22% dos brasileiros têm contas de luz em atraso

De acordo com uma pesquisa Datafolha realizada na primeira quinzena de setembro, 45% dos brasileiros estão com alguma dívida ou conta atrasada. Desse total, 22% correspondem a contas de luz em atraso.

Curiosamente, a conta de luz é a segunda no ranking de dívidas em atraso. Em primeiro lugar estão as dívidas de cartão de crédito, que historicamente possuem nível maior de inadimplência no Brasil devido às taxas de juros altíssimas.

Publicidade

Publicidade

contas de luz

Aumento da conta de luz

A inadimplência de conta de luz subiu 21% nos últimos 12 meses, o que é mais que o dobro do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Em setembro de 2021, o índice está em aproximadamente 10%.

Um dos motivos para a elevação da inadimplência é o aumento contínuo e expressivo das contas de luz nos últimos meses, devido à crise hídrica que o país enfrenta.

A baixa nos reservatórios fez com que as geradoras e distribuidoras acionassem usinas termelétricas para garantir o fornecimento de energia a todo o país. O problema é que esse tipo de energia é mais caro, além de mais poluente.

Publicidade

Publicidade

Como se trata de uma energia de alto custo, as operadoras alegaram que estão gastando mais e que sofreriam prejuízos se não houvesse aumento na conta de luz, repassando os custos para o consumidor.

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) atendeu o pedido das empresas e aumentou o valor do kwh, bem como das bandeiras tarifárias incidentes em contas de luz.

Vale lembrar que além do aumento do custo da energia elétrica, o consumidor também enfrenta a subida dos juros bancários devido ao aumento da taxa Selic, dificultando o acesso ao crédito.

Paralelamente, há o aumento da inflação, do preço do gás, do combustível, dos itens da cesta básica e do aluguel, que se for corrigido pelo IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) está com acumulado de mais de 30% no ano.

Como renegociar dívidas na conta de luz?

Está com a conta de luz atrasada e quer negociar suas dívidas? Há duas formas principais para isso! Uma delas é entrar em contato com a distribuidora responsável pelo fornecimento em sua cidade.

E não precisa telefonar ou se dirigir a um posto de atendimento presencial, já que todas as empresas oferecem atendimento online e a possibilidade de negociar a dívida pela internet.

Publicidade

Publicidade

Outra forma de negociar a dívida e conseguir até 90% de desconto para pagamento é por meio do Feirão Serasa Limpa Nome. Mas, atenção: não são todas as empresas de energia elétrica que participam do feirão da Serasa.

Veja, a seguir, como participar e negociar sua dívida de conta de luz atrasada:

  1. Acesse o site do Feirão Serasa Limpa Nome;
  2. Clique em “consultar dívidas grátis”;
  3. Informe seu CPF e clique em “continuar”;
  4. Digite sua senha, se já tiver cadastro, e clique em “continuar”. Caso não tenha, acesse usando sua conta Google;
  5. Verifique a dívida de conta de luz, as condições de pagamento e escolha a que melhor atende seu orçamento no momento;
  6. Finalize a negociação e pague a dívida.

Em quanto tempo o nome fica limpo após o pagamento?

Se seu nome estiver sujo devido ao atraso da conta de luz, após o pagamento do acordo de negociação a empresa tem um prazo de 5 dias úteis para regularizar a situação.

Caso seu nome e CPF ainda tenham restrição depois desse prazo, entre em contato com a empresa que você negociou a dívida e solicite a exclusão do cadastro de inadimplentes.

Quanto tempo sem pagar leva ao corte de luz?

Publicidade

A suspensão do serviço pode vir com apenas uma conta de luz atrasada. Caso a empresa opte pelo corte, ela deve seguir diretrizes da Aneel, que estabelece que o consumidor deve ser comunicado sobre o corte com antecedência mínima de 15 dias.

Publicidade

Logo, se sua conta está atrasada e recebeu um comunicado da empresa avisando sobre o corte, em 15 dias funcionários comparecerão em sua residência para fazer o corte.

Se a empresa não encaminhar a notificação e fizer o corte, a suspensão do serviço é indevida. Neste caso, o consumidor tem direito a uma indenização, ainda que não tenha pagado a conta de luz.

Depois do recebimento da notificação, o corte só pode ser feito em 90 dias depois do vencimento da conta. Se ultrapassar esse prazo, a empresa não pode mais efetuar o corte.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário