Enviei um Pix errado: o que fazer para reaver o dinheiro?

Saiba o que é o Pix, como ele funciona e entenda o que fazer ao enviar um Pix errado; se é possível reaver o dinheiro ou não.

O Pix é um método de pagamento que cada vez mais tem se popularizado entre os brasileiros. Ainda que se trate de uma forma de pagamento bastante eficiente, é possível que o usuário cometa erros na hora de utilizá-lo.

Entre aqueles que utilizam o Pix como método de pagamento, é comum surgirem as seguintes dúvidas: o que devo fazer ao enviar um Pix errado? Posso receber meu dinheiro de volta?

Publicidade

Publicidade

Nesta matéria do NoDetalhe, você fica sabendo mais sobre o Pix, como ele funciona e como proceder ao enviar um Pix errado. Confira!

O que é Pix?

Enviei um Pix errado: o que fazer para reaver o dinheiro?
Saiba o que é o Pix, como ele funciona e entenda o que fazer ao enviar um Pix errado; se é possível reaver o dinheiro ou não. (Imagem: Pexels/Divulgação)

O Pix é uma modalidade de pagamento criada e lançada pelo Banco Central do Brasil. Desde que foi lançada, em outubro de 2020, houve uma redução considerável da movimentação de dinheiro em espécie entre os brasileiros. São muitos os motivos que levam a população a optar por esta forma de pagamento.

Além de ser inclusivo, já que não exige que o usuário tenha uma conta no banco para utilizar essa forma de pagamento, o Pix também é bastante prático. Afinal de contas, o processo pode realizado todo de forma digital e o usuário apenas precisa da chave de identificação (ou Chave Pix) do destinatário para realizar a operação de transferência.

Publicidade

Publicidade

O Pix fica à disposição dos consumidores 24 horas por dia, todos os dias da semana, incluindo finais de semana e feriados, quando outros modelos de transação, como é o caso das transferências via TED e DOC, não costumam funcionar.

Como o Pix funciona?

Para utilizar o Pix, o usuário só precisa ter uma conta digital, seja uma conta bancária ou em aplicativos de pagamentos como o PicPay e o Mercado Pago. Nesta conta digital, o usuário deve ativar a funcionalidade Pix, para poder receber e enviar pagamentos para quem desejar, quando desejar e onde quiser.

Para usar o Pix, os usuários precisam definir uma chave de identificação, mais conhecida como Chave Pix, que pode ser o endereço de e-mail, número de CPF, número de celular e assim por diante.

Na hora de fazer uma transferência via Pix, o usuário deve inserir a chave de identificação do destinatário e, depois de confirmar, deve verificar se os dados do destinatário da operação são os mesmos da pessoa para quem se deseja fazer a transferência, como nome completo, instituição financeira e assim por diante.

Depois de verificar essas informações com cuidado, o usuário pode finalizar o processo, caso as informações estejam corretas, utilizando biometria ou senha da conta digital. Se as informações que aparecerem no aplicativo não forem as mesmas da pessoa para quem se pretende fazer um pagamento, é possível cancelar a operação.

Como o processo pode ser feito de maneira bastante rápida, existem chances de o usuário fazer um Pix errado.

Como proceder ao enviar um Pix errado?

Publicidade

Publicidade

Segundo o Banco Central, é possível cancelar uma operação. A condição para isso é que o pagamento ainda não tenha sido confirmado pelo banco. Porém, devemos lembrar que o processamento do Pix não costuma levar mais do que 10 segundos.

Em casos em que a chave Pix é o endereço de e-mail ou número de telefone, é possível tentar conversar com a pessoa para quem o Pix foi realizado efetivamente. Se a conversa não tiver sucesso, ou mesmo se o contato da pessoa não for encontrado, também é possível entrar em contato com o próprio banco para reaver o dinheiro da transação.

Em casos mais sérios, em que é preciso recorrer à Justiça, o usuário deve contratar um advogado e coletar provas de que fez um Pix errado.

A pessoa que recebeu dinheiro por engano deve procurar o contato de quem o enviou, para devolver o valor. A própria ferramenta permite que o destinatário envie o dinheiro de volta.

Publicidade

Não devolver o dinheiro pode implicar consequências e penalidades judiciais.

Publicidade

Veja também: 7 coisas que você precisa saber sobre o Cartão do Nubank antes de contratá-lo

Redatora WebGo Content e bacharelanda em Comunicação Organizacional na UTFPR. Fã de café à meia noite e amante de fotografia de paisagens naturais. Adora sentir que está fora da própria bolha.

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário