WhatsApp anuncia sistema de cashback na Índia; novidade pode chegar ao Brasil?

O WhatsApp anunciou que, na Índia, haverá novo sistema de cashback para usuários. Quais as chances de a novidade chegar ao Brasil?

A funcionalidade de pagamentos do WhatsApp não tenha tanta adesão no Brasil, conforme constatado em pesquisa realizada no ano passado. Porém, na Índia, o cenário é diferente e o WhatsApp anunciou sistema de cashback para o país.

Ou seja, em breve será possível, na Índia, receber reembolso ao fazer transferências de dinheiro por meio do aplicativo de mensagens que conta com 500 milhões de usuários no país asiático.

Publicidade

Publicidade

Nesta matéria do NoDetalhe, você fica sabendo como vai funcionar o sistema de cashback do WhatsApp, qual o valor a ser oferecido pelo sistema, quais as chances de a novidade chegar ao Brasil e mais. Confira!

Como vai funcionar o Sistema de Cashback no WhatsApp indiano?

WhatsApp anuncia sistema de cashback na Índia; novidade pode chegar ao Brasil?
O WhatsApp anunciou que, na Índia, haverá novo sistema de cashback para usuários. Quais as chances de a novidade chegar ao Brasil? (Imagem: Reprodução/Internet)

Atualmente, a Índia é o maior mercado do WhatsApp, contando com mais ou menos 500 milhões de usuários. A oferta de pagamentos do aplicativo, o sistema de cashback (termo inglês que quer dizer “dinheiro de volta”, em tradução) a ser lançado no país asiático, deverá ser dobrada para 100 milhões de usuários.

Em linhas, o sistema recentemente anunciado pelo WhatsApp se trata de uma estratégia da empresa para atrair mais comerciantes e parceiros no país, que tem alta demanda para melhorar os índices de acesso do aplicativo de mensagens.

Publicidade

Publicidade

Em outras palavras, o objetivo do sistema de cashback do mensageiro, que irá destinar recompensas de reembolso para atrair mais indianos para seu serviço de pagamentos ponto a ponto, é dar mais destaque ao serviço de pagamentos do WhatsApp sobre plataformas concorrentes, como é o caso do Google. Mais especificamente, o WhatsApp está concorrendo com o Google Pay da Alphabet, o Paytm, apoiado pelo Ant Group e o PhonePe, do Walmart.

Convém comentar que o WhatsApp, de acordo com fontes, está realizando testes de um programa que distribuirá incentivos de reembolso para usuários que pagam pedágios, serviços públicos e outras contas diretamente do aplicativo.

Outro possível futuro investimento do WhatsApp serão testes de incentivos para os usuários que fazem pagamentos móveis para a Reliance Jio, que nada mais é do que a maior operadora de telecomunicações da Índia e é parceira do WhatsApp.

Qual será o valor do reembolso oferecido pelo WhatsApp na índia?

Até o final do mês de maio, o WhatsApp deverá a oferta de reembolso de até 33 rúpias indianas (US$ 0,40 ou R$ 2,16) para transferências que os usuários fizerem em seu serviço de pagamentos, que permite que os contatos enviem dinheiro entre si a partir do aplicativo de mensagens.

Para alguns, o valor do reembolso pode parecer pouco significativo. Porém, como afirma Neil Shah, vice-presidente de pesquisa da Counterpoint Research, o cashback seria um motivo “convincente o suficiente” para os usuários optarem por utilizar o WhatsApp na hora de realizar pagamentos e ou transferências.

Vai ter limite para receber reembolso?

Não. Independente do valor que o usuário transferir a outro por meio do WhatsApp, haverá a possibilidade de ganhar cashback. Isso porque o incentivo, que irá ser dividido em três transações, deve ser dado aos usuários independentemente do valor que for transferido para outra pessoa.

Publicidade

Publicidade

Sendo assim, mesmo que o valor transferido seja de apenas 1 rupia indiana, o usuário terá a possibilidade de ganhar dinheiro de volta em sua conta.

Quais as chances de a novidade chegar ao Brasil?

No momento, a adesão ao serviço de transferências e pagamentos do WhatsApp é baixa no Brasil, conforme apontado em pesquisa realizada em 2021 pela empresa Akamai Technologies. Pela pesquisa, foi observado que aproximadamente 60% dos brasileiros não confiam nesta ferramenta que tem seus pagamentos processado pelo Facebook Pay e pela Cielo no Brasil.

Tendo em vista a baixa adesão ao recurso pelos brasileiros, as chances de o novo sistema de cashback chegar ao Brasil nos próximos meses é baixa.

Veja também: Auxílio Brasil: Câmara aprova MP que aumenta valor mínimo para R$ 400

Redatora WebGo Content e bacharelanda em Comunicação Organizacional na UTFPR. Fã de café à meia noite e amante de fotografia de paisagens naturais. Adora sentir que está fora da própria bolha.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário