Imposto de Renda 2022: 5 dicas para evitar erros na entrega da declaração

Imposto de Renda 2022: 5 dicas para evitar erros na entrega da declaração

O prazo para declarar e entregar o Imposto de Renda 2022 começou ainda no dia 7 de março e terminará, após uma prorrogação feita pela Receita Federal na última semana, no dia 31 de maio. Além de respeitar o prazo, os contribuintes devem evitar ao máximo cometer erros no documento.

Infelizmente, erros na declaração do IR são mais comuns do que se pode imaginar. Quando há a constatação de erros, o contribuinte recebe uma notificação e prazo para solução.

Publicidade

Publicidade

Nesta matéria do NoDetalhe, você fica por dentro de 7 dicas que podem fazer toda diferença na hora de fazer e entregar a declaração do Imposto de Renda 2022 sem erros. Confira!

1. Organize a documentação necessária com antecedência

Imposto de Renda 2022: 5 dicas para evitar erros na entrega da declaração
Essas 5 dicas podem fazer toda diferença na hora de fazer e entregar a declaração do Imposto de Renda 2022. Confira! (Imagem: Reprodução/Internet)

Na hora de declarar o Imposto de Renda, o contribuinte deve estar ciente de que precisa de determinados documentos, além dos próprios documentos de identificação — como é o caso de RG (Registro Geral), CPF (Cadastro de Pessoa Física) e outros mais.

Para aqueles que têm dependentes, que são aquelas pessoas que não precisam entregar a própria declaração de IR já que dependem financeiramente do contribuinte em questão, entre os documentos que devem estar em mãos na hora de fazer a declaração do Imposto, estão os documentos de identificação dos dependentes.

Publicidade

Publicidade

Em meio à documentação necessária para declarar o IR, além dos documentos de identificação já mencionados e de renda (informe de rendimentos do empregador, de distribuição de lucros, de instituições bancárias e outras instituições financeiras, por exemplo), estão:

  • Endereço completo atualizado;
  • Comprovante da atividade profissional;
  • Dados bancários, para débito ou restituição do imposto;
  • Recibos de pagamentos de serviços médicos, odontológicos e com fisioterapeutas;
  • Notas fiscais de despesas com hospitais, clínicas e laboratórios;
  • Comprovantes de pagamentos ou informe de rendimentos de plano ou seguro saúde em nome da pessoa física;
  • Comprovante de pagamentos de despesas com educação (escolas de ensino fundamental, médio, superior, pós-graduação ou técnico;
  • Documento de comprovação de pagamentos de pensão alimentícia, por decisão judicial;
  • Comprovante de pagamento da Previdência Social e/ou privada.

No momento em que o contribuinte for fazer a declaração do IR 2022, deve ter todos esses documentos em mãos.

2. Tenha cuidado na hora de preencher as informações

Mais do que ter em mãos as informações necessárias à declaração do Imposto de Renda 2022, o contribuinte que deseja evitar erros precisa estar atento às informações que está informando à Receita Federal.

Em outras palavras, o ideal é se certificar de que as informações que estão sendo inseridas no formulário fazem sentido com o que se consta nos documentos de comprovação e com as informações do próprio banco de dados do IR, como números de código etc.

3. Mantenha transparência na hora de preencher as informações

Também é importante que o contribuinte tente manter transparência com a Receita Federal no momento em que for declarar e entregar o IR. Isso porque o certo é que todos os rendimentos recebidos no ano anterior constem no documento, evitando ao máximo a omissão de dados, que poderá gerar dores de cabeça no futuro. Especialmente no caso da aquisição de bens acima de R$ 5 mil que podem gerar ganhos de capital.

Do mesmo modo, o contribuinte deve comprovar todos os gastos que acabam gerando dedução.

4. Evite incluir despesas indedutíveis e que não tenham comprovação e dependentes

Publicidade

Publicidade

O contribuinte do IR deve manter transparência na hora de informar os rendimentos recebidos em conta no ano anterior, mas não é necessário informar todas as despesas que teve durante o período. Afinal, não precisam ser incluídas no IR 2022 despesas indedutíveis e que não tenham comprovação.

Também é interessante evitar incluir dependentes no IR 2022. Porém, caso seja incluído algum, o contribuinte deve informar os rendimentos dele, como pensão de ex-cônjuge e outros que podem existir.

5. Antes de enviar o documento, faça uma revisão geral

A melhor forma de evitar erros na declaração do Imposto é fazer uma revisão geral antes de fazer o envio do formulário preenchido. Sendo assim, o contribuinte deve verificar se os dados informados de maneira correta e, caso haja algum erro ou inconsistência, resolver antes de fazer o envio do documento à Receita Federal.

Veja também: IPVA 2022 SP: vencimentos da 3ª parcela já começaram; confira o calendário

Elouise LopesRedatora WebGo Content e bacharelanda em Comunicação Organizacional na UTFPR. Fã de café à meia noite e amante de fotografia de paisagens naturais.
Veja mais ›
Fechar