Cadastro Único 2021 – CadÚnico, Como se Cadastrar e Requisitos

Buscando informações sobre o Cadastro Único 2021 – CadÚnico, como se cadastrar, requisitos e outros detalhes? Tire suas dúvidas enquanto acompanha este artigo e fique por dentro de como funciona esse sistema e quais são os benefícios que ele oferece para a população mais carente no Brasil.

Além de servir como um instrumento de medição e análise o CadÚnico atua como um mediador entre pessoas de baixa renda e programas sociais.

Com isso, é fundamental saber como ele se aplica a fim assegurar os direitos dos mais necessitados e, consequentemente, contribuir para a redução da desigualdade social no país.

CadÚnico

formulario cadunico

Conhecer a população brasileira é o primeiro passo para que iniciativas sejam tomadas diante da desigualdade social. Com base nesse argumento e pensamento, em 2001, o governo federal desenvolveu um instrumento capaz de identificar as famílias de baixa renda que vivem no país.

Por meio da coleta de dados e informações específicas é possível mensurar e mapear os indivíduos que se enquadram nessas condições e, consequentemente, planejar e implementar ações direcionadas ao âmbito da política pública nas esferas municipais e estaduais.

No entanto, para que seja possível o governo obter todas essas informações e agir conforme a necessidade das famílias é necessário que os possíveis beneficiários se inscrevam no Cadastro Único e atendam às exigências determinadas.

Regras

Antes de saber como se cadastrar no CadÚnico é fundamental saber quais são os requisitos para participar. Com isso, sua família garante mais chances de fazer parte do Cadastro Único 2021, além de estar bem amparada e preparada para se beneficiar com os recursos vinculados ao sistema.

Para saber se a sua família pode se inscrever no Cadastro Único 2021 basta ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal familiar total de até três salários mínimos. Outra possibilidade é ter renda maior que três salários mínimos desde que faça parte de programas sociais nas três esferas do governo.

Cadastro

cartão do cidadão

Antes de saber como se cadastrar no Cadastro Único 2021 é importante saber que apenas um membro da família será nomeado como Responsável Familiar (RF), cabendo a essa pessoa – preferencialmente mulher e com idade mínima de 16 anos – responder pelas informações solicitadas sempre que necessário.

Assim sendo, cabe ao Responsável Familiar procurar pela unidade de cadastramento no município onde reside, muitas vezes esse serviço é prestado pela própria prefeitura da cidade ou pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Quando chegar ao local para realizar o Cadastro Único serão solicitados alguns documentos pessoais e de membros da família. Sem esses papéis é possível que haja muita dificuldade em concluir o cadastro ou ter o pedido negado.

Desse modo, fique atento aos documentos exigidos para se cadastrar no CadÚnico 2021 com facilidade e praticidade, pois eles são fundamentais para comprovar a veracidade das informações concedidas e promover o acesso ao sistema.

  • Documentos obrigatórios do Responsável Familiar: Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou Título de Eleitor;
  • Documentos obrigatórios dos membros familiares: Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou Registro Geral (RG) ou Título de Eleitor ou certidão de nascimento ou certidão de casamento ou carteira de trabalho;
  • Documentos obrigatórios para famílias indígenas ou quilombolas: Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou Título de Eleitor ou Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) ou certidão de casamento, Registro Geral (RG) e carteira de trabalho.

Agora que você já sabe quais são os documentos obrigatórios e o que deve ser feito para ingressar no Cadastro Único 2021 basta separar todos os itens necessários e buscar pelo atendimento mais próximo da sua casa.

Um detalhe importante e que pode facilitar na hora de fazer o cadastro é levar alguns documentos não considerados obrigatórios, mas que são importantes como comprovante de endereço (água ou luz), comprovante de matrícula escolar de crianças e jovens (até 17 anos) e carteira de trabalho.

Esses dados servem para complementar a inscrição da família no CadÚnico e pode colaborar para que os mais necessitados consigam participar do maior número de ações sociais que o governo promove.

Benefícios

O principal benefício que o Cadastro Único proporciona para as famílias de baixa renda é a possibilidade de ingressar em programas e iniciativas voltadas para a área de política pública.

Alguns desses programas e ações são:

  • Bolsa Família;
  • Minha Casa Minha Vida;
  • Serviços Assistenciais;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica – TSEE;
  • Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda;
  • Criança Feliz;
  • Ação Jovem/Renda Cidadã;
  • Benefício de Prestação Continuada – BPC;
  • Viva Leite;
  • Carteira do Idoso;
  • Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos e do ENEM.

Contudo, cada ação possui seu próprio método de seleção e critérios específicos que devem ser atendimentos para que ocorra o atendimento às famílias.

Por isso, é fundamental fazer parte do Cadastro Único 2021 e se informar para participar dos benefícios que esse instrumento oferece.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário