Orquídeas: guia definitivo para plantá-las corretamente

Adson Leonardo

06/04/2023

As orquídeas são uma das flores mais populares do mundo, com milhares de espécies e cores diferentes. Não à toa estão entre as favoritas dos entusiastas de jardinagem. Se você quer aprender mais, ou começar neste ramo, nada melhor que um guia definitivo para plantar orquídeas.

Embora pareçam difíceis de cuidar, com o conhecimento certo, criar orquídeas pode se tornar uma atividade simples e recompensadora. Mas não se engane, não será exatamente fácil, afinal ainda exige muita atenção e cuidados.

Orquídeas guia definitivo para plantá-las corretamente

Orquídeas guia definitivo para plantá-las corretamente

Por isso leia com atenção o guia, aplique as dicas e técnicas ensinadas e cuide muito bem de suas orquídeas. Assim terá um jardim colorido e encantador rapidamente.

Guia definitivo para plantar orquídeas

1 – Escolha a orquídea certa para o seu ambiente

Antes de plantar uma orquídea, é importante escolher a espécie certa para o seu ambiente.

Isto porque algumas orquídeas preferem mais luz solar, enquanto outras se desenvolvem melhor em sombra parcial; certas variantes precisam de temperaturas mais altas, já outras necessitam de ambientes mais frescos.

Dessa maneira, faça uma pesquisa detalhada sobre as diferentes espécies de orquídeas disponíveis e escolha a que melhor se adapta ao seu ambiente e estilo de vida.

2 – Escolha o vaso certo

O tipo de vaso que você escolhe para a sua orquídea também é muito importante. Afinal, orquídeas crescem melhor em vasos que permitem a circulação de ar, como aqueles de barro ou com buracos na lateral.

Além disso, o uso de um substrato apropriado também é indispensável. Os mais comuns incluem musgo de esfagno, casca de pinheiro e pedra-pomes, e fazem toda a diferença no crescimento saudável da planta.

3 – Plante a orquídea

Uma vez que você tenha escolhido a orquídea certa e o vaso certo, é hora de plantar.

Primeiramente, certifique-se de que o substrato esteja úmido antes de plantar a orquídea. Faça uma abertura no centro dele para colocar a planta.

Em seguida, coloque-a no centro do vaso e encha os espaços ao redor com substrato.

Não enterre as raízes da orquídea profundamente no substrato, deixe-as ficar perto da superfície para que possam respirar.

4 – Forneça a quantidade certa de água

Orquídeas são plantas sensíveis à quantidade de água que recebem. Por isso é importante não regá-las demais, pois isso pode levar a problemas de apodrecimento das raízes.

Dessa maneira, regue as orquídeas uma vez por semana ou quando o substrato estiver seco ao toque. Certifique-se também de que a água esteja fluindo livremente através do vaso e não fique presa no fundo.

5 – Fertilize a orquídea regularmente

Para manter suas orquídeas saudáveis e vibrantes mantenha-as bem fertilizadas. Para isso o melhor é usar um fertilizante especial para orquídeas e seguir as instruções na embalagem.

Geralmente, as orquídeas precisam de fertilização a cada duas semanas durante a primavera e o verão, e a cada quatro semanas durante o outono e o inverno.

6 – Controle as pragas

As orquídeas são propensas a pragas como ácaros, cochonilhas e pulgões. Assim, como com qualquer outra planta, é preciso tomar muito cuidado com elas.

Se você notar sinais de infestação, como manchas nas folhas ou insetos nos caules, trate sua orquídea com um inseticida específico para ela. Certifique-se de seguir as instruções do produto com cuidado e não exceda a dose recomendada, pois os químicos podem prejudicar a planta.

Receitas caseiras contra insetos e outras pragas também podem se mostrar úteis. No entanto, use com cuidado e evite totalmente caso não tenha certeza da efetividade e segurança.

7 – Proporcione a quantidade certa de luz

Como mencionado anteriormente, diferentes espécies de orquídeas requerem diferentes quantidades de luz solar.

Em geral, a maioria das orquídeas prefere luz indireta ou sombra parcial. Dessa maneira, coloque sua planta perto de uma janela que receba incidência solar indireta ou use cortinas para filtrar a luz direta.

Se a sua orquídea não estiver recebendo luz suficiente, considere a possibilidade de usar luz artificial de lâmpadas especializadas para isto.

8 – Monitore a temperatura

Orquídeas também são muito sensíveis à temperatura. Em geral, elas necessitam de temperaturas entre os 18° e 28° Celsius durante o dia e não abaixo de 15° C durante a noite.

Se a sua casa estiver muito quente ou muito fria, considere colocar sua orquídea em um local com temperatura mais adequada ou use um umidificador para ajustar a umidade do ambiente.

9 – Faça a poda regularmente

A poda é uma parte importante do cuidado com qualquer planta, e com as orquídeas não é diferente. Para fazê-la remova as folhas e flores mortas para incentivar o crescimento de novas.

Além disso, se as raízes da sua orquídea estiverem indo além do vaso, é hora de replantar em um vaso maior. Isto permite que ela se desenvolva mais e continue a crescer saudável.

10 – Atenção às necessidades especiais

Por fim, é importante notar que algumas espécies de orquídeas têm necessidades específicas. Por exemplo, algumas orquídeas terrestres que precisam de solo firme, outras são epífitas e crescem em árvores ou superfícies rochosas.

Certifique-se de pesquisar sobre as necessidades específicas da sua orquídea antes de plantá-la. Assim poderá garantir flores lindas e fazer melhor uso do passo a passo dado neste guia definitivo para plantar orquídeas.

Adson Leonardo
Escrito por

Adson Leonardo

Redator desde 2018, sou um apaixonado por histórias e ciência. Busco conhecer de tudo um pouco, tanto para ajudar na minha escrita profissional quanto na pessoal. Amo jogos de intepretação (RPG) e de videogame, pois são mídias incríveis que conectam pessoas e nos permitem expandir nossa imaginação.

0

Aguarde, procurando sua resposta