Chevette Tubarão 77: 4 prós e 4 contras de comprar um em 2023

Alexandre G. Peres

02/05/2023

Você já ouviu falar do Chevette Tubarão 77? Esse clássico da Chevrolet marcou uma época no Brasil e ainda hoje desperta o interesse de apaixonados por carros antigos.

Lançado em 1973, o Chevette ganhou uma série de melhorias que culminaram com a versão “Tubarão” de 1977, conhecida oficialmente como Chevette GP II 1.4. O apelido “Tubarão” surgiu devido ao design inspirado no Chevrolet Camaro, com uma frente mais alongada e faróis inclinados.

Ao longo dos anos, o Chevette Tubarão conquistou uma legião de fãs, que valorizam seu design arrojado e clássico, além da facilidade de manutenção. Se você é um desses entusiastas ou simplesmente curioso sobre carros antigos, confira nosso guia com os prós e contras de comprar um Chevette Tubarão em 2023.

Prós de comprar um Chevette Tubarão em 2023

Design clássico e charmoso

O Chevette Tubarão possui um visual marcante, com linhas que remetem aos carros esportivos dos anos 70. Seu design é uma mistura de elegância e esportividade, chamando a atenção por onde passa.

Preço acessível para um carro antigo

Em 2023, o preço de um Chevette Tubarão em bom estado gira em torno de R$ 20.000, um valor bastante acessível se comparado a outros modelos antigos. Além disso, o carro é isento de IPVA, o que também o torna bastante atrativo.

Facilidade de manutenção e conserto

O Chevette Tubarão é conhecido por sua mecânica simples e robusta, o que facilita a manutenção e os reparos. Além disso, o motor 1.4 é conhecido pela durabilidade, sendo possível encontrar muitos exemplares ainda em perfeito funcionamento.

Possibilidade de customização

Se você gosta de personalizar carros, o Chevette Tubarão é uma ótima opção. O modelo permite uma série de customizações, tanto no visual quanto na mecânica, para deixar o carro com a sua cara.

Contras de comprar um Chevette Tubarão em 2023

Baixa segurança em comparação com carros modernos

É importante lembrar que o Chevette Tubarão foi lançado em uma época em que os padrões de segurança eram bem diferentes dos atuais. Portanto, o carro não possui itens de segurança comuns em veículos modernos, como airbags e freios ABS.

Desempenho limitado em relação aos carros mais recentes

Apesar de ser um carro com visual esportivo, o Chevette Tubarão tem um desempenho limitado em comparação aos modelos mais recentes. Com 72 cv de potência e velocidade máxima de 142 km/h, não espere um desempenho muito arrebatador.

Dificuldade de encontrar peças de reposição

Apesar da fácil manutenção no geral, encontrar peças de reposição para o Chevette Tubarão pode ser um desafio. Algumas peças podem ser raras e caras, o que pode tornar manutenções mais específicas e reparos especiais algo complicado e oneroso. Entretanto, a comunidade de entusiastas do Chevette costuma ajudar na busca por peças e informações.

Alto consumo de combustível

O Chevette Tubarão não é um modelo econômico em termos de consumo de combustível. Na cidade, faz em média 9 km/l, enquanto na estrada alcança 13 km/l. Se comparado aos carros modernos, seu consumo é bem superior, o que pode pesar no bolso do proprietário.

Em resumo, o Chevette Tubarão é uma ótima opção para quem aprecia carros antigos e busca um modelo com design clássico e charmoso, mecânica simples e possibilidade de customização.

No entanto, é preciso estar ciente das limitações em relação à segurança, desempenho, disponibilidade de peças e consumo de combustível. Se você estiver disposto a enfrentar esses desafios, o Chevette Tubarão pode ser uma escolha interessante e recompensadora, proporcionando muitas histórias para contar e momentos inesquecíveis ao volante desse clássico brasileiro.

Ficha técnica do Chevette GP II 1.4

Categoria Informação
Ano 1977
Preço por volta de R$ 20.000
IPVA isento (com base no estado de SP)
Configuração Sedã compacto
Combustível gasolina
Lugares 5
Portas 2
Motorização motor 1.4, dianteiro, de disposição longitudional, 4 cilindros em linha, 350 cm³ de cilindrada unitária, 2 válvula por cilindro, aspiração natural, alimentação por carburador, com peso/potência de 12,36 kg/cv e peso/torque de 82,4 kg/kgfm
Potência máxima 72 cv a 5800 rpm
Torque máximo 10,8 kgfm a 3800 rpm
Velocidade máxima 142 km/h
Aceleração 0-100 km/h 19,5 segundos
Consumo na cidade 9 km/l
Consumo na estrada 13 km/l
Autonomia 405km na cidade e 585km na estrada
Câmbio manual de 4 marchas, com embreagem monodisco a seco
Tração traseira
Direção não assistida
Suspensão dianteira independente, braços sobrepostos, com mola helicoidal
Suspensão traseira eixo rígido, com mola helicoidal
Freio dianteiro disco sólido
Freio traseiro tambor
Comprimento 4120mm
Distância entre-eixos 2390mm
Porta-malas 323 litros
Peso 890kg
Largura 1570mm
Altura 1320mm
Tanque de combustível 45 litros

Leia também:
Sentra ou Versa? Veja um comparativo entre os dois sedãs da Nissan

Alexandre G. Peres
Escrito por

Alexandre G. Peres

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação, revisão e editoração de textos para Web.

0

Aguarde, procurando sua resposta