IR 2022: entrega da declaração chega ao fim; veja o calendário de restituição

Marina Darie

01/06/2022

O prazo final para entregar a declaração do IR 2022 terminou nesta terça-feira, 31 de maio. De acordo com a Receita Federal, o número de contribuintes que acertou as contas com o leão foi maior do que o esperado. Cerca de 36 milhões de pessoas fizeram isso e a quantidade esperada era de 34,1 milhões. 

Agora, surge uma nova expectativa: a restituição do imposto de renda. O primeiro lote já foi pago ontem para grupos prioritários, como idosos com mais de 60 anos, pessoas com deficiência física ou mental ou moléstia grave ou quem tem como principal fonte de renda o magistério. 

Quem tem direito à restituição do IR 2022?

IR 2022: entrega da declaração chega ao fim; veja o calendário de restituição

Calendário de restituição do IR 2022 começou no dia 31 de maio e vai até setembro. (Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O contribuinte tem direito à restituição do IR 2022 quando o valor pago de impostos é maior do que o devido. Assim, a Receita Federal devolve uma quantia para o cidadão.

Para que isso seja feito, foi necessário preencher os dados bancários corretos no momento da declaração do Imposto de Renda, como agência e conta de um banco ou da chave PIX, contanto que seja o CPF.

Como fazer a consulta da restituição do IR 2022?

Veja o passo a passo para o contribuinte verificar se ele tem o direito à restituição e como está o processo de análise do IR 2022 dele:

  1. Entre no site da Receita Federal;
  2. Clique em “Meu Imposto de Renda”;
  3. Selecione a opção “Consultar a Restituição”;
  4. Informe CPF, data de nascimento, ano de exercício para consulta do imposto de renda e insira os caracteres do captcha;

Após a inserção dos dados pessoais, irá aparecer uma página informando qual a situação da restituição. Uma das orientações da Receita Federal é instalar o aplicativo Pessoa Física e marcar o exercício da declaração desejada clicando sobre a estrela. Com isso, é possível receber uma notificação no celular quando a restituição for depositada. 

Se, após a consulta, o contribuinte verificar que está com alguma pendência na declaração, ele pode retificá-la e corrigir as informações que estavam incorretas. 

Calendário de pagamentos da restituição

O calendário de pagamentos da restituição, que será feita em cinco lotes, já começou. No dia 31 de maio, primeira data para o pagamento da restituição do imposto de renda, 3.383.969 de contribuintes receberam R$ 6,3 bilhões. Veja só: 

  • 1º lote, em 31 de maio de 2022;
  • 2º lote, em 30 de junho de 2022;
  • 3º lote, em 29 de julho de 2022;
  • 4º lote, em 31 de agosto de 2022; 
  • 5º lote, em 30 de setembro de 2022.

Se o contribuinte tem direito à restituição do imposto de renda e o valor não for depositado na conta dele, nas datas previstas pelo calendário, ele precisa verificar se os dados bancários informados no momento da declaração estão, de fato, válidos.

O que acontece com o dinheiro da restituição se a conta informada estiver desativada?

Se a conta informada pelo contribuinte no momento da declaração do IR 2022 estiver desativada, o dinheiro ficará disponível para resgate durante um ano no Banco do Brasil. O reagendamento do depósito pode ser feito pela internet ou pela Central de Relacionamento BB por meio dos telefones:

  • 4004-0001 (capitais);
  • 0800-729-0001 (demais localidades);
  • 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Se o dinheiro não for resgatado no prazo de um ano, o contribuinte deverá pedir novamente o pagamento:

  1. Acesse o sistema Meu Imposto de Renda (no Portal e-CAC);
  2. Clique na opção Solicitar restituição não resgatada na rede bancária, que aparece na seção Restituição e Compensação; 
  3. Informe a conta bancária que será usada para receber os valores. O titular da conta deve ser o próprio contribuinte e a conta deve ser do tipo conta-corrente ou poupança;
  4. Acompanhe o processamento pelo extrato da declaração. 

Golpe da restituição do IR 2022

A Receita Federal alerta sobre um golpe que está circulando sobre a restituição do IR 2022. Os golpistas enviam para a população uma mensagem falsa, que usa uma cópia não autorizada da logomarca comemorativa dos 100 anos do Imposto de Renda. 

Na mensagem, eles  informam os dados para recebimento da restituição via PIX, e um link falso para visualizar o comprovante. Se o contribuinte clica no link ou corrige informações bancárias para a restituição, ele se torna vítima do golpe e tem dados roubados, que podem ser usados para outras práticas fraudulentas. 

 

Marina Darie
Escrito por

Marina Darie

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!