IR 2021: como economizar no imposto de renda? Confira!

Quem é obrigado fazer a declaração IR 2021 e tem imposto devido normalmente busca formas de economizar, reduzindo ou eliminando o valor a ser pago.

Mas, afinal, existe alguma forma de economizar no imposto de renda? Aqui, indicamos como isso é possível. Confira e aproveite para colocar essa dica em prática!

imposto de renda como economizar

Como economizar no IR 2021?

Existem duas formas principais de economizar no imposto de renda. Veja, a seguir, quais são e dicas para adotá-las corretamente, para evitar cair na malha fina:

Entregue a declaração no prazo

Quem não entrega a declaração no prazo paga uma multa de 1% ao mês sobre o valor do imposto devido, com pagamento mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do total devido.

O prazo final para declaração do imposto de renda 2021 é em 30 de abril, às 23 horas e 59 minutos. Se deixar passar essa data e horário, já começa a contar a multa para regularização da situação.

Declaração de despesas próprias e com dependentes

O contribuinte pode economizar no imposto devido ao declarar despesas próprias e com dependentes. Além de reduzir o valor a ser pago, também é possível aumentar a restituição.

Mas, é preciso se atentar a um detalhe: não é toda despesa que pode ser declarada! Abaixo, apresentamos uma lista com as que geram abatimentos. Confira:

  • Despesas médicas, odontológicas e com hospitais

Todas as despesas médicas, odontológicas e com hospitais podem ser deduzidas e não existe um limite de valor. No entanto, é fundamental comprovar esses gastos com notas fiscais, cupons fiscais, entre outros recibos, que devem ser guardados por 5 anos.

  • Medicamentos

Somente medicamentos que estão dentro de despesas hospitalares e são mencionados na nota fiscal entram como dedução no imposto de renda 2021. Atente-se a um detalhe: os medicamentos adquiridos em farmácia não podem ser deduzidos.

  • Lentes intraoculares

As lentes intraoculares também entram na lista de dedução, desde que apareçam na conta do hospital e nota fiscal emitida pelo estabelecimento. Um ótimo exemplo é a lente utilizada em cirurgia de catarata.

  • Acupuntura

Sessões de acupuntura podem gerar descontos no IR 2021, mas somente se indicadas por um médico e se realizadas por profissionais que têm registro no CRM (Conselho Regional de Medicina).

  • Assistência médica

Gastos com assistência médica, como contratação de enfermeiros, entram na lista de dedução, mas somente se incluídos na conta do hospital. Logo, precisam ser mencionados em nota fiscal emitida pelo estabelecimento.

  • Plano de saúde

Os planos de saúde de contratação particular podem ser deduzidos, desde que a declaração seja feita corretamente utilizando o informe de rendimentos fornecido pela empresa.

  • Educação

Despesas como creches e escolas são dedutíveis e podem aumentar o valor da restituição. As mensalidades de creches e pré-escola, ensino fundamental, médio e superior, bem como de cursos técnicos e profissionalizantes, são dedutíveis.

No entanto, no caso das despesas com educação há um limite de valor para dedução: R$ 3.561,50 por pessoa (próprio contribuinte, alimentandos ou dependentes).

O que não é dedutível do IR 2021?

Há diversas despesas que muitos contribuintes pensam que são dedutíveis, mas não são. Veja, a seguir, quais são esses gastos:

  • Aluguel de imóveis

O aluguel não é dedutível, mas deve ser declarado na ficha de “pagamentos efetuados”. Caso não o faça, corre o risco de pagar uma multa de 20% incidente sobre o valor não declarado.

  • Pensão alimentícia

A pensão alimentícia não é dedutível, exceto quando é concedida por meio de decisão judicial ou acordo homologado judicialmente ou assinado em cartório.

  • Medicamentos e óculos

Medicamentos que foram comprados em farmácia, ainda que de tratamento contínuo, não geram abatimentos no IR, muito menos óculos e lentes de contato.

  • Enfermeiros e cuidadores

Os gastos com enfermeiros e cuidadores de idosos não ser deduzidos se a contratação for por conta própria do contribuinte, sem indicação em nota fiscal hospitalar.

  • Viagem para tratamento médico

Despesas com viagens para realização de tratamentos médicos ou cirurgias não entram na lista de abatimentos e deduções, sejam gastos com profissionais, medicamentos, passagens ou hospedagens.

  • Plano de saúde empresarial e de não dependentes

Os planos de saúde concedidos pela empresa em que trabalha e de não dependentes não podem ser declarados para dedução no imposto de renda.

  • Empregado doméstico

A princípio, existia uma regra que permitia declarar empregado doméstico para dedução. Mas, desde 2020 essa regra foi abolida, portanto, não é possível mais efetuar a declaração.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário