Conheça todos os direitos escondidos do MEI que ninguém conhece

Conheça todos os direitos escondidos do MEI que ninguém conhece e tudo que você precisar sobre o tema e um pouco mais aqui No Detalhe.

A sigla MEI se refere a Microempreendedor Individual. É basicamente uma classe de microempresa em que trabalhadores podem normatizar o seu empreendimento, mesmo ao trabalhar de forma autônoma. 

Essa categoria foi criada tendo em mente os trabalhadores como vendedores ambulantes, fotógrafos, cabeleireiros e manicures. Com o MEI, essas pessoas são capazes de regularizar seu negócio e receber diversos benefícios por direito. 

Publicidade

Publicidade

Quais são os direitos de quem tem um CNPJ MEI?

Ao se tornar MEI, os empreendedores contarão com diversos benefícios disponíveis, como, por exemplo, o ganho de maior poder para negociações com possíveis fornecedores e a emissão de notas fiscais. 

Conheça todos os direitos escondidos do MEI que ninguém conhece (2)
Fonte/Reprodução: original

Há uma lista de outros direitos e vantagens, alguns deles são:

  • CNPJ disponível;
  • Isenção de taxas para formalizar o registro da empresa;
  • Funcionamento sem licença ou alvará;
  • Acesso de serviços financeiros como contas jurídicas, máquinas para cartão e acesso a crédito;
  • Prestação de serviços ou venda a entidades privadas e do governo.

Lembre-se que para conseguir tirar seu MEI, é necessário, antes de tudo, que seu trabalho e serviços estejam na lista oficial. Além disso, para ser registrado como MEI, é necessário que sua renda seja de até R $81 mil ao ano, o equivalente a R $6.750 por mês.

Publicidade

Publicidade

Quais são os deveres?

Também existem deveres a se cumprir para aqueles que são ou desejam tirar seu MEI, independente da sua área de atuação, é necessário que realize todas as obrigações descritas, são elas:

  • Pagar em dia a contribuição mensal (DAS);
  • Emitir nota fiscal (NF) ao realizar transações com pessoas jurídicas;
  • Realizar um relatório mensal;
  • Armazenar todas as NFs por 5 anos;
  • Realizar um documento para declarar o faturamento anual.

Para se inscrever e se tornar MEI, é preciso procurar pelo Portal do Empreendedor. Lá terá a aba específica para este serviço descrita como “Formalize-se”. Para realizar a inscrição basta preencher seus dados pessoais e informações da empresa.

O que quase ninguém sabe?

Mesmo com tantos benefícios e facilidades, há informações que quase ninguém sabe sobre ser um microempreendedor individual. Um deles é que se seu negócio não estiver dentre as 466 atividades da lista, é provável que você não será aceito como MEI.

Com o MEI, a aposentadoria só pode ser feita levando em consideração a idade, isso se deu após a reforma previdenciária social. A idade mínima para mulheres é de 61 anos, em caso de homens a idade é no mínimo 65 anos. 

Por último, sendo um microempreendedor individual, há apenas a possibilidade de registrar um funcionário. Isso porque seguindo esta regra, o MEI poderá garantir todas as garantias para seu colaborador e se defender de possíveis reclamações da área trabalhista.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário