Conheça um pouco mais sobre o Real Digital

Conheça mais sobre o real digital, como funciona, quando entra em vigor e quais são as consequências disso para o uso do dinheiro.

O Real Digital é um projeto do BC (Banco Central) que vai reduzir ainda mais o dinheiro físico. O projeto visa um futuro em que cada vez mais o dinheiro físico sairá de circulação.

Atualmente, discussões mais técnicas como os possíveis impactos em depósitos e a alternativa de realizar um trabalho em conjunto com as outras moedas digitais. Nessas discussões, estudam-se formas de realizar importações e exportações, uso do PIX internacionalmente.

Publicidade

Publicidade

O que é o real digital?

O Banco Central tem planos de lançar o Real Digital até 2024. A moeda terá o mesmo valor do dinheiro tradicional, configurando-se como uma CBDC (Central Bank Digital Currency, ou “Câmbio Digital do Banco Central” em tradução livre), ou seja, uma moeda alternativa de valor equivalente ao físico.

Conheça um pouco mais sobre o Real Digital (2)
Fonte/Reprodução: original

O Real Digital não poderá ser convertido em cédulas ou moedas, mas terá seus valores indicados através de códigos gerados pelo próprio Banco Central.

O Governo pretende, com a adoção do Real Digital, que essa moeda faça parte do cotidiano e possa ser utilizada em transações, pagamentos, compras e até mesmo em investimentos.

Publicidade

Publicidade

Como funciona o real digital?

O Real Digital não se configura como uma criptomoeda. As criptomoedas, além de não serem reguladas pelo Banco Central, são privadas e apresentam características referentes a investimentos. A moeda digital será emitida pelo Banco Central e distribuída por meio de bancos e demais instituições financeiras.

A moeda digital será emitida pelo Banco Central e distribuída por meio de bancos e demais instituições financeiras. Uma das maiores vantagens apontadas por quem defende a adoção do projeto são seus pontos positivos para além da conversão por meio de bancos: o papel-moeda terá suas emissões reduzidas.

As Bahamas, por exemplo, lançaram em outubro de 2020 o Sand Dollar (ou “dólar de areia”, em tradução livre) e assim passou a ser o primeiro país a lançar uma CBDC. EUA, China e Japão também são exemplos de países que já utilizam moedas digitais.

Para que serve exatamente e como usar?

O Real Digital servirá exatamente como o dinheiro papel-moeda, mas de maneira digital. Terá o mesmo valor da moeda “original”, e poderá ser utilizado em pagamentos, transferências e tudo mais que já é realizado através de aplicativos dos bancos tradicionais.

Apenas 3% do dinheiro disponível para operações no país estão em forma de papel, mostrando que a digitalização proposta pelo Banco Central já começou. O Banco Central aposta que, com o real digital, a lavagem de dinheiro deve ser inibida, além de estimular a inovação nas concorrências de ambiente virtual.

De acordo com o BIS (Banco de Compensações Internacionais), mais de 80% dos bancos centrais do mundo estão desenvolvendo moedas digitais cujo valor equivale à moeda real. Transações em dispositivos móveis — ou seja, celulares e tablets — aumentaram 35% de 2019 a 2020 de acordo com o Banco Central.

Publicidade

Publicidade

O Banco Central planeja realizar alguns testes piloto em 2022 com relação ao Real Digital. O BC planeja, com esses testes, estimular novas ferramentas como transações offline.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário