Auxílio Brasil: inscritos no CadÚnico serão selecionados mensalmente

Todos os meses, famílias inscritas no CadÚnico serão selecionadas para aderir ao Auxílio Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família

Novas informações sobre a inclusão de beneficiários ao novo programa de transferência de renda do Governo. As pessoas que possuem o Cadastro Único, ferramenta desenvolvida para identificar famílias de baixa renda no país, serão selecionadas mês a mês para fazerem parte do atual Auxílio Brasil. Mas atenção, isso não significa uma garantia automática ao benefício.

Porque a inscrição no CadÚnico não representa garantia de que a família passará a receber o Auxílio Brasil?

O Cadastro Único é um dado básico necessário para fazer parte do novo programa Auxílio Brasil, isso porque esse cadastro representa um dado social de famílias que compõem a população de baixa renda no país, população alvo do benefício.

Publicidade

Publicidade

Auxílio Brasil irá selecionar inscritos no CadÚnico
fonte/produção: original

Mas não significa que feito o cadastro, automaticamente se recebe o benefício, o Ministério da Cidadania informa que ao longo de cada mês, serão consultados os dados registrados no CadÚnico da população, e conforme houver orçamento, irão incluir as famílias que já estão na lista de baixa renda.

O próprio Ministério se encarregará de informar as famílias do andamento desse processo de inclusão a cada novo mês.

Como funciona o novo auxílio para quem recebeu Bolsa Família até Outubro de 2021?

Para as famílias já cadastradas no programa anterior (Bolsa Família), a entrada no novo benefício se dá de forma automática. Como a família já estava anteriormente cadastrada num programa de transferência de renda do governo, as informações contidas na base de dados são utilizadas para redirecionar esse cadastro para o novo programa Auxílio Brasil.

Publicidade

Publicidade

Como fazer o Cadastro Único para ter oportunidade de receber o Auxílio Brasil?

O Cadastro Único pode ser realizado por famílias cuja renda por mês seja de até R$ 550 por membro (meio salário), por pessoas que morem sozinhas e ainda aquelas que estão em situação de rua. É necessário ter no mínimo 16 anos de idade.

A instituição responsável por fazer o CadÚnico é o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), onde deve se dirigir presencialmente, levando seus documentos e dos integrantes da família.

Haverá em seguida uma entrevista para validação dos dados, delinear do perfil da família, entrega do comprovante de cadastro que será assinado pela representante e, caso não exista, será gerado o NIS, importante para ingresso em qualquer programa social.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário