Aposentadoria INSS: reajuste começa a ser pago a partir desta segunda (01/02). Entenda como vai funcionar

Aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que ganham mais do que um salário mínimo começaram a receber um reajuste de 5,45% desde segunda-feira (01/02). Os pagamentos com o novo valor continuam até sexta-feira (05/02).

A data exata de pagamento varia de acordo com o número final do benefício, desconsiderando-se o dígito. Portanto, para saber o dia exato é preciso conferir a numeração.

Publicidade

Publicidade

Quem tem aposentadoria, pensão ou auxílio de um salário mínimo já começou a receber o valor reajustado a partir de 25 de janeiro e a correção deve se estender, também, até sexta-feira (05/02).

aposentadoria inss reajuste 2021

Reajuste da aposentadoria INSS

Mas, como funciona o reajuste dos benefícios do INSS, especificamente? Ele é feito de acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado no ano anterior, ou seja, em 2020.

É realizado de forma proporcional de acordo com o mês de concessão do benefício. Por exemplo, se seu benefício começou a ser pago em fevereiro de 2020, o índice será de 5,25%.

Publicidade

Publicidade

Já os segurados que ganham um salário mínimo têm um reajuste de 5,26%, conforme o piso nacional, quando o valor do mínimo passou de R$ 1.045,00 para R$ 1.100. Vale lembrar que, por lei, nenhuma aposentadoria ou pensão é inferior ao salário mínimo.

Calendário de reajuste da aposentadoria INSS 2021

O calendário de pagamento do reajuste da aposentadoria INSS 2021 considera o número final do benefício, sem o dígito. Portanto, se o número for 121.234.567-0, desconsidere o dígito e o número final é 7. Veja, a seguir, como ficou o calendário:

Aposentadoria e demais benefícios acima de um salário mínimo

  1. Primeiro de fevereiro: final 1 e 6;
  2. 2 de fevereiro: final 2 e 7;
  3. 3 de fevereiro: final 3 e 8;
  4. 4 de fevereiro: final 4 e 9;
  5. 5 de fevereiro: final 5 e 0.

Aposentadoria e outros benefícios até um salário mínimo

  1. 25 de janeiro: final 1;
  2. 26 de janeiro: final 2;
  3. 27 de janeiro: final 3;
  4. 28 de janeiro: final 4;
  5. 29 de janeiro: final 5;
  6. 1º de fevereiro: final 6;
  7. 2 de fevereiro: final 7;
  8. 3 de fevereiro: final 8;
  9. 4 de fevereiro: final 9;
  10. 5 de fevereiro: final 0.

Tabela de reajuste para quem se aposentou em 2020

Como dito anteriormente, quem recebe aposentadoria acima do salário mínimo terá um reajuste proporcional de acordo com o mês que o benefício foi liberado. Abaixo, indicamos qual é a porcentagem de aumento conforme o mês de início da aposentadoria:

  1. Janeiro de 2020: reajuste de 5,45%;
  2. Fevereiro de 2020: reajuste de 5,25%;
  3. Março de 2020: reajuste de 5,07%;
  4. Abril de 2020: reajuste de 4,88%;
  5. Maio de 2020: reajuste de 5,12%;
  6. Junho de 2020: reajuste de 5,39%;
  7. Julho de 2020: reajuste de 5,07%;
  8. Agosto de 2020: reajuste de 4,61%;
  9. Setembro de 2020: reajuste de 4,23%;
  10. Outubro de 2020: reajuste de 3,34%;
  11. Novembro de 2020: reajuste de 2,42%;
  12. Dezembro de 2020: reajuste de 1,46%.

Como consultar sua aposentadoria INSS

Está em dúvida sobre qual é o novo valor a ser pago? Uma das formas de verificá-lo é realizar a consulta da aposentadoria INSS. Existem duas formas de fazê-la sem precisar ir a um posto de atendimento da previdência social:

Por telefone

Neste caso, basta fazer uma ligação telefônica para o número 135, que é da Central de Atendimento do INSS. Tenha em mãos seu número de CPF e do benefício, para agilizar o serviço.

Vale lembrar que a ligação é gratuita, desde que feita a partir de um número fixo. O funcionamento da central é de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h.

Pela internet

Publicidade

Publicidade

A consulta é feita no Meu INSS, um portal de serviços para beneficiários e contribuintes. Confira, a seguir, um passo a passo para realizá-la:

  1. Acesse o Meu INSS;
  2. Clique em “entrar”, se já tiver uma senha. Caso não tenha, clique em “cadastrar senha” e siga as orientações dadas na página;
  3. Informe seu CPF e clique em “avançar”;
  4. Digite sua senha de acesso e clique em “entrar”;
  5. Selecione “meus benefícios”;
  6. Clique no benefício que recebe atualmente.

Pronto! Ao realizar esse passo a passo, a página será atualizada e trará informações sobre o benefício, como a situação atual e o valor.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário