Benefícios Bolsa Família 2021: Veja quem tem direito, saque e consultas

Os benefícios do Bolsa Família já auxiliaram milhares de famílias em situações de pobreza e de extrema pobreza.

O objetivo do programa é que essas famílias possam conseguir se recuperar da atual situação, combater a fome, promover a segurança e o acesso aos serviços básicos de saúde, educação e assistência social.

Veja aqui quem tem direito a receber os benefícios do Bolsa Família, como são realizadas as consultas e o saque do dinheiro.

Veja também como se cadastrar para participar:

Conheça o programa Bolsa Família

 

O Programa Bolsa Família foi instituído no Governo Lula em 2003, através da Medida Provisória 123 de 20 de outubro. Foi convertida em Lei em 9 de janeiro de 2004, pela Lei Federal n. 10.836.

Dessa forma, a Lei do Bolsa Família unificou outros programas anteriores com o mesmo intuito. Atualmente, o benefício já auxiliou milhares de famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza.

As famílias participantes recebem um cartão, com o qual podem fazer consulta do valor e de quando o mesmo irá cair, além de realizar o saque do dinheiro nos caixas eletrônicos em qualquer agência da Caixa Econômica Federal.

A inscrição é feita pelo Cadastro Único e as famílias interessadas devem procurar o representante do programa em sua cidade ou no Cras (Centro de Referência de Assistência Social).

Benefícios do Bolsa Família 2021

Existem alguns benefícios do Bolsa Família que são diferentes e variam de acordo com a composição da família.

O Benefício Básico é para famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda mensal de até R$89,00 por pessoa. Neste caso, o auxílio também é de R$89,00 por pessoa.

O Benefício Variável é no valor de R$41,00 por pessoa e cada família pode receber até 5 desse benefício, totalizando R$205,00. As famílias que o recebem vivem em situação de extrema pobreza ou de pobreza. Recebe esse benefício membros da família que:

  • Tenham entre 0 e 15 anos de idade (Benefício Variável de 0 a 15 anos);
  • Gestantes – recebem 9 parcelas consecutivas, desde que a gestação tenha sido informada até o 9º mês;
  • Famílias com crianças entre 0 e 6 meses de vida (Benefício Variável Nutriz) – são pagas 6 parcelas consecutivas, desde que a criança seja identificada no Cadastro Único até o 6º mês de vida.

Há o Benefício Variável Jovem no valor de R$48,00 por mês, para famílias que tenham jovens entre 16 e 17 anos. Cada família pode acumular até 2 benefícios totalizando R$96,00 por mês.

Por fim, existe o Benefício para Superação da Extrema Pobreza. É destinado famílias que vivem em situação de extrema pobreza o valor é calculado com base em sua composição e necessidade. Portanto, é variável de acordo com cada família. Pode ser cumulativo com os outros benefícios acima.

Quem tem direito a participar

 

Pode receber os benefícios do Bolsa Família, famílias que vivem em situação de pobreza ou de extrema pobreza:

  • Em situação de extrema pobreza – recebem renda mensal de até R$89,00 por pessoa;
  • Em situação de pobreza – recebem renda mensal de R$89,01 até R$178,00 por pessoa.

Para se inscrever e receber o auxílio, a família precisa ter em sua composição gestantes, crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Como consultar e realizar os saques

Para saber se sua família foi selecionada para participar do programa, veja a consulta pública aqui: https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/consulta/beneficio/04.01.00-00_00.asp.

Para consultar se o saldo já está disponível ou quando irá receber, faça o download do app Bolsa Família. O saque do dinheiro pode ser feito no caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal.

Cadastro Bolsa Família 2021

Para receber o benefício do Bolsa Família 2021, a família precisa estar cadastrada no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal e com os dados atualizados nos últimos 2 anos.

Se você já tem esse cadastro, basta procurar o responsável pelo programa em sua cidade ou o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Caso não tenha o Cadastro Único, é importante fazê-lo.

Após realizado todo o cadastro e demonstrado interesse em participar do programa, é preciso aguardar que a seleção aconteça. Isso é realizado todo mês pelo Ministério do Desenvolvimento Social e utiliza como base os dados inseridos pelas prefeituras no Cadastro Único. Como critério, utiliza-se a composição familiar e a renda de cada membro da família.

Quando sua família for selecionada, você receberá em sua casa o cartão do programa Bolsa Família. E, mensalmente você receberá o benefício que encaixa em sua situação.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário