Trabalhadores vão ter direito a parte do lucro do FGTS; veja quanto você vai receber

Trabalhadores vão ter direito a parte do lucro do FGTS; veja quanto você vai receber
Veja quanto você pode receber com a distribuição de parte do lucro do FGTS em 2021. Foto: Getty Images

Na última sexta-feira (22/07), o Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) definiu os valores que os trabalhadores poderão receber com o repasse do lucro obtido pelo Fundo em 2021.

Ao todo, os brasileiros com conta vinculada ao FGTS receberão R$ 13,2 bilhões, o maior valor líquido desde o início da divisão de lucros do fundo.

Publicidade

Publicidade

Para entender melhor como funciona esta distribuição e quanto você pode ganhar com a medida, continue acompanhando o texto abaixo.

Como funciona a divisão do lucro do FGTS?

Trabalhadores vão ter direito a parte do lucro do FGTS; veja quanto você vai receber
Veja quanto você pode receber com a distribuição de parte do lucro do FGTS em 2021. Foto: Getty Images

Desde 2017, o trabalhadores com conta vinculada ao FGTS recebem parte do lucro que o fundo obtém com juros cobrados de crédito da casa própria, empréstimos a projetos de infraestrutura e saneamento.

Os pagamentos acontecem por meio de crédito nas contas do FGTS que tinham saldo em 31 de dezembro de 2021. Ou seja, se você fechou o último ano com saldo no fundo, terá direito a uma parcela dos lucros.

Publicidade

Publicidade

Quanto posso ganhar com o lucro do FGTS?

O índice de distribuição dos lucros do FGTS será de 0,02748761 sobre o saldo disponível em 31 de dezembro de 2021. Ou seja, para saber o quanto você receberá com isso, basta multiplicar seu saldo nesta data pelo índice de distribuição.

Isso quer dizer que o trabalhador que tinha R$ 100 de saldo receberá R$ 2,75 (100 x 0,02748), enquanto quem tinha R$ 1.000 terá direito a R$ 27,49. Ou seja, quanto maior o saldo disponível na data, mais o trabalhador ganha.

Quando o valor será pago?

Pela lei, o valor deve ser distribuído até 31 de agosto. No entanto, o conselho curador definiu por votação que a Caixa deve antecipar o repasse, e a distribuição pode acontecer na próxima semana.

Porém, é importante deixar claro que o repasse de parte dos lucros do FGTS não muda as regras para saque do fundo. Ou seja, mesmo que o trabalhador receba estes valores nas próximas semanas, ele só poderá retirar o dinheiro nas condições previstas em lei, como demissão sem justa causa, por exemplo.

Para conhecer as situações em que o trabalhador pode sacar o FGTS, confira nosso texto sobre o assunto.

Felipe MatozoJornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
Veja mais ›
Fechar