O que é financiamento? Vale a pena? Como ele funciona?

O que é financiamento? Vale a pena? Como ele funciona?
Entenda o que é o financiamento, saiba quais são os tipos mais comuns de financiamento e fique por dentro de como ele funciona. (Imagem: Pexels/Divulgação)

Uma das formas mais comuns de adquirir bens, como um imóvel ou um veículo, é o financiamento. É importante saber o que é o financiamento e entender como ele funciona.

Também é importante saber se vale a pena recorrer a esse tipo de empréstimo ou não.

Publicidade

Publicidade

A seguir, você fica sabendo o que é financiamento, quais os tipos, como funciona o financiamento e mais. Confira!

O que é financiamento?

O financiamento funciona como uma modalidade de empréstimo que pode ser contratada para adquirir bens específicos. Ao contratar um empréstimo de crédito, o consumidor tem acesso ao valor que é emprestado e pode utilizá-lo como quiser. Já no caso do financiamento, o dinheiro deve ser usado para adquirir um bem previamente definido.

Nesse sentido, quando o consumidor pretende fazer um financiamento, ele deve entrar em contato com a instituição financeira já sabendo a quantia que deve ser financiada para a aquisição de determinado bem.

Publicidade

Publicidade

De modo geral, é comum que se procure fazer o financiamento de uma casa ou mesmo de um veículo.

Quando o consumidor contrata essa modalidade de empréstimo, a garantia é o próprio veículo ou imóvel que foi financiado. Isso quer dizer que, se o cliente não fizer o pagamento das parcelas do financiamento devidamente, ele poderá perder a posse do bem que foi adquirido com a ajuda da instituição bancária.

É muito importante que o cliente realize o pagamento das parcelas em dia, ao contratar o financiamento. Sendo assim, antes de contratar um financiamento, o cliente deve fazer uma boa análise do valor das parcelas, data de vencimento, taxa de juros e mais.

Quais os tipos de financiamento?

Existem alguns tipos de financiamento que são bastante comuns. Confira a seguir.

  • Financiamento de imóveis;
  • Crédito estudantil;
  • Financiamento de veículos;
  • FINAME – Financiamento de Máquinas e Equipamentos. Esse é um crédito fornecido pelo BNDES e voltado para a produção e aquisição de maquinários.

Como funciona esse tipo de empréstimo?

Os requisitos básicos para solicitar e contratar um financiamento são:

  • Ter mais de 18 anos (maioridade civil);
  • Não pode ter nenhuma restrição de crédito (“nome sujo”) em cadastros como SPC (Serviço de Proteção de Crédito) e Serasa;
  • Comprovação de renda.

Para contratar um financiamento, o consumidor deve primeiro procurar diferentes instituições bancárias e analisar bem a oferta feita por cada banco antes de assinar um contrato.

Publicidade

Publicidade

Em geral, o cidadão deve apresentar documentos (como RG, CPF e outros solicitados pela instituição) e fazer comprovação de renda. A partir disso, o banco poderá fazer uma análise de crédito.

Em seguida, é necessário que o cliente pague à instituição financeira o valor de entrada do financiamento, que costuma variar de acordo com a renda familiar do cidadão.

Vale a pena fazer financiamento?

Sim, vale a pena fazer financiamento. A adesão ao financiamento se deve ao fato de que esta modalidade de empréstimo costuma ser bastante vantajosa.

Uma das vantagens é que é possível usar o FGTS para pagar a entrada ou mesmo as prestações do financiamento. Caso o cidadão opte por pagar o financiamento com o FGTS, ele deve se enquadrar nas seguintes condições:

  • Ter trabalhado no mínimo três anos, consecutivos ou não, em qualquer emprego no regime do FGTS;
  • Não possuir nenhum financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SHF);
  • Ter utilizado os recursos do FGTS há mais de três anos. Em outras palavras, não ter movimentado o FGTS no período mínimo de três anos;
  • Não ter nenhum imóvel em seu nome na cidade onde você reside ou trabalha.
Publicidade

Além de poder usar o FGTS para o financiamento, o cidadão ainda pode adquirir um bem sem precisar juntar dinheiro para poder fazer o pagamento à vista, pois a ideia do financiamento é garantir a aquisição imediata de um determinado produto.

Publicidade

Ainda é importante saber que, no caso do financiamento, é possível antecipar algumas prestações ou liquidar o valor restante da dívida e o cliente pode até mesmo renegociar o empréstimo com a instituição a qualquer momento.

Veja também: Fintech oferece EMPRÉSTIMO PESSOAL de até R$ 30 MIL; veja como contratar

Elouise LopesRedatora WebGo Content e bacharelanda em Comunicação Organizacional na UTFPR. Fã de café à meia noite e amante de fotografia de paisagens naturais.
Veja mais ›
Fechar