Cuidado: estas 7 modificações DIMINUEM O VALOR do seu carro!

Eduardo Peres

30/01/2023

Modificar um carro pode ser algo muito divertido para alguns. Mas é necessário tomar cuidado, pois existem algumas, ou melhor, várias modificações que diminuem o valor do carro, tornando-o mais difícil de ser vendido, além de desvalorizá-lo consideravelmente. Veja a seguir 7 dessas modificações que você precisa tomar muito cuidado.

7 – Pintar o carro de uma cor diferente

(Imagem: A n v e s h/ Unsplash)

(Imagem: A n v e s h/ Unsplash)

Pintar o carro nem sempre pode ser algo ruim, porém tudo depende da cor que você pinta o veículo. Por exemplo, pintar o carro de uma cor muito chamativa, ou adicionar aquelas chamas nas laterais ou no capô do veículo podem acabar diminuindo o seu valor.

Além disso, colocar muitos adesivos no carro também podem acabar tirando o seu valor, além de acabar descaracterizando o veículo e diminuir a sua originalidade. Mas por outro lado, dependendo do tipo do veículo e da pintura aplicada, o valor do automóvel nem sempre diminuirá.

6 – Trocar os pneus e rodas

Os pneus tendem a desgastar com o tempo, e é importante trocá-los depois de algum tempo de uso. Mas é bom escolher bem qual tipo de pneu você colocará no seu veículo, pois dependendo do tipo que você colocar o valor do automóvel pode acabar diminuindo, ainda mais se o pneu não combinar com o carro.

Além dos pneus, as rodas, que é onde os pneus se encaixam, também podem ser trocadas, seja por desgaste ou então para deixar o carro com um visual diferente. É bom tomar cuidado com essas modificações, principalmente com a das rodas, pois caso a modificação for feita de forma inadequada, a segurança do veículo poderá ser colocada em risco.

5 – Instalar equipamentos novos

É algo normal instalar equipamentos novos como sistema de som, faróis novos, novo escapamento etc. Porém, assim como outras modificações nessa lista, realizar a montagem ou alteração desses sistemas pode fazer com que o carro tenha uma grande perda de valor.

Nem todos no mercado automobilístico possuem o mesmo gosto quando se trata de modificar um carro, e existe aqueles que são até mesmo contra realizar modificações. Então, fazer a montagem de novos equipamentos sem dúvidas podem acabar desvalorizando um veículo.

4 – Trocar o escapamento

A troca de escapamento já foi mencionada anteriormente, mas vamos entrar mais em detalhes sobre essa modificação. Embora realizar a troca do escapamento possa melhorar um pouco o desempenho do veículo, trocar o sistema de escape do automóvel, assim como cortá-lo, também pode ser prejudicial ao seu valor.

Alguns motoristas realizam essa modificação para deixar o veículo com um som mais potente, mas além de tornar o veículo mais barulhento, o que pode incomodar muita gente, um novo escapamento que não combine com o veículo pode acabar fazendo com que ele seja mais difícil de ser vendido.

3 – Alterar os faróis

Também já mencionamos que alterar os faróis do carro podem diminuir o seu valor, como alterar a cor deles ou então trocá-los por faróis mais potentes, maiores ou mais brilhantes podem fazer com que o automóvel sofra uma desvalorização no seu preço.

Dependendo do tipo dos faróis que são instalados no carro, o preço dele poderá diminuir mais, ou então menos. Além disso, os faróis novos podem acabar afetando a visibilidade do motorista em climas chuvosos ou enquanto ele dirige à noite.

2 – Rebaixar o veículo

Também é normal que os motoristas, pelo menos alguns, rebaixem o veículo, além de cortar as molas da suspenção. Porém, muitos não sabem que, além de tornar a condução do carro mais difícil e instável, o valor do carro também pode acabar diminuindo, e muito.

Além disso, rebaixar o carro pode torná-lo mais suscetível a danos como amassados e arranhões, principalmente se o veículo for conduzido em estradas danificadas com buracos, rachaduras etc.

1 – Remover ou modificar equipamentos de segurança

Embora nem todos façam modificações assim, alguns motoristas tendem a remover ou modificar equipamentos de segurança que vem com o carro, como remover os airbags, alterar o sistema de freios, modificar a aparência externa do veículo dificultando a visão do motorista ou então fazendo com que o carro seja pouco visível para outros motoristas em climas com pouca visibilidade.

Além de fazer com que o veículo tenha a sua confiabilidade reduzida, fazer a remoção ou modificação desses equipamentos podem fazer com que ele sofra uma grande desvalorização, pois nem todos no mercado automobilístico podem estar afim de comprar um carro que teve seus sistemas de segurança grandemente modificados.

Gostou de ler? Pois aproveite e confira também:
4 caminhonetes mais imponentes de 2023: 3º lugar é um monstro!

Eduardo Peres
Escrito por

Eduardo Peres

Redator da WebGo Content desde janeiro de 2022. Tenho interesse por assuntos como história, política, filmes, séries (preferencialmente de ação, aventura e ficção científica), além da literatura e pela tecnologia, principalmente por videogames.

0

Aguarde, procurando sua resposta