Vestibular UFRGS 2021: universidade recebe pedidos de isenção de taxa de inscrição. Veja como conseguir

A UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) recebe pedidos de isenção da taxa de inscrição para o vestibular 2021 do primeiro semestre. Confira, aqui, como conseguir esse benefício para fazer a prova de graça!

vestibular ufrgs 2021 isenção de taxa

Quem tem direito à isenção da taxa do vestibular UFRGS 2021?

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul estabelece critérios para que o candidato tenha direito à isenção da taxa do vestibular. Veja, a seguir, quais são eles:

Publicidade

Publicidade

  1. Possuir renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio por pessoa;
  2. Ter cursado ou estar cursando o ensino médio (com conclusão até maio de 2021), em sua totalidade, em escola da rede pública de ensino ou como bolsista integral em escola da rede privada.

Calendário de isenção do vestibular UFRGS 2021

O período de solicitação da isenção da taxa do vestibular UFRGS 2021 vai de 25 de janeiro a 3 de fevereiro. O candidato deve realizá-la diretamente no site da COPERSE (Comissão Permanente e Seleção), que pertence à universidade.

Os candidatos à isenção têm até o dia 4 de fevereiro para encaminhar a documentação necessária pelo Portal do Candidato. O resultado sai no dia 23 de fevereiro e a solicitação de recursos vai até o dia 24 do mesmo mês.

Como solicitar a isenção da taxa do vestibular UFRGS 2021?

A solicitação de isenção da taxa do vestibular UFRGS 2021 deve ser feita online, no site da COPERSE. Abaixo, apresentamos um passo a passo de como realizar o pedido. Acompanhe:

Publicidade

Publicidade

  1. Acesse o formulário de solicitação de isenção, no site da COPERSE;
  2. Preencha o formulário e selecione que está de acordo com as normas do processo seletivo de isenção;
  3. Clique em “enviar solicitação de benefício”;
  4. Em “programa de concessão de benefício”, selecione sua inscrição;
  5. Preencha o novo formulário, incluindo dados sobre participantes de seu grupo familiar (pessoas que moram na mesma casa);
  6. Anexe a documentação comprobatória;
  7. Clique em “enviar documentos para análise”.

Um detalhe importante: é preciso encaminhar documentos de todos os membros do grupo familiar. Caso finalize o processo e não os envie, o pedido é automaticamente indeferido. Não será possível anexá-los posteriormente.

A documentação comprobatória deve estar em arquivo digitalizado no formato .pdf, .jpg ou .jpeg, com boa qualidade e todas as informações legíveis. Cada arquivo deve ter tamanho de 5mb, no máximo.

Documentos para pedido de isenção do vestibular UFRGS 2021

  1. Certificado de conclusão do ensino médio ou atestado da escola indicando quando terminará o curso;
  2. Documento de identidade oficial de todos os membros da família (CNH, RG ou certidão de identidade);
  3. Comprovante de renda de todos os membros da família, o que inclui extratos bancários e contracheques dos últimos três meses, carteira de trabalho ou declaração de quem não possui renda formal.

A COPERSE disponibilizou em seu site modelos de declaração para comprovação de renda, para facilitar o encaminhamento do documento. Basta selecionar o que melhor se encaixa no perfil do membro do grupo familiar, preenchê-lo e encaminhá-lo no pedido.

Isenção e inscrição no vestibular UFRGS

Candidatos isentos não são automaticamente inscritos no vestibular UFRGS, eles precisam realizar a inscrição no período regular indicado no calendário do processo seletivo.

Por isso, fique de olho para não perder o benefício e garantir sua participação nas provas, se conseguir a isenção.

Vestibular UFRGS 2021

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul ainda não divulgou o calendário oficial de seu vestibular 2021, mas já liberou algumas informações de como será o processo seletivo.

Publicidade

Publicidade

A previsão é de que o vestibular sofra alterações devido à pandemia do novo coronavírus, para evitar aglomerações e reduzir a possibilidade de contaminação.

Para isso, o número de questões das provas cairá, bem como a quantidade de dias de aplicação. Agora, serão dois dias, nos quais os candidatos realizarão provas com 15 questões objetivas em cada matéria (antes eram 25).

A proposta é que a duração seja de cinco horas e meia, e as salas de aplicação tenham ocupação máxima de 50% da capacidade, com distanciamento entre os vestibulandos.

As provas de língua portuguesa, literatura em língua portuguesa, língua estrangeira moderna, história e matemática devem acontecer no primeiro dia. Já as de redação, física, biologia, química e geografia, no segundo.

Publicidade

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário