Bolsa do Povo Saúde tem auxílio de até R$ 750,00 com inscrição até 29 de setembro

A Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo abriu inscrições para o Programa Bolsa do Povo – Acolhe Saúde. O auxílio tem 3.800 bolsas destinadas a estudantes de baixa renda das áreas de Ciências da Saúde e Biológicas.

De acordo com o governo de SP, R$ 28,2 milhões em incentivos serão destinados aos estudantes de todo o estado. A ideia é oferecer subsídio financeiro para reforçar a renda e incentivar a formação de alunos nessas áreas.

Publicidade

Publicidade

As inscrições para o programa vão até 29 de setembro. Saiba, aqui, como realizá-las e mais informações sobre o Bolsa do Povo Saúde!

governador João Doria apresentando bolsa do povo

Quem pode se inscrever no Bolsa do Povo Saúde SP?

  • Estudantes de cursos técnicos, tecnológicos e bacharelado ou licenciatura nas áreas de Ciências da Saúde e Biológicas. Podem ser cursos em instituições de ensino públicas ou privadas;
  • Alunos de baixa renda, com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, o equivalente a R$ 550,00. Também precisa ter CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal);
  • Estudantes desempregados a três ou mais meses e que tenham idade igual ou superior a 18 anos completos até a data de encerramento das inscrições.

Total de bolsas e valor dos auxílios

O programa possui três bolsas que pagam valores diferentes de acordo com o perfil do estudante. A seguir, conheça quais são as bolsas e total pago em cada uma delas:

  • Curso técnico: bolsa destinada a alunos dessa modalidade de formação. Ao todo, são 1.500 bolsas/vagas no valor de R$ 500,00 por mês;
  • Graduação tecnológica: bolsa voltada a alunos da formação de tecnólogo. São 1.200 bolsas/vagas no valor de R$ 650,00 mensais;
  • Graduação bacharelado, licenciatura: bolsa com foco em cursos de graduação clássicos. O governo destinou 1.100 bolsas/vagas no valor de R$ 750,00 por mês.

Como funciona o Bolsa do Povo Saúde?

Uma vez concedida a bolsa, o estudante deve dedicar 20 horas semanais no desempenho de atividades de acolhimento dos usuários do SUS.

Publicidade

Publicidade

A atuação é específica em tarefas de apoio operacional e administrativo, executadas de segunda-feira a domingo, de acordo com a escala da unidade para a qual o estudante for encaminhado.

Caso não cumpra esse requisito de atuar em unidades do SUS, a bolsa pode ser suspensa e o estudante eliminado do programa do governo do estado.

No início de suas atividades, o estudante realizará um treinamento que será prestado pela própria unidade de saúde, dando conhecimento para o estudante realizar as tarefas.

Como se inscrever no Bolsa Povo Saúde

A inscrição no programa vai até o dia 29 de setembro e é feita online. A seguir, apresentamos um passo a passo para lhe guiar nessa tarefa:

  1. Acesse o site Bolsa do Povo;
  2. Role a página, localize e clique em “Acolhe Saúde”;
  3. Clique em “se inscrever”;
  4. Preencha os formulários de inscrição e finalize o processo.

Pronto! Agora é só aguardar o retorno do programa! De acordo com o governo do estado, os estudantes classificados são convocados por SMS e e-mail para comparecimento à unidade de saúde que optou no momento da inscrição. Na ocasião, o estudante deverá apresentar a seguinte documentação:

  • Documento de identidade (RG ou CNH);
  • Comprovante de matrícula em curso na área de Ciências da Saúde ou Biológicas. Pode ser uma declaração ou atestado emitido pela instituição de ensino, informando o curso, período de estudo e semestre em que o aluno está;
  • Comprovante de vacinação contra a covid-19 (a carteira de vacinação é suficiente).

Duração do benefício

Os estudantes aprovados permanecerão no programa pelo período máximo de seis meses, podendo ser prorrogado por período igual ou inferior até o término do Bolsa do Povo Saúde (30 de dezembro de 2022).

O que leva à suspensão do benefício?

Publicidade

Publicidade

Para receber o benefício Bolsa do Povo Saúde, o estudante precisa cumprir normas do programa. A seguir, indicamos o que pode acarretar o desligamento do aluno e a suspensão do pagamento da bolsa mensal:

  • Desistência de participação no programa a pedido do estudante;
  • Trancamento de matrícula ou ausência de entrega de atestado / declaração de frequência que comprove a assiduidade do estudante no curso;
  • Pedido da unidade de saúde pelo não atendimento do beneficiário aos requisitos do programa, impedindo sua permanência como bolsista.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário