Sisu 2021: Calendário com resultados da lista de espera e convocações – Quando sai?

pessoa com notebook e logo sisu
Sisu 2021: Calendário com resultados da lista de espera e convocações - Quando sai?

O prazo para participar da lista de espera do Sisu 2021 já acabou! Os estudantes tiveram até a última sexta-feira, dia 23 de abril, para manifestar o seu interesse. 

Para quem conseguiu indicar a vontade de participar, agora, basta aguardar, pois, a primeira convocação deve acontecer já nos próximos dias. 

Publicidade

Publicidade

Vale ressaltar que apenas quem não foi selecionado em nenhuma das duas opções de curso do SiSU 2021.1, pode participar da lista de espera do programa.

Acompanhe aqui as datas importantes, como fazer a matrícula e quais os documentos necessários. 

pessoa com notebook e logo sisu
Sisu 2021: Calendário com resultados da lista de espera e convocações – Quando sai?

Quando sai os resultados da lista de espera do SISU?

O resultado da lista de espera do SISU 2021.1 deve ser divulgado amanhã, dia 27 de abril.

Publicidade

Publicidade

Porém, é importante estar atento ao local de divulgação. Como é a lista de espera, a divulgação do resultado é de total responsabilidade da própria instituição de ensino.

Isso já é previsto no edital e no portal da seleção:

“Na lista de espera, a convocação dos candidatos para a matrícula cabe às próprias instituições de ensino. Assim, é importante que os candidatos acompanhem as convocações da lista de espera junto à instituição na qual tenha manifestado interesse.”

Sendo assim, os candidatos devem ficar atentos às redes sociais oficiais e ao site da instituição escolhida. Além disso, a instituição pode realizar diversas convocações de inscritos.

Então, não desanime caso o seu nome não esteja nessa primeira lista, pois outras poderão vir, mesmo após o início do semestre letivo. 

Resultado da lista de espera: o que fazer após a aprovação?

Os estudantes aprovados, após ter a confirmação dos resultados da lista de espera do SISU, precisam procurar mais informações sobre os procedimentos de matrícula adotados pela instituição. Isso porque cada universidade tem o direito de exigir documentos diferentes. 

Publicidade

Publicidade

Também é necessário os prazos, que também mudam de instituição para instituição. 

Geralmente, as universidades e institutos solicitam os seguintes documentos: 

  • Documento original com foto (Pode ser RG, CNH, Passaporte);
  • CPF;
  • Certificado de conclusão do Ensino Médio;
  • Histórico escolar;
  • Título de eleitor (caso seja maior de 18 anos);
  • Comprovante de reservista do Exército;
  • Certidão de nascimento ou certidão de casamento
  • Comprovante de residência.

Além disso, aqueles que se candidataram às vagas de ações afirmativas, pois para elas pode ser necessário a apresentação de novos documentos específicos. 

É importante ressaltar que, caso o candidato perca o período de matrícula, ele perderá o direito à vaga, assim como ocorreu com os classificados na chamada regular.

Como funcionam as cotas no Sisu?

Publicidade

Como falamos acima, algumas pessoas se candidataram para as chamadas cotas, ou ações afirmativas, no Sisu 2021.1 e também para a lista de espera. 

Publicidade

Por isso, é preciso saber as diferenças entre as modalidades de cotas, que são: 

  • Cota L1: Candidatos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo;
  • Cota L2: Candidatos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo, autodeclarados pretos, pardos ou indígenas;
  • Cota L5: Candidatos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas, independente da renda;
  • Cota L6: Candidatos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas, independente da renda, autodeclarados pretos, pardos ou indígenas;
  • Cota L9: Candidatos com deficiência que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas;
  • Cota L10: Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas;
  • Cota L13: Candidatos com deficiência que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas;
  • Cota L14: Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Para mais informações, acesse o site do SISU

Amanda LinoJornalista com mais de 8 anos de experiência. Trabalhou como redatora, repórter e produtora na emissora Nossa Rádio FM e produtora na Metropolitana AM, depois foi diretora-geral do conhecido podcast Mamilos, passou por algumas agências de São Paulo e Rio de Janeiro e agora, além de colaboradora da WebGo Content, é Copy Content na In House da divisão agrícola da Bayer e Host/Criadora do podcast "Me Empresta Seus Óculos".
Veja mais ›
Fechar