Pix: Regras para transferências usando o Caixa Tem – Entenda tudo aqui

O governo federal anunciou que, a partir de hoje (30), os beneficiários do auxílio emergencial poderão realizar transferências de recursos via Pix.

No entanto, não será permitido que as transferências de recursos sejam feitas entre contas da mesma titularidade, através do sistema de pagamentos instantâneos do Banco do Brasil.

Publicidade

Publicidade

A nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial teve início em abril, com o depósito realizado na poupança social de cada beneficiário.

celular com pix
Auxílio emergencial pode ser transferido por Pix

Transferência via Pix

Conforme a decisão registrada pelo Banco Central, o beneficiário poderá transferir o valor do auxílio emergencial através do PIX, mas precisará enviar para uma conta com nome de outra pessoa.

Vale saber que essa medida visa evitar descontos ou compensações de dívidas que resultariam na redução do valor do benefício.

Publicidade

Publicidade

O que é PIX?

O Pix é uma ferramenta criada pelo Banco Central para realizar pagamentos e transferências, de forma instantânea, em qualquer dia e horário.

Vale destacar que o saldo disponível no aplicativo também poderá ser usado no pagamento de contas e compras com cartão de débito virtual ou QR Code.

Este novo sistema foi desenvolvido para substituir os tradicionais DOC e TED e permitir que as pessoas físicas façam transferências gratuitas.

Entretanto, saiba que em algumas empresas, é cobrada uma taxa em transações com o PIX por pessoas jurídicas.

Já as transações como saques ou transferências, via TED ou DOC, só serão disponibilizadas após a liberação do governo federal.

Caixa Tem: como aderir ao Pix?

Para incluir o Pix no aplicativo da Caixa Tem, o usuário precisará criar uma chave para acessar o sistema, que podem ser CPF, RG, telefone e e-mail.

Publicidade

Publicidade

Para ter sua chave Pix, veja o passo a passo:

  1. No aplicativo, clique em “Pix”, em seguida “Criar chave”;
  2. Sendo possível escolher: CPF, número de telefone, e-mail e chave aleatório, para criação;
  3. Escolha a chave que deseja criar, informe os dados e confirme;
  4. Será necessário finalizar digitando a senha de login. Lembrando que é possível criar até cinco chaves Pix, uma em cada banco.

Como fazer pagamento com Pix pelo Caixa Tem?

Para que o usuário consiga fazer alguma transação utilizando o Pix, ele precisará selecionar a funcionalidade ao lado do TED ou DOC, e digitar a chave que corresponde ao destinatário.

Quais são os benefícios do aplicativo?

Atualmente, o Caixa Tem oferece muitas funções que poderão facilitar o cidadão na hora de usar o aplicativo.

Veja alguns que já estão disponíveis para utilização:

  • Recebimento de benefícios liberados pelo governo;
  • Consulta de saldo e extrato;
  • Saques nas lotéricas e agências;
  • Cartão virtual;
  • Pagamentos no app e nas casas lotéricas;
  • Pagamentos em maquininhas;
  • Recarga de celular;
  • Transferências;
  • Pagamento de boletos como de contas de casa e contratação de seguro.

Banco Itaú já cobra por transferência imediata

Publicidade

Desde o dia 1º de fevereiro de 2021, o Banco Itaú cobra pelas transferências realizadas pelo sistema de pagamentos instantâneos Pix.

Publicidade

Vale saber que a cobrança é aplicada para pessoas jurídicas, segundo a Tabela Geral de Tarifas – Empresas. As taxas para transferências Pix podem chegar a R$ 9,60.

Embora ainda seja gratuito para pessoas físicas, existe a possibilidade de cobranças de taxas de serviços nas transações realizadas por empresas.

Essa taxa corresponde a 1,45% do valor do pagamento ou transferência. O valor mínimo é R$ 1,75 e o máximo é R$ 9,60.

Publicidade

Publicidade

Mesmo com a cobrança para transações Pix, o sistema ainda é o mais vantajoso para empresas, já que as taxas são bem menores, se comparadas com outras modalidades, como TED e DOC.

No entanto, esse valor acessível pode ser justificado pelo baixo custo da operação para as instituições financeiras, já que o Banco Central cobra R$ 0,01 a cada dez transferências realizadas pelo Pix.

É importante saber que a cobrança da taxa do Pix é optativa e algumas instituições estão oferecendo para seus clientes PJ a possibilidade de realizar transferências na modalidade gratuita, como é o caso dos bancos digitais Inter e Nubank.

Bruna Santos
Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

1 comentário

  • Ainda não sou cadastrado

Deixe seu comentário