Este celular intermediário da Motorola ainda vale a pena em 2024? Fomos entender

Eduardo Peres

22/02/2024

Em um mercado constantemente atualizado com novos gadgets, um questionamento permanece para os consumidores mais conscientes de suas finanças: vale a pena investir em um modelo de celular intermediário do passado? Investigamos se o Motorola One Macro, um aparelho que chamou atenção em seu lançamento, é ainda uma compra sensata em 2024, considerando a tecnologia de sua época e o custo-benefício atual.

Motorola One Macro

Tela e Design do Motorola One Macro

Quando o Motorola One Macro chegou ao mercado, sua tela LCD IPS de 6.2 polegadas prometia entregarem qualidade visual satisfatória, apesar da resolução de 720 x 1520 pixels, patamar já considerado modesto na época de lançamento. Já o design conservava características clássicas, como a resistência a respingos d’água uma entrada P2 para fones de ouvido, além de medidas enxutas com 9 mm de espessura e peso de 186 gramas.

Câmeras

Na seção fotográfica, o equipamento contava com uma câmera tripla, incluindo um sensor principal de 13 megapixels. Complementam o conjunto uma câmera dedicada para macro de 2 megapixels e um sensor de profundidade, também de 2 megapixels, disponibilizando uma gama variada de possibilidades de captura.

Para os amantes de selfies e chamadas de vídeo, a frente do aparelho abrigava uma câmera de 8 megapixels. A gravação de vídeos alcançava a qualidade de 1080p em diferentes taxas de quadros por segundos, o que não está à altura das expectativas atuais, mas ainda é conveniente para registros do dia-a-dia.

Bateria do Motorola One Macro

O componente energético do Motorola One Macro, uma bateria de 4.000 mAh, era comercializado com a promessa de um dia inteiro de uso, uma característica notável e que aliviava a preocupação com a recarga constante. Além disso, há um carregador de 10 watts que acompanhava o produto, apresentando uma velocidade de carregamento considerada padrão para a época.

Hardware e Software

Internamente, o celular embarcava um processador Mediatek Helio P70 octa-core, que, juntamente com seu GPU Mali-G72 MP3, propunha um desempenho ágil nas tarefas mais comuns. Sua memória RAM de 4 GB e um espaço interno de 64 GB, expansível até 512 GB via microSD, dispunham de um ambiente propício para aplicativos e jogos dentro do segmento intermediário.

O sistema operacional de fábrica era o Android 9.0 (Pie), que para a época situava-se na linha do aceitável, bem como seu conjunto de sensores, incluindo o leitor de digitais, essencial para a segurança dos dados do usuário.

Conectividade

Por fim, o Motorola One Macro oferece suporte às redes GSM, HSPA e LTE, permitindo ao usuário boa flexibilidade na escolha de operadoras e planos. Para a conectividade sem fio, o dispositivo oferecia Wi-Fi no padrão n e Bluetooth 4.2.

Além disso, possuía recursos de GPS complementados pelos sistemas GLONASS, BDS e GALILEO, oferecendo precisão na localização. A conexão física ficava por conta de uma porta USB 2.0 Tipo-C, um padrão que já se fazia presente na maior parte dos dispositivos móveis da época.

Vale a pena comprar o Motorola One Macro?

A decisão de adquirir um Motorola One Macro em 2024 deveria girar em torno do valor pelo qual ele está sendo ofertado. Se disponível por um preço até R$ 480, ainda pode ser uma escolha interessante para usuários que buscam funcionalidades básicas, como fazer ligações, mandar mensagens, acessar redes sociais e capturar fotos sem grandes pretensões. Com um valor superior, seria prudente para o consumidor analisar alternativas mais recentes que proporcionam melhores recursos, mantendo um foco em otimização de gastos.

Confira também: Samsung lança aparelho que promete acabar com reinado da Xiaomi no Brasil

Eduardo Peres
Escrito por

Eduardo Peres

Redator da WebGo Content desde janeiro de 2022. Tenho interesse por assuntos como história, política, filmes, séries (preferencialmente de ação, aventura e ficção científica), além da literatura e pela tecnologia, principalmente por videogames.

0

Aguarde, procurando sua resposta