Pontos ou cashback: afinal, qual é a melhor opção?

Pontos ou cashback afinal, qual é a melhor opção

O cashback e acúmulo de pontos para troca por produtos e serviços são duas das principais vantagens oferecidas pelos bancos para atrair mais clientes para seu cartão de crédito.

Entre os principais exemplos de cartões com cashback estão o da plataforma Méliuz e do Banco Inter. No que se refere aos programas de pontos, os mais conhecidos são o Livelo, Esfera e Smiles.

Publicidade

Publicidade

Mas, afinal, qual a melhor opção? Pontos ou cashback? Aqui, respondemos essa questão para lhe ajudar a escolher o cartão de crédito perfeito, de acordo com seu perfil. Acompanhe!

Cartão com programa de pontos ou cashback?

Pontos ou cashback afinal, qual é a melhor opção

Uma das formas de saber qual a melhor opção é conhecer as vantagens de ambos os programas. Assim, conseguirá identificar qual atende melhor suas necessidades e expectativas. Confira, a seguir, quais são as principais vantagens:

Vantagens dos programas de pontos

Neste programa, você acumula pontos a cada compra feita. No Livelo e Esfera, por exemplo, o cliente acumula 5 pontos por real gasto.

Publicidade

Publicidade

É possível utilizar esses pontos para troca por produtos em lojas parceiras ou por serviços, como passagens de avião, hospedagens em hotéis e aluguel de carros.

Normalmente, o programa costuma fazer promoções, como a de transferência bonificada, que possibilita multiplicar os pontos ao utilizá-los para programas de companhias aéreas. Algumas vezes, dá para dobrar a quantidade de pontos que possui.

Mas, é preciso esperar a promoção e nem sempre se sabe se vai acontecer ou quando irá ocorrer. Se não quiser esperar para transformar seus pontos em produtos ou serviços, você pode vendê-los.

De maneira geral, cobra-se R$ 20,00 pelo milheiro. Portanto, se tiver 10.000 pontos, conseguirá o equivalente a R$ 200,00. Plataformas como Hotmilhas e Maxmilhas compram pontos.

Se conseguir vender por R$ 20,00 o milheiro, terá um lucro de 20%, o que quase sempre é maior do que as ofertas de cashback direto.

Vantagens do cashback

O programa de cashback devolve ao cliente uma porcentagem do valor de cada compra. Normalmente, os bancos trabalham com 1%, 5%, 10%, 20% até 40% de cashback.

Publicidade

Publicidade

A porcentagem varia bastante e o maior cashback normalmente é oferecido no caso da compra de produtos específicos ou em promoções especiais feitas em datas comemorativas. Se tiver sorte, pode pegar um cashback de 100%, que já aconteceu, mas é raro.

Existem programas que corrigem o valor acumulado no cashback em 100% do CDI, portanto, seu dinheiro rende mesmo que parado na conta.

Um dos diferenciais desses programas é que você consegue transformar o benefício em dinheiro rapidamente, basta transferi-lo para sua conta corrente ou poupança para utilizá-lo como quiser, inclusive para pagar contas.

Quando um é melhor do que o outro?

Não sabe quando um programa de fidelidade é melhor do que o outro? Na realidade, depende muito de seu perfil e dos benefícios oferecidos.

Publicidade

Se o programa de pontos oferecer uma pontuação razoavelmente alta a cada compra e você utilizar bastante seu cartão, talvez essa alternativa seja interessante para seu perfil.

Publicidade

O motivo disso é simples: será possível acumular uma maior quantidade de pontos e terá mais possibilidade de uso. Se optar por vendê-los, seu lucro médio será de R$ 20%.

O cashback é interessante se quiser ter acesso rápido ao dinheiro, utilizando-o para abatimento de compras e contratação de serviços, por exemplo.

Além disso, ele compensa bastante se oferecer um retorno de cerca de 20% por compras (lucro que teria na venda de pontos) ou se tiver correção do saldo por a partir de 100% do CDI.

Publicidade

Publicidade

Neste caso, recomenda-se avaliar e escolher o programa que é mais adequado ao seu perfil, considerando benefícios e praticidade.

Detalhes importantes para considerar na escolha

  • Promoções envolvendo programas de pontos têm muitas variáveis, com uso em somente alguns parceiros e em determinados produtos. Verifique quais são essas variáveis antes do uso, para saber se compensa;
  • O processo de venda de pontos e recebimento do valor é de cerca de 60 dias. Portanto, se tiver pressa em usar o dinheiro, o programa de pontos não é a melhor opção;
  • O uso planejado dos pontos é mais vantajoso do que o resgate em cima da hora. Por exemplo, se utilizar seus pontos para uma passagem numa classe executiva com antecedência consumirá uma pontuação menor do que no resgate em cima da hora.

Flavio CarvalhoGestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
Veja mais ›
Fechar