Bolsonaro diz que vetará legalização de jogos de azar no Brasil

Bolsonaro afirma que pretende vetar projeto que legaliza jogos de azar no Brasil, caso proposto passe no Senado. Entenda o caso.

Durante uma live no Facebook na noite de quinta-feira (24/02), o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que vetará o projeto que legaliza jogos de azar no Brasil.

O projeto regulamenta o funcionamento de cassinos, bingos, apostas esportivas e do jogo do bicho e anula dispositivos que criminalizam estas atividades.

Publicidade

Publicidade

O texto foi aprovado ontem na Câmara dos Deputados e ainda passará por votação no Senado, seguindo para sanção do presidente apenas se tiver nova votação favorável. Mas, mesmo com o veto de Bolsonaro, isso não significa o fim do projeto.

Qual a posição de Bolsonaro quanto aos jogos de azar

Bolsonaro diz que vetará legalização de jogos de azar no Brasil
Bolsonaro deve vetar projeto que legaliza jogos de azar no Brasil. Foto: Adriano Machado/Reuters

Bolsonaro lamentou a aprovação do projeto que regulamenta os jogos de azar e disse que tentou atuar para que a proposta não fosse aprovada. Em janeiro, o presidente já havia dito que os jogos de azar “não são bem-vindos no Brasil”.

Um dos motivos apontados para a posição de Bolsonaro neste tema é o seu recente desempenho nas pesquisas de intenção de voto.

Publicidade

Publicidade

Isso porque, desde o início do ano, pesquisas apontam queda de Bolsonaro até mesmo entre os evangélicos, grupo que representa uma de suas principais bases de apoio. A rejeição ao presidente entre religiosos avançou após suas férias de fim de ano, que custaram aos cofres públicos R$ 900 mil em sete dias.

Com isso, faltando oito meses para a eleição, Bolsonaro pode vetar a legalização dos jogos de azar para tentar recuperar sua força entre os evangélicos, público com grande rejeição ao projeto.

O que acontece se o presidente vetar o projeto

Caso o presidente realmente vete o projeto que legalizar jogos de azar no Brasil, o Congresso ainda pode derrubar o seu veto. Para isso, basta que a maioria dos deputados e senadores votem por derrubar o veto presidencial.

Durante a live, Bolsonaro disse que acha difícil os parlamentares derrubarem seu veto, mas isso já aconteceu algumas vezes durante seu mandato.

Jornalista, ator profissional licenciado pelo SATED/PR e ex-repórter do Jornal O Repórter. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedinTwitterYoutube

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário