Auxílio Brasil: segunda parcela começa a ser paga hoje. Quem recebe? Qual valor? Onde receber?

O governo começa a pagar a segunda parcela do Auxílio Brasil. Confira nesta matéria, quem recebe, qual o valor e onde receber.

O governo inicia nesta sexta-feira (10/12) o pagamento da segunda parcela do Auxílio Brasil para beneficiários do antigo Bolsa Família com NIS (Número de Inscrição Social) final 1.

Aqui, você confere detalhes sobre o pagamento, qual o valor e onde receber o Auxílio Brasil. Acompanhe!

Publicidade

Publicidade

cadastro auxílio brasil

Quem recebe o Auxílio Brasil hoje (10/12)?

Somente beneficiários do programa que tenham NIS final 1. Nos próximos dias demais famílias devem receber a parcela indicada pelo programa.

Calendário Auxílio Brasil de dezembro

As datas de pagamento do Auxílio Brasil são definidas de acordo com o dígito final do NIS dos beneficiários. Confira quando receberá em dezembro:

  • NIS final 1: 10 de dezembro de 2021
  • NIS final 2: 13 de dezembro de 2021
  • NIS final 3: 14 de dezembro de 2021
  • NIS final 4: 15 de dezembro de 2021
  • NIS final 5: 16 de dezembro de 2021
  • NIS final 6: 17 de dezembro de 2021
  • NIS final 7: 20 de dezembro de 2021
  • NIS final 8: 21 de dezembro de 2021
  • NIS final 9: 22 de dezembro de 2021
  • NIS final 0: 23 de dezembro de 2021

Qual o valor do Auxílio Brasil?

O governo federal publicou nesta semana uma MP (Medida Provisória) que aumenta o valor médio do Auxílio Brasil para R$ 400,00. Antes, o ticket médio do programa por família era de R$ 220,00.

Publicidade

Publicidade

A alteração foi feita após a aprovação parcial da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos Precatórios. O governo promete pagar o valor médio de R$ 400,00 até o final de dezembro de 2022, mas ainda não se sabe se terá dinheiro em caixa para cumprir a promessa.

Vale lembrar que 2022 é ano de eleição e Bolsonaro deve tentar a reeleição. Seu movimento de tentar aumentar o valor do benefício a qualquer custo tem sido visto como uma manobra para elevar sua popularidade entre pessoas de baixa renda, para conseguir mais votos.

Onde receber os valores do auxílio?

Os antigos beneficiários do Bolsa Família migraram automaticamente ao Auxílio Brasil e continuando recebendo da mesma forma, com saque usando cartão e senha do programa.

Quem recebia o Bolsa Família por aplicativo Caixa Tem também continua a receber o Auxílio Brasil dessa forma, com possibilidade de movimentar o benefício pelo app para pagamento de contas e compras. Se quiser sacar o dinheiro terá de gerar um código autorizador no app, uma vez que a conta não possui cartão físico.

Mas, como gerar o código autorizador? A seguir, apresentamos um passo a passo para lhe guiar nessa tarefa:

  1. Acesse o aplicativo Caixa Tem;
  2. Selecione “saque sem cartão”;
  3. Toque em “gerar código para saque”.

Pronto! O código autorizador será exibido na tela e tem validade de até uma hora. Caso não consiga utilizá-lo basta gerar um novo código repetindo o passo a passo acima.

Publicidade

Publicidade

Caso sua conta Caixa Tem esteja bloqueada, faça o desbloqueio em uma agência da Caixa Econômica Federal ou lotérica para conseguir gerar o código autorizador.

Para desbloquear, apresente um documento de identificação com foto (RG ou CNH) e CPF. Para agilizar o serviço, tenha consigo o celular em que o aplicativo está cadastrado.

O saque está disponível em três canais da Caixa Econômica Federal: lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e caixas eletrônicos de agências da Caixa Econômica Federal.

Quem tem direito?

Para ter direito ao Auxílio Brasil é preciso cumprir requisitos básicos. A seguir, listamos quais são eles:

  • Pertencer a uma família em situação de extrema pobreza, que é caracterizada por ter renda familiar per capta de zero a R$ 100,00;
  • Integrar uma família em situação de pobreza, desde que tenha em sua composição gestantes ou pessoas com idade até 21 anos incompletos. A família deve ter renda per capita mensal de R$ 100,01 a R$ 200,00;
  • Ter CadÚnico atualizado nos últimos dois anos.
Publicidade

Cumpre os requisitos de renda, mas não tem CadÚnico? É possível realizá-lo em um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) ou posto de atendimento do CadÚnico. Para fazer o seu, apresente:

Publicidade

  • Documento de identificação e CPF próprios, bem como de todas as pessoas da família que moram na mesma casa. É possível apresentar RG, certidões de casamento ou nascimento, por exemplo;
  • Carteira de trabalho;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de residência atualizado.

Um detalhe importante: a inscrição no CadÚnico não é garantia de recebimento do Auxílio Brasil, é preciso cumprir, também, os requisitos de renda!

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário