Salário mínimo 2022: Como o novo valor poderá impactar três benefícios do Governo Federal

O salário mínimo 2022 já está sendo discutido e um dos pontos que se sabe até agora é que ele vai impactar os três benefícios do governo federal.

Isso acontecerá, pois, o pagamento de algumas categorias é sempre baseado no valor do piso nacional brasileiro.

Em 2022, a projeção é que o salário mínimo seja de R$ 1.147,00, um reajuste de 4,3%, em relação aos R$ 1.100,00 atuais.

Vale saber que o valor é baseado na inflação do ano anterior à implementação, neste caso, 2021, e por isso, ainda está sujeito a mudanças até o final do ano.

notas de dinheiro
Salário mínimo 2022 impactará três benefícios

Salário Mínimo 2022 e pandemia

O avanço da pandemia de Covid-19, que ainda está sem controle no país, a crise econômica e sanitária, deverá elevar a inflação e aumentar o preço dos alimentos e dos produtos básicos para a sobrevivência.

A projeção foi apresentada pelo Instituto Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), mas saiba que a intenção do governo federal é manter o poder de compra dos brasileiros.

Salário Mínimo 2022: benefícios impactados

O salário mínimo não teve aumento real e isso ocorre quando há reajuste acima da inflação.

Desde o início do governo Bolsonaro, não houve acréscimo além do indicado pela inflação. Conforme o Ministério da Economia, essa medida impede que as despesas ultrapassem o teto de gastos da União.

Entretanto, para manter o poder de compra, o reajuste anual no valor do piso nacional é determinado na Constituição.

Mas, entre os anos de 2007 e 2019, por exemplo, uma lei determinava que o piso nacional sofresse o aumento real sempre que o país tivesse crescimento econômico.

É importante lembrar que em 2021, o salário mínimo foi definido antes da inflação, por isso, houve diferença de R$ 2,00.

No entanto, a expectativa era que o valor fosse acrescentado aos R$ 1.100,00, em fevereiro, mas não houve reajuste.

Veja quais benefícios poderão ser impactados!

Piso Nacional de 2022 e aposentadoria do INSS

As informações do Instituto Nacional do Seguro Nacional (INSS) dizem que 65% dos beneficiários recebem salário mínimo e com a alteração do valor, os pagamentos de aposentados e pensionistas também terão reajustes.

Saiba que isso também mudará o teto do INSS, que conforme as projeções, passada de R$6.351,20 para R$ 6.624,30.

O limite a ser levado à Justiça também será maior, já que confere a 60 salários, mudando o valor para R$ 68.820.

Todos os benefícios concedidos pelo INSS, baseados no piso nacional, serão alterados conforme proposta.

Entre eles o auxílio-doença, pensão por morte e BPC terão valor maior.

Piso Nacional de 2022 e o Abono salarial

O PIS/Pasep contempla o trabalhador brasileiro com um valor máximo de um salário mínimo.

Se realmente ocorrer a mudança no valor do piso nacional de 2022 e o salário ficar confirmado em R$ 1.147,00, o trabalhador receberá entre R$ 95,00 e R$ 1.147,00 no PIS/ Pasep.

Esse benefício tem como forma de pagamento o tempo em que o trabalhador atuou no ano base.

Para simular o tempo trabalhado, é necessário multiplicar o valor mínimo, sendo R$ 95,00 pelos meses trabalhados, ou seja, pelo regime CLT.

Piso Nacional de 2022 e o Seguro-desemprego

Ele é baseado na média salarial do trabalhador brasileiro, sendo que o seguro-desemprego é pago apenas para as pessoas que não foram demitidas por justa causa.

Mas, como toda regra tem uma exceção, o trabalhador resgatado da condição equivalente à escravidão e ao pescador profissional com tempo de serviço considerável receberá.

Esses dois últimos grupos são pagos com um salário-mínimo.

Se o valor do salário mínimo, proposto pelo governo federal, for confirmado, eles receberão em 2020 R$ 1.147,00. Em outros casos, o limite atual é de R$ 1.813,03.

Bruna Santos
Jornalista com mais de 7 anos de experiência. Atuou como redatora em jornais impressos, sites especializados em moda e agências de comunicação em Mogi das Cruzes, São Paulo e Goiânia. Fez parte da equipe voluntários da ONG Trupe do Riso, cuidando das redes sociais da instituição. Além de colaboradora da WebGo Content, atua na Agência Conect, especializada em comunicação e marketing para profissionais da Saúde.
FacebookInstagramLinkedinWikipédia

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário