Inscrição para receber vale-gás em Ponta Grossa continua aberta

Prefeitura de cidade paranaense oferece benefício para compra de gás de cozinha

Moradores de Ponta Grossa, município do Paraná, podem se candidatar para receber o vale-gás.

De acordo com a prefeitura da cidade, cerca de mil oportunidades são oferecidas para famílias que recebem até três salários mínimos.

Publicidade

Publicidade

Prefeitura de cidade paranaense oferece benefício para compra de gás de cozinha

“O Vale-Gás é uma conquista do povo de Ponta Grossa e deve beneficiar apenas as famílias que realmente precisam. Em virtude disso, reabrimos os cadastros e possibilitaremos além do on-line, que as unidades do Mercado da Família e os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), auxiliem as pessoas que não conseguiram efetuar o cadastro pela internet”, comentou a prefeita Elizabeth Schmidt ao apontar que as vagas são oriundas dos cadastros não aprovados.

Cadastro

O cadastro para ter acesso ao benefício concedido pela prefeitura de Ponta Grossa é voltado apenas para famílias com renda familiar de até três salários mínimos. 

Para participar os interessados devem se inscrever aqui e fornecer as informações solicitadas.

Publicidade

Publicidade

Alguns documentos também são solicitados, como:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda e/ou benefício.

Ao preencher o cadastro a inscrição será analisada pela prefeitura e o beneficiário poderá utilizar o vale-gás.

Feira Verde

Atualmente, cinco mil famílias são atendidas pelo programa que está contribuindo com a prefeitura para essa seção.

Denominado Feira Verde, o programa tem como objetivo ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade por meio da troca de materiais recicláveis.

Diariamente, cerca de 15 mil quilos de recicláveis passam pelo programa, enquanto mensalmente o volume chega a 300 mil quilos.

Os materiais são retirados das comunidades e enviados para as associações de reciclagem de Ponta Grossa. 

Vale-gás

Publicidade

Publicidade

O vale-gás é constituído por créditos obtidos com a troca de materiais recicláveis. Ao todo são necessários 30 kg de metal, plástico, vidro, papel ou papelão para ter direito ao benefício.

Além de produtos hortifrutigranjeiros, o programa também permite trocar os materiais por leite, ovos e mel.

Como usar

A utilização do vale-gás pode ser feita com base nas seguintes orientações:

  1. Se fez cadastro pela internet, verifique se teve as informações aprovadas no site da prefeitura;
  2. Se foi indicado pela Fundação de Assistência Social, veja as informações de ponto de troca no site da prefeitura ou diretamente em um Centro de Referência de Assistência Social;
  3. O beneficiado deve ir até o ponto de troca determinado levando o material reciclável;
  4. No local, quem teve o cadastro online aprovado precisa imprimir a autodeclaração de renda e levar o documento assinado até o ponto de troca;
  5. Quando completar 30 kg de recicláveis, correspondente a 30 pontos, o usuário pode trocar os produtos pelo cartão vale-gás, na entrega;
  6. Se o beneficiado não completar os 30 kg de recicláveis em apenas uma troca, será entregue um ticket de comprovação dos materiais para controle (que poderá ser consultado pelo site da prefeitura);
  7. Para pedir o gás de cozinha à distribuidora, o beneficiado deve aguardar 36 horas após a efetivação da troca de recicláveis;
  8. Depois de feito o pedido do botijão de 13 kg, o produto será levado até à casa do beneficiado em até 24 horas. Também é possível fazer a retirada direto na distribuidora;
  9. É obrigatório que o beneficiado esteja em posse do botijão vazio para a troca pela recarga do gás, com direito a no máximo duas recargas no ano;
  10. A solicitação da segunda unidade de recarga pode ser feita após 45 dias da primeira;

De acordo com a prefeitura, o vale-gás é intransferível e não pode ser comercializado ou utilizado por outras pessoas.

Publicidade

Se for identificado o uso indevido, o beneficiário será imediatamente excluído do cadastro do programa Feira Verde.

Publicidade

Consulta

Segundo o secretário de Agricultura, Bruno Costa, “o usuário do Vale-Gás terá acesso ao campo para efetuar o cadastro on-line, poderá checar se o cadastro foi aprovado através do CPF do beneficiado, e também os pontos das trocas estarão disponibilizados no site”.

Além disso, Costa indica que no site existe um campo com perguntas frequentes onde as principais dúvidas dos usuários são sanadas.

Outra observação feita pela prefeitura alerta o usuário para se atentar ao prazo de validade do vale-gás, pois a recarga não será permitida posteriormente.

Preço do gás

Publicidade

Publicidade

Tal benefício concedido pela prefeitura de Ponta Grossa é uma iniciativa importante diante dos aumentos significativos no preço do gás de cozinha.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, desde o início de 2021 o preço médio do botijão de gás subiu quase 30%, para os consumidores.

Nesse caso, passou de R$75,29 no final de 2020 para R$96,89 na semana passada. A alta é mais de 5 vezes a inflação acumulada no período, de 5,67%.

Segundo o economista da FGV, André Braz,  o gás de botijão compromete cerca de 1,3% do orçamento familiar.

Para as famílias com baixa renda, o comprometimento chega a ser de 10% do salário mínimo, podendo encontrar o gás de 13kg por R$135 em alguns locais, forçando o corte de custos para poder se alimentar.

Fontes: G1 e Correio dos Campos.

Felipe CalboJornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo atuante na chamada "massa de mídias", trazendo mais um braço da pluralidade de opinião em detrimento do mito da imparcialidade.
Veja mais ›
Fechar