças de até 5 anos de idade. O governo espera que, com o reajuste do Bolsa Família, as famílias consigam dar melhores condições de alimentação às crianças.

Em fevereiro, 14,3 milhões de famílias devem ser atendidas pelo Bolsa Família. Esse é o maior número de beneficiários do programa já registrado desde sua criação, em 2003. Mas fica o alerta, pois isso significa um aumento no número de pessoas em situação de vulnerabilidade social, diretamente ligado à pandemia de Covid-19.

Ainda conforme o ministro, o reajuste no Bolsa Família vai para votação no Congresso, que deve decidir pela aprovação da ampliação dos recursos destinados ao programa. O Bolsa Família é considerado a única fonte de auxílio de muitos brasileiros que estão em situação de extrema pobreza.

reajuste do bolsa família

Sobre o Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa do Governo Federal destinado a famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Com o Bolsa Família, essas famílias recebem a transferência direta de renda mensalmente, para que consigam superar a vulnerabilidade e pobreza.

Garantir o direito à alimentação e ao acesso à educação e à saúde são os principais objetivos do Bolsa Família. Mas para solicitar o Bolsa Família, é necessário estar cadastrado no CadÚnico.

Como se cadastrar no CadÚnico

O cadastro no CadÚnico é bem simples, mas é feito presencialmente, na prefeitura da sua cidade ou no Centro de Referência e Assistência Social mais próximo de você. Para isso, é preciso estar com CPF ou Título de Eleitor em mãos.

Mas também é preciso que o responsável pela unidade familiar esteja com toda a documentação de cada membro da família, ou seja:

  • Certidão de Nascimento; ou
  • Certidão de Casamento; ou
  • CPF; ou
  • Carteira de Identidade – RG; ou
  • Carteira de Trabalho; ou
  • Título de Eleitor.

O cadastro é realizado em no máximo uma hora. Depois disso, você receberá seu cartão do CadÚnico. Todo o procedimento é muito prático, mas é preciso ter todos os documentos em mãos para evitar transtornos. 

Regras do Bolsa Família

Para se cadastrar no Bolsa Família, é necessário que as famílias estejam enquadradas em alguns requisitos. Além disso, o programa do governo federal tem algumas regras básicas. Confira:

  • Crianças em idade escolar, entre 6 a 17 anos, devem estar devidamente matriculadas em uma instituição de ensino. Além disso, as crianças devem ter frequência escolar de 85% das aulas e os jovens de 16 a 17 anos, devem ter frequência de 75%;
  • Crianças menores de 7 anos devem estar com o calendário de vacinação em dia, e é necessário realizar acompanhamento de saúde e crescimento das crianças;
  • Se houver gestante na família, ela deve fazer acompanhamento de gestação.

Se você estiver cadastrado no CadÚnico e sua família se encaixar nessas regras, então, você pode solicitar o Bolsa Família e receber o benefício.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS.

Deixe seu comentário