MEI: INSS terá valor de contribuição aumentando em 2021. Entenda!

O INSS aumentou o valor de contribuição do MEI em 2021. Desde o dia 1 de fevereiro, os microempreendedores individuais passaram a contribuir um pouco mais todos os meses. O reajuste foi feito devido ao novo salário mínimo, que passou a valer R$ 1.100 em janeiro deste ano.

Anteriormente, o MEI pagava R$ 52,25 por mês ao Instituto Nacional do Seguro Social. Mas como o INSS aumentou o valor de contribuição do MEI, o empreendedor deverá desembolsar R$ 55 mensais. Além disso, é preciso ficar atento, pois a cobrança do novo valor começa em março.

O novo salário mínimo também alterou a tabela do Documento de Arrecadação do Simples Nacional do MEI (DAS MEI). Este tributo é referente à contribuição do INSS e aos impostos de cada categoria. A base para o cálculo da DAS é de 5% do salário mínimo em vigor.

INSS aumentou o valor de contribuição do MEI

Nova plataforma MEI

O MEI agora tem acesso a uma plataforma totalmente reformulada e apta a atender todas as necessidades do microempreendedor individual. Agora, o acesso é realizado pelo endereço gov.br/mei.

Confira os serviços disponíveis:

  • Abertura gratuita do MEI;
  • Emissão de guias mensais para pagamento;
  • Alteração de dados cadastrais da empresa;
  • Nota fiscal eletrônica;
  • Informações sobre Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI);
  • Informação sobre qualificação do MEI;
  • Informação sobre créditos;
  • Crédito emergencial devido à pandemia;
  • Informação sobre programas de incentivo ao empreendedor;
  • Atividades do MEI;
  • Legislação;
  • Estatísticas;
  • Parcerias;
  • Baixa do MEI.

Benefícios do MEI

Se você ainda não é Microempreendedor Individual, mas pretende se tornar, saiba que quem é MEI tem direito a muitos benefícios previdenciários. Mas, para tê-los, é necessário realizar o pagamento do DAS e estar em dia com as demais obrigações do Microempreendedor Individual.

Confira abaixo uma lista com os benefícios previdenciários garantidos ao MEI.

  • Salário-maternidade: Para obter este benefício é necessário realizar 10 meses de contribuição;
  • Auxílio-doença: Para obter este benefício é necessário realizar 12 meses de contribuição;
  • Auxílio-reclusão: Para obter este benefício é necessário realizar 24 meses de contribuição;
  • Pensão por morte: Para obter este benefício é necessário realizar 24 meses de contribuição;
  • Aposentadoria por invalidez: Para obter este benefício é necessário realizar 12 meses de contribuição;
  • Aposentadoria por idade: Para obter este benefício é necessário realizar 180 meses de contribuição.

Agora você já sabe que o INSS aumentou o valor de contribuição do MEI, mas também conheceu as funcionalidades da nova plataforma e os benefícios de se tornar um microempreendedor individual.

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Luterana do Brasil de Canoas/RS.

Deixe seu comentário