5 coisas que você NÃO pode fazer ao plantar SUCULENTAS!

Eduardo Peres

20/12/2022

Você possui planas suculentas na sua horta ou jardim? Caso tenha algumas, veja aqui no NoDetalhe 5 coisas que você NÃO deve fazer de jeito nenhum ao plantar suas suculentas no seu jardim. Veja a seguir quais são essas coisas e veja também se você cometeu algum desses erros ao plantá-las.

5 – Se descuidar com pragas e insetos

Não há nenhum jardim no mundo que não tenha insetos ou pragas nele. Você pode até tentar controlar a quantidade desses bichinhos que aparecem lá, mas é impossível evitar que eles apareça. Quando se trata das suculentas, os mais comuns que aparecem são pulgões e cochonilhas, e caso você não tenha cuidado com esses bichos, eles poderão destruir a planta.

O melhor jeito de combater essas pragas é removê-las utilizando um pedaço de algodão molhado com água e detergente neutro ou então utilizando óleo de neem, mas se você preferir, também pode utilizar algum inseticida que seja da sua preferência. E lembre-se que plantas adubadas e cultivadas corretamente, e que recebem a quantidade correta de luz possuem menos chances de serem atacas por essas criaturas.

4 – Uso de substrato inadequado

Esse é um erro comum que várias pessoas cometem ao plantar não só suculentas, mas outras plantas também, que é utilizar um substrato, ou seja, um solo inadequado para o plantio. Mas o que pode ser um substrato inadequado? você deve estar se perguntando, bem, um solo que, na maioria das vezes é muito pouco drenável.

Várias pessoas, quando vão plantar alguma planta no seu jardim, costuma utilizar a própria terra que está no seu quintal, e muitas vezes, essa terra vai ficando cada vez mais compactada dificultando o escoamento da água utilizada para regar a planta. Você pode comprar um substrato pronto ou então fazer o seu próprio.

Outra dica para um bom cultivo de suculentas é replantá-las uma vez por ano, pois assim, a renovação anual do substrato assim como a limpeza geral da planta garantirá o seu desenvolvimento e a sua saúde.

3 – Borrifar água nas folhas da planta

Sempre que você for regar as suas suculentas, principalmente as que são cultivadas dentro da sua casa, tome muito cuidado para não molhas as folhas da planta, pois isso fará com que elas se tornem úmidas demais aumentando as chances da proliferação de fungos. Se por acaso você deixar com que um pouco de água caia nas folhas acidentalmente, você pode virar o vaso (com cuidado para não derrubar terra ou a própria planta) para remover o a água nas folhas. Mas nunca passe os dedos nas folhas para não remover a pruína, que serve como uma cera protetora.

2 – Afogar as Suculentas por excesso de água

Esse erro também é extremamente comum entre pessoas que criam suculentas e outras plantas no geral, que é afogá-las por regá-las demais. Pessoas que regam suas plantas com muita frequência ou então que não esperam o solo secar correm um grande risco de sobrecarregá-las com água, fazendo com que elas morram por afogamento. Há também aquelas pessoas que regam as plantas com uma frequência tão pequena ou tão pouco que elas acabam ficando desidratadas, e consequentemente morrem.

A forma correta de regar uma suculenta é regando o substrato completamente e esperar até que a água escorra pelos buracos de drenagem no fundo do vaso, e depois que o substrato esteja bem seco, repetir o processo. Caso você esteja com dúvidas sobre a umidade do solo, você pode tocar a terra para sentir a umidade ou então utilizar um palito para perfurar o substrato e verificar a umidade da terra.

1 – Privar as Suculentas de luz natural

Todas as plantas, não importa de qual tipo seja, precisa de sol para viver, e caso elas sejam privadas da luz solar, inevitavelmente acabam morrendo caso sejam mantidas assim durante muito tempo. Tratando das suculentas, há tipos diferentes que precisam de quantidades diferentes de luz solar, com algumas precisando de Meia Sombra, ou seja, ambientes bem iluminados durante algumas horas por dia, e também há as de Sol Pleno, ou seja, que precisam ficar iluminadas durante o dia inteiro.

A melhor forma de identificar essas plantas é pela sua coloração, com as suculentas mais coloridas precisando de mais sol, enquanto as verde-escuros precisando de menos sol. E lembre-se que quando uma suculenta fica em um ambiente impróprio tratando-se da iluminação, elas começam a esticar suas folhas, aumentando de tamanho procurando mais luz solar, portanto sempre deixe suas plantas próximas à janelas.

E por fim nunca leve uma suculenta que ficou na sombra durante muito tempo diretamente para o sol para não queimá-la, leve-a aos poucos para acostumá-la.

Gostou de ler? Pois aproveite e confira também:
Tipos de plantas pendentes que deixam qualquer decoração mais exuberante

Tipos de plantas pendentes que deixam qualquer decoração mais exuberante

Eduardo Peres
Escrito por

Eduardo Peres

Redator da WebGo Content desde janeiro de 2022. Tenho interesse por assuntos como história, política, filmes, séries (preferencialmente de ação, aventura e ficção científica), além da literatura e pela tecnologia, principalmente por videogames.

0

Aguarde, procurando sua resposta