23•04•2021

ALUGAR OU

COMPRAR?

O QUE VALE + A PENA HOJE

Rafaela Cortes 

IMÓVEL:

A pandemia impactou o mercado imobiliário e fez MUITO mais gente se pegar no dilema: ALUGAR OU COMPRAR?  A gente te ajuda a saber o que está valendo mais a pena >>>

QUANDO  VALE A PENA 

ALUGAR

QUANDO ALUGAR

✅Não tem dinheiro para investir ✅Não tem certeza de onde quer morar ou se precisará se mudar  ✅Não quer se comprometer com dívidas a longo prazo ✅Não quer se comprometer com manutenção e mobília

QUANDO  VALE A PENA

COMPRAR

QUANDO COMPRAR

✅Tem dinheiro investido (pode ser FGTS, poupança entre outras fontes) o que pode representar uma boa entrada em financiamento ou consórcio ✅Quer construir patrimônio ✅ Está construindo família (recém casados ou casais com filhos) ✅Quer economizar no aluguel para ter uma casa própria

SITUAÇÃO DO

MERCADO IMOBILIÁRIO

MERCADO PARA 2021

As  taxas de juros para financiamentos imobiliário tiveram baixa e alcançaram recor histórico de 2,75% na Taxa selic!

OPORTUNIDADES!

Isso quer dizer que é possível conseguir financiar um imóvel com parcelas que cabem no seu bolso.  Em 2020, houve um crescimento de 57,5% nos financiamentos imobiliários, indicando uma tendência para o setor e que, segundo especialistas, deve crescer ainda mais em 2021. 

OPORTUNIDADES!

Além disso, especialistas indicam que nas atuais condições do mercado, comprar um imóvel é um investimento seguro e rentável - até mais do que investir na bolsa de valores. 

Se você já tinha planos para comprar a sua casa própria este é um momento OPORTUNO para financiamentos e consórcios.  Mas..

Mas caso esteja numa situação de instabilidade financeira e tema não poder pagar as parcelas ou o investimentos inicial com entradas e documentação, continue no aluguel.  Assim, você evitará endividamentos. 

Acompanhe as notícias do setor imobiliário e os detalhes do mercado para te ajudar a tomar uma decisão consciente. 

AINDA NÃO SABE

O QUE FAZER?

Acompanhe mais notícias no nosso site!

Texto: Rafaela Cortes

Imagens: Canva, Giphy

Publicado em: 23 de abril de 2021

Informações de: Caixa, Sebrae