Último Conselho de Segurança Cidadã de 2017 é implantado no bairro Kennedy

0

A Prefeita de Caruaru, junto com a Secretaria de Ordem Pública, vai implantar, no bairro Kennedy, o último Conselho de Segurança Cidadã dos Bairros e da Zona Rural de 2017. “O nosso objetivo é incentivar a participação popular dentro do próprio espaço de convivência da comunidade, desenvolvendo a responsabilidade cidadã. Ninguém faz nada sozinho. Sabemos que a segurança pública é uma questão de todos, compreendemos o papel que o município pode exercer, mesmo com suas limitações, e vamos juntos tornar Caruaru uma cidade mais segura”, destaca a prefeita Raquel Lyra.

Foram cinco CONSECs implantados em Caruaru no primeiro ano de gestão. Primeiro, no bairro Santa Rosa; depois, no 4º distrito da zona rural, bairro do Salgado, 2º distrito da zona rural e, agora, no Bairro Kennedy. A implantação do Consec do bairro Kennedy será, nesta quarta-feira (06), às 19h, na Paróquia de São Bento, na rua Hermenegildo Francisco da Silva, nº40.

Entenda o CONSEC:
Na implantação do Conselho de Segurança Cidadã dos bairros e da zona rural – CONSEC, através da Secretaria de Ordem Pública (SECOP), é realizada uma reunião ordinária, onde é estabelecido um espaço de diálogo e discussão entre o poder público municipal e os representantes das comunidades (zona rural e urbana), objetivando a rapidez na resolução dos problemas de ordem pública.

A comunidade é responsável pela composição do conselho, que tem seis membros, e, através dessa mesa diretora, os problemas daquele bairro ou distrito serão apresentados através da Secop ao comitê “Juntos pela Segurança”. Este também será responsável pela implantação e monitoramento do Plano Municipal Juntos pela Segurança, em consonância com as ações e atribuições constitucionais dos diversos órgãos da esfera do poder público federal e estadual que atuam na preservação da ordem pública, trazendo, assim, resultados positivos na prevenção à violência em Caruaru.

A cada 30 dias da data de formação do Conselho de cada bairro, a Secretaria de Ordem Pública vai até as comunidades e realiza as reuniões devolutivas, onde são estregues as respostas das demandas.

Comentários