Novo empréstimo do Caixa Tem ultrapassa 1 milhão de aprovações; por que nem todos estão conseguindo?

Muitas dúvidas ainda surgem sobre o novo empréstimo do Caixa Tem. O No Detalhe te explica quais são elas, como o crédito funciona e mais!

Até o final de março, mais de 1,5 milhão de solicitações foram feitas para o novo empréstimo do Caixa Tem, chamado oficialmente de Caixa Tem SIM Digital. É esperado que, ao todo, cinco milhões de brasileiros abram o crédito, mas muitas dúvidas e desencontro de informações parecem estar dificultando o processo. 

Esse empréstimo aceita pessoa física e jurídica negativada que, até 31 de janeiro de 2022, não tinha empréstimos no mercado financeiro com saldo devedor acima de R$ 3 mil. Neste caso, não são considerados financiamentos imobiliários e limites de crédito bancário não utilizados.

Publicidade

Publicidade

Ainda sim, a autorização dele não é automática, por mais que seja facilitada. O banco tornou critérios mais flexíveis para conceder o empréstimo, mas ainda estabelece alguns parâmetros para quem pode ou não participar.

Quem pode contratar o novo empréstimo do Caixa Tem?

Entenda quais são as principais queixas do novo empréstimo do Caixa Tem e os motivos que podem explicá-las (Imagem: Shutterstock)
Entenda quais são as principais queixas do novo empréstimo do Caixa Tem e os motivos que podem explicá-las (Imagem: Shutterstock)

O novo empréstimo do Caixa Tem é direcionado para empreendedor pessoa física ou MEI que precisa de dinheiro para investir no seu negócio. De acordo com a Caixa, o crédito é útil para quem precisa fazer o pagamento de fornecedores, salário de ajudantes/funcionários, contas de água, luz e aluguel, compra de matérias-primas e mercadorias para revenda. 

Essa é uma forma de manter o negócio funcionando, por meio de um empréstimo com taxas e juros mais baixos.

Publicidade

Publicidade

Motivos das reclamações

Em canais de comunicação entre consumidores e empresas, como o Reclame Aqui, muitas pessoas registraram queixas sobre o Caixa Tem SIM Digital, o novo empréstimo do Caixa Tem. Entre elas, está a falta de informação nas agências do banco sobre o novo produto. 

Sou microempreendedor individual e hoje, seria aberto para pessoas jurídicas no ambiente da agência. O mesmo programa seria pelo aplicativo CAIXA TEM para pessoas físicas. Me enoja não ter retorno, me irrita saber que perco meu tempo indo numa agência e ninguém sabe de nada, mesmo sendo um programa do governo federal, em uma agência da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.”, informou um consumidor de Porto Alegre no dia 28 de março. 

Outro ponto de reclamação é sobre a não aprovação do empréstimo para quem está negativado, já que essa é uma das promessas do novo crédito da Caixa. 

A Caixa faz propaganda enganosa, uma vez q o (SIC) crédito foi liberado para negativado também após análise eles reprovam tudo”, comentou outro usuário do Reclame Aqui, de São Paulo, no dia 31 de março. 

Por que o novo empréstimo do Caixa Tem pode estar sendo negado?

Existem quatro motivos para que o novo empréstimo do Caixa Tem ser negado:

  • Não ser empreendedor e, portanto, não se encaixar na proposta da iniciativa;
  • Ter dívidas acima de R$3 mil até 31 de janeiro de 2022;
  • Ser um empreendedor pessoa física e não ter atualizado a Poupança Social Digital para a Poupança Digital+ pelo app;
  • Não ter a análise de crédito aprovada pelo aplicativo Caixa Tem.

Caso a análise não tenha sido aprovada, o empreendedor pode atualizar o cadastro e tentar novamente, mas é importante lembrar que esse processo dura em torno de dez dias.

Alguns fatores que a Caixa leva em conta durante a verificação do perfil do cliente, são o pagamento de contas em dia e o histórico de quitação de empréstimos anteriores. 

Quais são as condições do Caixa Tem SIM Digital?

Os valores do empréstimo para negativados do Caixa Tem são diferentes para pessoas físicas e MEIs. Veja só:

  • Empreendedor Pessoa física: de R$ 300 a R$ 1 mil, variando de acordo com a avaliação de crédito que define a capacidade de pagamento de cada pessoa;
  • MEI: de R$ 1,5 mil a R$ 3 mil. 
Publicidade

Publicidade

Para o empreendedor pessoa física, a taxa de juros é de ​1,95% até 3,60% ao mês. Os MEIs têm uma taxa um pouco maior, de 1,99% até 3,60% ao mês. É possível fazer o parcelamento em até 24 meses para empreendedores pessoa física e de 18 até 24 meses para MEIs. 

Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!
FacebookLinkedin

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

1 comentário

Deixe seu comentário