Dinheiro esquecido levou brasileiros da euforia à decepção. Conheça algumas histórias

A liberação do valor do dinheiro esquecido deixou muitos brasileiros frustrados. Veja, aqui, histórias e entenda o que aconteceu!

O início da devolução do dinheiro esquecido na última segunda-feira (07) fez com que muitos brasileiros fossem da euforia à decepção.

Não é para menos, afinal, muitos fizeram planos pensando que resgatariam um valor alto, mas no final o total a ser devolvido era de poucos centavos.

Publicidade

Publicidade

Aqui, você conhece algumas histórias de quem ficou decepcionado com o total a receber e precisou deixar seus planos para depois. Confira!

Como foi a primeira semana de pagamentos do dinheiro esquecido

Dinheiro esquecido levou brasileiros da euforia à decepção. Conheça algumas histórias

O BC (Banco Central) iniciou a consulta de valores disponíveis e agendamento da devolução do dinheiro esquecido na última segunda-feira (07).

Quem tinha algum valor a receber precisava retornar ao site do Banco Central para agendar o repasse, informando uma chave Pix para pagamento.

Publicidade

Publicidade

Mas a consulta de valores e agendamento do pagamento estavam disponíveis somente para quem nasceu antes de 1968 ou para empresas que foram abertas antes desse ano.

A princípio, o calendário de consulta para esse público vai de 7 a 12 de março. Já quem nasceu entre 1968 e 1983 tem do dia 14 a 19 de março para consultar valores e agendar o repasse.

Quem nasceu após 1983 deve consultar e agendar o pagamento de 21 a 26 de março, realizando tais procedimentos diretamente no site de valores a receber do Banco Central.

Tem dinheiro esquecido, mas deixou o prazo passar? Não há problemas! O BC informou que quem passou do prazo poderá sacar o valor em outras rodadas do programa ou diretamente com a instituição financeira.

Algumas histórias de decepção com o valor disponível nos bancos

Quem fez a consulta anteriormente e teve uma resposta positiva sobre o dinheiro esquecido começou a fazer planos de como gastar essa grana extra.

Há quem queria pagar dívidas, aquele que queria trocar o carro ou comprar algo para si ou para a casa. Mas a decepção foi grande: existem muitos casos de pessoas que tinham direito a poucos centavos.

Publicidade

Publicidade

É o caso de uma aposentada moradora de Natal. A senhora de mais de 80 anos fez a consulta na primeira etapa, viu que tinha dinheiro para receber e começou seus planos para trocar de carro.

Ela acreditava que receberia o dinheiro da poupança confiscada no governo Collor e usaria o valor agora para trocar seu carro. Mas, ao realizar a consulta do valor, foi informada que só tinha R$ 2,82 para receber.

Não foi somente essa senhora que ficou frustrada com o valor. Quando a consulta foi liberada, as redes sociais foram tomadas por posts com repletos de decepção e piadas com o dinheiro esquecido.

Há casos de brasileiros que receberão apenas R$ 0,01, tanto que muitos acreditam que nem vale a pena o esforço e trabalho de transferir esse valor para sua conta.

Como consultar dinheiro esquecido

Publicidade

Ainda não fez sua consulta para verificar se tem direito ao dinheiro esquecido, ainda que seja para receber poucos centavos? Então confira este passo a passo para lhe ajudar a verificar se possui algum valor a receber:

Publicidade

  1. Acesse o SVR (Sistema de Valores a Receber);
  2. Digite seu CPF (para pessoas físicas) ou CNPJ (para pessoas jurídicas);
  3. Informe sua data de nascimento ou de abertura da empresa;
  4. Clique em “consultar”.

Se tiver dinheiro esquecido em bancos, o site informará e indicará quando deverá retornar à página para agendar a devolução. Você só conseguirá saber qual o valor a ser pago no dia de consulta e agendamento.

Como receber o dinheiro esquecido?

O cidadão que tiver dinheiro esquecido deverá solicitar a devolução diretamente no site de consulta do Banco Central. Abaixo, você confere como fazer esse processo:

  1. Acesse o SVR (Sistema de Valores a Receber) e informe os dados solicitados;
  2. Verifique a data e horário de agendamento da devolução. Se for agora, clique em “acessar meus valores a receber”. Caso não seja, volte no dia e horário informados;
  3. Faça login em sua conta gov.br;
  4. Leia e aceite o termo de ciência;
  5. Veja o valor a receber, confira a origem e informações adicionais, se houver;
  6. Selecione em “solicitar por aqui”, para receber via Pix em até 12 dias úteis. Se a opção de Pix não estiver disponível, clique em “solicitar via instituição”. Neste último caso, será preciso entrar em contato com o banco para combinar a devolução.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário