Saque Extraordinário do FGTS: apenas mais este grupo vai receber em junho

O calendário do Saque Extraordinário do FGTS chega ao fim nesta quarta-feira, com o pagamento de até R$1000 para quem nasceu em dezembro.

Nesta quarta-feira, 15 de junho, o último grupo receberá o dinheiro para realizar o Saque Extraordinário do FGTS. Cerca de 3,6 milhões de pessoas nascidas em dezembro terão direito ao valor, que é de até R$1000. Os pagamentos começaram a ser feitos em abril deste ano. 

A liberação do saque foi feita para reduzir o comprometimento da renda e endividamento das famílias  durante a pandemia de Covid-19, em conjunto com a antecipação do 13º salário do INSS e liberação do empréstimo SIM Digital – Caixa Tem. Além disso, confederações ligadas ao varejo estimam que o dinheiro vai movimentar o setor. 

Publicidade

Publicidade

De acordo com as expectativas da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), R$39 bilhões devem ser injetados no varejo ao longo de 2022 por conta do Saque Extraordinário do FGTS e Auxílio Brasil. 

Se por um lado, essas iniciativas prolongam pressões inflacionárias, por outro, ajudam a recompor a renda das famílias no curto prazo, dando fôlego às vendas no varejo”, avalia o economista da CNC, Fabio Bentes. 

Quem tem direito ao Saque Extraordinário do FGTS?

Saque Extraordinário do FGTS: apenas mais este grupo vai receber em junho
Nascidos em dezembro receberão até R$1000 para o Saque Extraordinário do FGTS nesta quarta-feira. (Imagem: Pixabay / Divulgação)

Qualquer pessoa com uma conta do FGTS, ativa ou inativa, com dinheiro tem direito ao Saque Extraordinário, de forma automática. O valor do saque será correspondente à quantia existente nesta conta. Se o trabalhador tiver mais de uma conta, a Caixa segue uma ordem de prioridade. 

Primeiro, são priorizadas as contas relativas a contratos de trabalho extintos, com início pela conta que tiver o menor saldo. Em seguida, as demais contas vinculadas são usadas, com início pela conta que tiver o menor saldo até chegar ao limite de R$1000. 

Publicidade

Publicidade

Os valores que estiverem bloqueados na conta do Fundo de Garantia, como operações de crédito de antecipação do Saque Aniversário, não estarão disponíveis para o saque do FGTS. 

O que fazer caso o depósito não seja realizado automaticamente?

Caso o trabalhador esteja com o cadastro desatualizado, o depósito do saque do FGTS pode não ser feito, mesmo para quem tem saldo na conta do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Veja o passo a passo para corrigir as informações sem precisar ir até uma agência da Caixa presencialmente:

  • Acesse o App FGTS;
  • Entre no menu “Saque Extraordinário”;
  • Confirmar/complemente os dados cadastrais;
  • Clique em “Solicitar Saque” para liberação do valor.

O repasse do dinheiro será realizado na conta CAIXA Tem na próxima janela de processamento.

Como movimentar o dinheiro?

 

O dineiro deve ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. No app, é possível pagar boletos e contas, utilizar o cartão de débito virtual para pagamento em lojas, sites ou aplicativos e para fazer compras em supermercados, padarias e farmácias com o pagamento via QR code nas maquininhas.

Publicidade

Publicidade

Se não houver desejo de ter acesso à quantia disponibilizada, a pessoa deve acessar o Aplicativo FGTS ou se dirigir a uma das agências do banco para informar que não quer receber o crédito. A solicitação pode ser feita até 10 de novembro. 

Outra opção, caso o dinheiro já tenha sido transferido para a Conta Poupança Social Digital, é não mexer no valor, para que o recurso retorne à conta do FGTS depois de 15 de dezembro. 

Golpe do Saque Extraordinário do FGTS

Um novo golpe relacionado ao Saque Extraordinário do FGTS está sendo praticado por organizações criminosas. Nele, os golpistas usam os dados do cidadão, que provavelmente foram vazados por outras fraudes, entram no aplicativo Caixa Tem e roubam o valor de até R$1000 que foi transferido.

Neste caso, o melhor é ficar de olho no app para verificar se alguma movimentação estranha foi feita. Se isso acontecer, é necessário ir até uma agência da Caixa, com documentos pessoais, para atestar o golpe. 

Publicidade

Em caso de dúvidas sobre o saque, o trabalhador pode entrar em contato por um dos canais oficiais da Caixa, como o telefone 4004-0104, para capitais e regiões metropolitanas, e o 0800 104 0104 para demais regiões.

Publicidade

 

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário