WhatsApp Pay: Pagamento pela ferramenta é autorizado pelo Banco Central – Entenda sobre a novidade!

Uma nova forma de pagamento foi aprovada pelo Banco Central (BC): o WhatsApp Pay. A autorização permite a transferência de recursos para usuários do WhatsApp, que faz parte do Programa Facebook Pay. De acordo com o BC, esse tipo de serviço pode abrir novas perspectivas de redução de custos para pessoas que fazem pagamento dessa natureza.

A autorização do Banco Central funciona da seguinte forma:

  • Permissão de funcionamento de dois arranjos de pagamentos para a realização de transferências, depósitos e pré-pagos: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. (Visa) e Mastercard Brasil Soluções de Pagamento Ltda. (Mastercard);
  • Permissão para que o Iniciador de Transações de Pagamentos da Facebook Pagamentos do Brasil Ltda. funcione.

Isso significa que o WhatsApp Pay inicia as transações e pagamentos, com base nas contas em que os usuários do aplicativo já são correntistas. Inicialmente, os credenciais a serem utilizados serão os números do cartão de crédito ou do cartão pré-pago das bandeiras Visa ou MasterCard. 

As operações financeiras do WhatsApp Pay vão poder começar assim que o aplicativo lançar a  funcionalidade que respeite a medida aprovada pelo Banco Central. As taxas cobradas por cada transferência vão ser definidas pelo app. 

Em nota, o WhatsApp afirmou estar trabalhando para se encaixar no padrão do BC e que está satisfeito com a decisão do Banco. 

Antes da autorização ser aprovada, o presidente da instituição financeira, Roberto Campos Neto, já era favorável à ideia do WhatsApp Pay. “ Vejo um casamento entre mídia social e o mundo das finanças, os controladores têm de entender como regular, enfrentar e o que significa para competição na sociedade”, disse em um evento. 

O que é o WhatsApp Pay?

aplicativo whatsapp em tela de celular
Banco Central permite o funcionamento do WhatsApp Pay. (Imagem: Agência Brasil)

A modalidade de pagamento do WhatsApp vai ser destinada para smartphones com os sistemas operacionais Android e IOS. Os usuários podem ter contas pessoais ou comerciais, do WhatsApp Business. 

Para utilizar a plataforma é necessário vincular um cartão ao Facebook Pay. Depois que isso for feito, transferências entre amigos, familiares ou empresas poderão ser feitas. Em junho de 2020 foi anunciado que não existiriam taxas para essas transações financeiras por parte do WhatsApp, mas os bancos podem cobrar alguma taxa.

Todos os pagamentos realizados vão poder ser consultados na aba “Ajustes” do aplicativo de troca de mensagens. 

Compartilhamento de dados entre WhatsApp e Facebook

Em janeiro, o WhatsApp anunciou uma série de mudanças, principalmente relacionadas ao compartilhamento de dados entre o aplicativo de mensagem e a rede social Facebook. Os usuários precisariam ter concordado com o novo termo de compromisso até o dia 8 de fevereiro, mas o prazo foi estendido para 15 de maio. 

Quais informações o WhatsApp e Facebook afirmam que protegem?

  • Mensagens privadas ou ouvir ligações;
  • O WhatsApp não compartilha contatos com o Facebook; 
  • O WhatsApp e o Facebook não podem ver a sua localização compartilhada; 
  • Os grupos do WhatsApp são privados; 

O que vai mudar com a atualização do dia 15 de maio?

O WhatsApp e o Facebook vão compartilhar:

  • Registro de sua conta;
  • Dados de transações financeiras;
  • Informações sobre interações com outras pessoas e empresas enquanto usa o app;
  • Nome e foto de perfil; 
  • Informações sobre recado e visto por último; 
  • Notificações de mensagem; 
  • Informações do celular e seu endereço de IP.

No site oficial do WhatsApp, o aplicativo ressalta que existem protocolos de segurança utilizados pela empresa. “Nós limitamos significativamente as informações que compartilhamos com o Facebook. Suas conversas pessoais serão sempre protegidas com a criptografia de ponta a ponta, o que significa que essas conversas são privadas, e que o WhatsApp e o Facebook não podem ler nem ouvi-las”, reforça a empresa. 

Em 2016, o WhatsApp enviou o primeiro termo de consentimento para o compartilhamento de dados do Facebook. Se isso passou batido para o usuário, ele pode revisar qual decisão tomou na época.

Para fazer isso, basta seguir esse passo a passo:

  1. Abra o WhatsApp;
  2. Clique em Configurações / Ajustes;
  3. Entre em Conta e selecione Solicitar dados da conta;

O relatório com seus dados será disponibilizado. Esse processo pode levar até três dias. 

Fonte: Banco Central, G1 e WhatsApp

Marina Darie
Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário