Como antecipar restituição do Imposto de Renda 2021

O prazo para declarar o Imposto de Renda 2021 já passou, mas ainda é muito comum encontrarmos, principalmente na internet, “fórmulas mágicas” para as pessoas receberem o dinheiro de sua restituição antes dos outros.

Vale lembrar que a restituição é o valor que muitas pessoas têm direito após declarar o Imposto de Renda.

Publicidade

Publicidade

Se durante a entrega da declaração, a Receita Federal identificou que você recolheu mais imposto do que deveria, ao longo do ano, o valor extra da contribuição é devolvida para o contribuinte.

Mas, será que existe mesmo uma maneira “mágica” de conseguir a restituição do Imposto de Renda mais cedo? Descubra nesta matéria!

Saiba quais os riscos de pedir a antecipação da restituição do Imposto de Renda. Foto: Cesar Conventi/ Fotoarena/ Estadão Conteúdo
Saiba quais os riscos de pedir a antecipação da restituição do Imposto de Renda. Foto: Cesar Conventi/ Fotoarena/ Estadão Conteúdo

Antecipar restituição do Imposto: existe fórmula mágica?

A resposta rápida para essa pergunta é não. Todas as pessoas que devem declarar Imposto de Renda seguem o mesmo calendário de restituições divulgado pela Receita, mesmo antes de começar o período de declarações.

Publicidade

Publicidade

Sendo assim, as regras são simples:

  • Idosos e portadores de doenças graves e de deficiências recebem a restituição com prioridade;
  • A partir desse grupo de pessoas, quem entrega a declaração antes recebe sua restituição nos primeiros lotes.

Isso significa que a restituição é paga em diferentes lotes, após o fim do período de declaração do Imposto de Renda. Ou seja, as pessoas que recebem o valor primeiro, foram as primeiras a declarar o Imposto de Renda.

Sendo assim, quem deseja garantir que sua restituição chegue primeiro, deve fazer a declaração quanto antes.

E como receber a restituição do Imposto de Renda logo?

Sempre que a data da declaração do Imposto de Renda for divulgada, o contribuinte pode ir adiantando algumas coisas, já visando receber a restituição o mais breve. Veja:

  • Puxe a declaração do ano anterior: é possível pedir os informes de rendimento para sua empresa e instituição financeira. Se você tiver cônjuge ou dependentes, vale agilizar os documentos deles também;
  • Organize os recebidos médicos e de educação: em muitos casos, as despesas de saúde do ano anterior podem ser deduzidas do Imposto de Renda, mas saiba que isso irá funcionar apenas se houver documento que comprove. O mesmo vale para mensalidades de escola e faculdade;
  • Documentos de mudança: reúnas dos documentos de troca de emprego, vendas de bens, empréstimos, heranças, pensões, benefícios do governo, dentre outros. Qualquer alteração no patrimônio ou na renda deve ser informada e comprovada.

Antecipação da restituição do Imposto de Renda

É importante saber que se o contribuinte não quiser aguardar o calendário de restituição, ele pode buscar ajuda de algumas instituições financeiras que oferecem o serviço de “antecipação da restituição do Imposto de Renda”, mas que na verdade funciona como um empréstimo.

Neste caso, a pessoa física recebe o valor correspondente à restituição em forma de empréstimo, mas o valor é cobrado com juros.

Publicidade

Publicidade

O presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, alerta, em entrevista para o site O Povo Online, que apesar de essa proposta parecer boa, principalmente pelo momento em que estamos vivendo, é importante se atentar:

A realidade está muito diferente nestes últimos anos, sempre preguei que utilizar essa linha de crédito demonstrava falta de educação financeira, mas vivemos tempos de guerra contra a Covid-19 e seus impactos financeiros, assim, esse dinheiro se mostra uma ótima alternativa para quem está com redução ou sem renda. Mas, lembrando que a situação não está fácil, sendo necessário pensar nos hábitos financeiros e buscar economia imediatamente”, destaca.

Bancos

Confira as condições dos bancos que oferecem antecipação da restituição do Imposto de Renda:

  • Banco do Brasil

Taxa de juros: 1,43% a.m.

Valor: até R$ 20 mil

Publicidade

Percentual: até 100% do valor da restituição

Publicidade

  • Bradesco

Taxa de juros: 1,79% a.m.

Valor: de R$ 200 a R$ 50 mil

Percentual: até 100% do valor da restituição

  • Caixa
Publicidade

Publicidade

Taxa de juros: a partir de 1,78% a.m

Valor: não divulgado

Percentual: até 75%do valor da restituição

  • Itaú Unibanco

Taxa de juros: 1,67% a.m.

Valor: de R$ 200 a R$ 15 mil

Percentual: até 100% do valor da restituição

  • Santander

Taxa de juros: 1,65% a.m.

Valor: a partir de R$ 100

Percentual: até 100% do valor da restituição

Lembre-se de avaliar se realmente precisa do valor com urgente, já que os bancos costumam cobrar juros para realizar o empréstimo.

Nos próximos anos, tente reunir a documentação antes da data para evitar essa a antecipação da restituição do imposto de renda.

Fonte: O Povo Online

Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário