Saque da 3ª parcela do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família com NIS final 3 foi liberado pela Caixa

pessoa com dinheiro nas mãos

A Caixa Econômica Federal faz hoje (21/06) o pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família com NIS final 3. Veja, aqui, como funciona!

pessoa com dinheiro nas mãos

Quem recebe o auxílio emergencial hoje (21/06)?

Somente beneficiários do Bolsa Família com NIS final 3 recebem a terceira parcela do auxílio hoje. Os que possuem NIS final 1 e 2 já tiveram a parcela liberada.

Publicidade

Publicidade

Como fazer o saque do auxílio emergencial

Beneficiários do Bolsa Família conseguem sacar o auxílio emergencial no mesmo dia de pagamento, bem como transferir o dinheiro entre contas bancárias.

O saque funciona da mesma forma que no Bolsa Família, basta apresentar o cartão do programa e um documento com foto. Caso não tenha o cartão Bolsa Família, dá para gerar um código autorizador no aplicativo Caixa Tem. Veja, a seguir, um passo a passo para obtê-lo:

  1. Faça login no aplicativo Caixa Tem;
  2. Selecione “saque sem cartão”, item disponível no menu de serviços;
  3. Toque em “saque do auxílio emergencial”;
  4. Selecione “gerar código para saque”;
  5. Informe sua senha e finalize.

O saque pode ser feito em caixas eletrônicos de agências da Caixa Econômica Federal, lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, basta informar o código autorizador gerado no Caixa Tem.

Publicidade

Publicidade

Mas, atenção a um detalhe: o código autorizador tem validade de duas horas, portanto, tente utilizá-lo dentro desse período. Se não conseguir, o saque só poderá ser feito mediante a geração e apresentação de outro código que esteja dentro do período de validade.

Transferência do auxílio entre contas

Recebeu a terceira parcela do auxílio emergencial hoje e quer transferi-la para outra conta bancária? Isto é possível por meio do aplicativo Caixa Tem.

A Caixa Econômica Federal disponibiliza a transferência gratuita por meio de PIX, TED ou DOC, sendo que a única diferença entre esses serviços é o tempo de compensação.

No PIX, por exemplo, o dinheiro cai na outra conta em poucos segundos. Se optar pelo TED ou DOC, o valor pode demorar a partir de um dia útil para cair na conta.

Portanto, se tiver pressa em movimentar o dinheiro na outra conta, escolha o PIX. O TED ou DOC só são boas opções se não precisar do dinheiro em conta rapidamente.

Quer realizar a transferência via PIX, mas não sabe como? É só informar a chave PIX da conta para qual quer encaminhar o dinheiro. Se optar por TED ou DOC, é preciso informar mais dados, como agência, conta, CPF do titular, entre outros.

Calendário do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família

Publicidade

Publicidade

O governo definiu as datas de pagamento do auxílio emergencial para o público do Bolsa Família de acordo com o dígito final do NIS do benefício. Veja, a seguir, quando a terceira e quarta parcela serão pagas:

NIS final 1

  • 3ª parcela: 17/6
  • 4ª parcela: 19/7

NIS final 2

  • 3ª parcela: 18/6
  • 4ª parcela: 20/7

NIS final 3

  • 3ª parcela: 21/6
  • 4ª parcela: 21/7

NIS final 4

  • 3ª parcela: 22/6
  • 4ª parcela: 22/7

NIS final 5

  • 3ª parcela: 23/6
  • 4ª parcela: 23/7

NIS final 6

  • 3ª parcela: 24/6
  • 4ª parcela: 26/7

NIS final 7

  • 3ª parcela: 25/6
  • 4ª parcela: 27/7

NIS final 8

  • 3ª parcela: 28/6
  • 4ª parcela: 28/7

NIS final 9

  • 3ª parcela: 29/6
  • 4ª parcela: 29/7

NIS final 0

  • 3ª parcela: 30/6
  • 4ª parcela: 30/7

O dinheiro não caiu na minha conta: o que fazer?

Há casos de não pagamento do auxílio emergencial. É justamente aí que surge uma dúvida: o que fazer? O primeiro passo é consultar se o benefício não foi cancelado, o que pode ocorrer se o beneficiário não cumprir mais os requisitos do programa.

Mas, como efetuar essa consulta? Simples: basta realizá-la no site da Dataprev, conforme passo a passo que apresentamos a seguir:

  1. Acesse a consulta ao auxílio emergencial;
  2. Informe seu CPF, nome completo, nome de sua mãe e data de nascimento;
  3. Marque a caixa de recaptcha;
  4. Clique em “enviar”;
  5. Selecione “auxílio 2021”.

Se o benefício foi cancelado e ainda cumpre os requisitos do programa, é importante reunir provas disso e entrar em contato com a Caixa Econômica Federal para averiguar o que fazer.

Publicidade

Também é possível registrar uma reclamação no Procon ou site do consumidor. Caso nenhuma das alternativas surta efeito, dá para processar a Caixa, neste caso, deve-se recorrer à defensoria pública para ter advogado de graça.

Publicidade

Flavio CarvalhoGestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
Veja mais ›
Fechar