Matrícula Rio 2022 – Rematrículas já começaram. Veja como fazer

O prazo para a realização da matrícula Rio 2022, para alunos que já estudam na rede estadual de ensino, começou nesta quinta-feira, dia 28 de outubro. Ela deve ser feita de forma online, pelo site Matrícula Fácil. Os pais, responsáveis e alunos com mais de 18 anos precisam ficar atentos aos prazos, que foram divididos.

Veja as datas diferentes para a Matrícula Rio 2022:

Publicidade

Publicidade

  • Estudantes que querem permanecer no mesmo curso e mesmo turno em 2022: o período para a renovação da matrícula Rio 2022 será de 28/10/2021 a 03/11/2021;
  • Estudantes que desejam renovar a matrícula Rio 2022 e querem solicitar mudança de curso, turno ou de curso e turno: o período de renovação será de 04/11/2021 a 09/11/2021.

A Secretaria de Educação observa que o atendimento a esse pedido de mudança, seja de curso ou turno, estará condicionado à disponibilidade de vaga no momento da renovação. É importante frisar que o aluno que não renovar a sua matrícula nos períodos estabelecidos perderá o direito à vaga e deverá participar do processo de pré-matrícula informatizada.”, reforça o Governo do Rio de Janeiro por meio de nota.

Matrícula Rio 2022 para novos alunos

Alunos que já estão inscritos na rede estadual  já podem fazer a Matrícula Rio 2022, para renovarem o cadastro.
Alunos que já estão inscritos na rede estadual já podem fazer a Matrícula Rio 2022, para renovarem o cadastro. Veja os prazos. (Imagem: Pixabay / Divulgação)

Os alunos que querem ingressar na rede estadual, ou desejam fazer a mudança de escola, devem seguir outras datas para a Matrícula Rio 2022. A primeira fase de pré-matrículas estará aberta no período de 10/11/2021 a 05/12/2021. Todo o processo precisa ser feito pelo site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br).

Pela internet, é possível verificar a oferta de séries, cursos e turnos disponíveis. Durante a inscrição, o candidato pode escolher, no mínimo, três escolas de sua preferência. O resultado da alocação será divulgado no dia 20 de dezembro.

Caso o responsável ou aluno (se maior de idade) não tenha acesso à internet, ele poderá comparecer à unidade escolar para realizar a renovação.”, informa o Governo do Rio de Janeiro.

Retorno das aulas da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro

Esta semana foi marcada pelo retorno 100% presencial das aulas da rede estadual do Rio de Janeiro. O sistema de ensino estava seguindo o modelo híbrido desde março deste ano. Uma das maiores preocupações da Secretaria de Estado de Educação é com a evasão escolar durante a pandemia de covid-19.

Publicidade

Publicidade

As nossas diretoras, a todo momento, trabalharam em busca ativa para que nossos alunos retornassem às nossas salas de aulas, por meio de e-mails, de mensagens, de telefonemas, e, principalmente, indo buscar os alunos em sua residência. A partir dos próximos dias, o governo do estado apresentará um grande programa de busca ativa que envolverá aproximadamente 9 mil mulheres e 1,5 mil assistentes sociais”, anunciou o secretário estadual de Educação, Alexandre Vall nesta semana.

Faltam menos de 60 dias para o ano letivo da rede estadual terminar, mas as autoridades afirmam que o retorno presencial dos alunos é importante, para que seja possível fazer o diagnóstico da realidade atual dos estudantes. Com isso será possível adotar medidas pontuais e cirúrgicas para melhorar o desempenho das turmas.

Com o retorno das atividades nas escolas, o secretário estadual da Saúde, Alexandre Chieppe ressaltou que, mesmo se houver uma piora no cenário epidemiológico do Rio de Janeiro, as aulas não vão deixar de ser presenciais novamente.

A primeira recomendação é: não se fecha escola, caso aconteça algum caso. Identifica-se o aluno, isola-se o aluno, ele é encaminhado para o posto de Saúde, e essa equipe do posto começa o monitoramento daqueles indivíduos próximos daquele aluno. Obviamente, caso aconteça um surto, com vários casos secundários naquela escola, outras medidas poderão ser adotadas. Desde a suspensão daquela turma especificamente e o monitoramento dela, até a modificação de algum protocolo, que pode ter havido algum erro”, disse Chieppe.

Vacinação de adolescentes no Rio de Janeiro

A vacinação contra covid-19 de adolescentes de 12 a 17 anos no Rio de Janeiro está sendo feita normalmente no estado. Essa faixa-etária é imunizada com a vacina da Pfizer, a única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até o momento para esse grupo.

Para receber a vacina é preciso apresentar identificação original com foto, número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a caderneta de vacinação, se possível.

Marina Darie
Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário